DEU NO JORNAL

Paulo Coelho ao pedir que nossas exportações fossem boicotadas só disse em voz alta o que toda a oposição deseja:

Que o Brasil quebre para que assim a esquerda tenha uma chance de voltar ao poder.

Este medíocre escritorzinho anti-patriota vai quebrar a cara.

* * *

O zisquerdóide babaca (desculpem a redundância…) fez a postagem e, diante da repercussão negativa de tamanho disparate, apagou tudo ligeiro, ligeirinho.

Mas, graças a Nossa Senhora do Print, a exortação catastrófica ficou eternizada na internet.

Tem um amigo e “leitor” fiel de Paulo Babaca Coelho que bateu palmas entusiasticamente para a merda que ele postou no Twitter.

O ex-presidiário Lula apoiou tamanho disparate e está na torcida para que as exportações do Brasil sejam boicotadas e o país vá a falência.

Estes babacas ainda não perceberam que foram extintos, enterrados, jogados pro lixo e postos no esquecimento.

Xô, xô, xô!!!!

7 pensou em “CUMPRIRAM A ROTINA E TORCERAM PELA DESGRAÇA

  1. Do sr. Paulo Coelho, o que posso dizer é que ele está para a literatura assim como Xuxa e os Duendes 1 e 2 estão para a filosofia.

    O cara sempre foi uma enganação, assim como Chico Buarque, outro zisquerdista fanático, cuja música mais ouvida hoje é A Banda, tocada em todas as “furiosas” do BR. Este torce pelo caos , lá da França.

    • Como diria o Roque: Ai que preguiça…

      Digo ao poeta jesus, que se disse fã e leitor, que o Coelho é pires raso em literatura (apesar que gosto e desgosto não se discute)…

      Elenco 100 outros para o poeta dar uma olhadinha em suas obras e rever conceitos coelhianos…

      O Javista (980?-900? A.C.)
      Homero (séc. VIII A.C.)
      Sócrates (469-399 A.C.)
      Platão (c.429-347 A.C.)
      Lucrécio (Tito Lucrécio Caro) (c.99-c.55 A.C.)
      Virgílio (70-19 A.C.)
      São Paulo (?-67)
      Santo Agostinho (354-430)
      Maomé (570?-632)
      Murasaki Shikibu, Lady (978?-1026?)
      Dante Alighieri (1265-1321)
      Geoffrey Chaucer (1340?-1400)
      Luis Vaz de Camões (1524?-1580)
      Michel de Montaigne (1533-1592)
      Miguel de Cervantes (1547-1616)
      William Shakespeare (1564-1616)
      John Donne (1572-1631)
      John Milton (1608-1674)
      Molière (Jean-Baptiste Poquelin) (1622-1673)
      Jonathan Swift (1667-1745)
      Alexander Pope (1688-1744)
      Samuel Johnson (1709-1784)
      James Boswell (1740-1795)
      Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832)
      William Blake (1757-1827)
      William Wordsworth (1770-1850)
      Jane Austen, Lady (1775-1817)
      Stendhal (Henry Beyle) (1783-1842)
      Percy Bysshe Shelley (1792-1822)
      John Keats (1795-1821)
      Giacomo Leopardi (1798-1837)
      Honoré de Balzac (1799-1850)
      Victor Hugo (1802-1885)
      Ralph Waldo Emerson (1803-1882)
      Nathaniel Hawthorne (1804-1864)
      Gérard de Nerval (Gérard Labrunie) (1808-1855)
      Lorde Alfred Tennyson (1809-1892)
      Charles Dickens (1812-1870)
      Robert Browning (1812-1889)
      Sören Kierkegaard (1813-1855)
      Charlotte Brontë (1816-1855)
      Emily Jane Brontë (1818-1848)
      George Eliot (Mary Ann Evans) (1819-1880)
      Herman Melville (1819-1891)
      Walt Whitman (1819-1892)
      Charles Baudelaire (1821-1867)
      Gustave Flaubert (1821-1880)
      Fiodor Dostoievski (1821-1881)
      Dante Gabriel Rossetti (1828-1882)
      Henrik Ibsen (1828-1906)
      Leon Tolstoi (1828-1910)
      Emily Dickinson (1830-1886)
      Christina Rossetti (1830-1894)
      Lewis Carroll (Charles Lutwidge Dodgson) (1832-1898)
      Mark Twain (Samuel Langhorne Clemens) (1835-1910)
      Algernon Charles Swinburne (1837-1909)
      Walter Pater (1839-1894)
      Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908)
      Henry James (1843-1916)
      Friedrich Nietzsche (1844-1900)
      José Maria Eça de Queirós (1845-1900)
      Arthur Rimbaud (1854-1891)
      Oscar Wilde (1854-1900)
      Sigmund Freud (1856-1939)
      Anton Tchekhov (1860-1904)
      Edith Wharton (1862-1937)
      William Butler Yeats (1865-1939)
      Luigi Pirandello (1867-1936)
      Marcel Proust (1871-1922)
      Paul Valéry (1871-1945)
      Willa Cather (1873-1947)
      Hugo von Hofmannsthal (1874-1929)
      Robert Frost (1874-1963)
      Rainer Maria Rilke (1875-1926)
      Thomas Mann (1875-1955)
      Wallace Stevens (1879-1955)
      Virginia Woolf (1882-1941)
      James Joyce (1882-1941)
      Franz Kafka (1883-1924)
      D. H. Lawrence (1885-1930)
      Fernando Pessoa (1888-1935)
      T. S. Eliot (Thomas Stearns) (1888-1965)
      Isaac Babel (1894-1940)
      F. Scott Fitzgerald (1896-1940)
      Eugenio Montale (1896-1981)
      William Faulkner (1897-1962)
      Federico Garcia Lorca (1898-1936)
      Hart Crane (1899-1932)
      Ernest Hemingway (1899-1961)
      Jorge Luis Borges (1899-1986)
      Luis Cernuda (1902-1963)
      Alejo Carpentier (1904-1980)
      Samuel Beckett (1906-1989)
      Tennessee Williams (1911-1983)
      Ralph Waldo Ellison (1914-1994)
      Octavio Paz (1914-1998)
      Iris Murdoch (1919-1999)
      Paul Celan (Paul Antschel) (1920-1970)
      Italo Calvino (1923-1985)
      Flannery O’Connor (1925-1964)

      • Perdoe-me o Jesus com inicial minúsculo. Miserável erro de digitação.

        O filho do carpinteiro e o nosso poeta sempre a merecerem “J”…

  2. É esse o resultado do uso prolongado de drogas ditas “recreativas”.
    Muita erva estragada foi consumida, afetando o discernimento e apagando todo e qualquer requício de decência.

  3. O tal paulo macoelho deve estar fumando muita merda lá prás bandas da Suiça, onde se homizia. Quem fuma merda, segundo o Sikeirão, fala merda e dá o caneco.

  4. para um cara que surfou na popularidade de raul seixase depois ao ver que raul seixas nao seria um idolo para a esquerdopatia , disseque raul seixas era um x9 , ouseja que ele o entregou e nao as suas ideias comunistas e reacionarias , que o entregaram aos governos militares , … a sim apenas para conhecimento mesmo na suiça , onde mora foi esculachado., visto que ele pouco se preocupa comos brasileiros e o brasil , o que ele quer e ver seus criminossos e corruptos de estimaçao de volta ao poder ..

Deixe uma resposta