DEU NO JORNAL

A polícia e o Ministério Público de São Paulo encontraram no celular de Décio Gouveia Luiz, comparsa de Marcola, mensagens que indicam pagamentos feitos a advogados ligados ao PT, diz a TV Record.

Décio Português, como é conhecido, foi preso no dia 15 de agosto. Ele era responsável pelo controle do fornecimento de drogas e pela arrecadação de dinheiro do PCC.

Segundo a reportagem, o dinheiro do pagamento a advogados “teria sido usado para mover ações no Supremo Tribunal Federal e na Organização dos Estados Americanos, a OEA, com o objetivo de derrubar uma portaria do Ministério da Justiça que endureceu as regras nas penitenciárias federais”.

Vale lembrar que em abril deste ano, uma liderança do PCC que teve conversas interceptadas pela PF afirmou que a facção criminosa tinha um “diálogo cabuloso” com o PT.

* * *

Tudo junto e misturado.

Não há novidade alguma nessa notícia.

Quem enxerga direitinho e não tem problemas nas vistas, já sabia de tudo.

PT e PCC são farinha do mesmo bisaco.

Sobre este assunto, o Ministro Sérgio Moro declarou o seguinte: “Espero que não seja verdade“.

Pois fique sabendo, senhor ministro, que tudo passa na verdade, por mais absurdo que isto seja.

Atesto e dou fé.

Deixe uma resposta