A PALAVRA DO EDITOR

O senador Antonio Anastasia apresentou projeto (aprovado) dando à Anvisa 72 horas para deliberar sobre as vacinas contra a covid. Se esse prazo não for cumprido, será considerada concedida “autorização tácita” pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para aplicação da vacina no Brasil. Vamos traduzir: autorização tácita quer dizer aprovação da vacina sem o exame da autoridade sanitária do país. Isso é um escândalo.

Não dá para saber se o empático senador calculou as possíveis consequências da sua pressa. Vamos ajudá-lo citando um trecho do documento entregue à Procuradoria-Geral da República por um grupo de mais de cem médicos e professores, liderado pela doutora Nise Yamaguchi e pelo professor de bioética Hermes Nery:

Os testes que estão sendo realizados (nesta data) para desenvolvimento de mais de 200 vacinas experimentais em todo o mundo são muito heterogêneos e muitos dependem de tecnologias emergentes – algumas delas com abordagens nunca testadas em seres humanos -, o que requer cautela e respeito aos Protocolos Técnicos de Segurança já consagrados para desenvolvimento de vacinas, os quais não foram, nos estudos em andamento, devidamente acatados no curto e médio prazos, visto que etapas de pesquisa e avaliação foram drasticamente encurtadas ou fundidas a outras.

Caso o senador apressado não tenha entendido o português claríssimo acima, vamos ajudá-lo: o desenvolvimento das vacinas contra a covid tem pulado etapas, e isso é perigoso para a saúde humana. Portanto, é preciso CAUTELA. Se ainda não ficou claro o tamanho do problema, vamos a outro trecho do documento:

A história do desenvolvimento de vacinas antivirais possui um recorde preocupante de reações indesejadas e fatais, como, por exemplo, a questão do desenvolvimento de vacina contra a dengue que causou em alguns casos uma forma mais grave da doença, a dengue hemorrágica; existem também relatos de diversos tipos de vacinas, como por exemplo contra a aids, que não conseguiu ainda atingir os requisitos para ser liberada, após anos de pesquisa, bem como relatos de efeitos adversos precoces e tardios e diversas síndromes vacinais que podem ocorrer com anafilaxia, reações imunológicas adversas e doenças autoimunes.

Ou seja: vacina pode matar. E mesmo assim o ilustre senador Antonio Anastasia, ex-governador de Minas Gerais, criou uma regra para aprovação de vacinas à revelia da autoridade sanitária. Quem sabe o que é bom para a tosse é ele. Então vamos continuar prospectando o que dizem os estudiosos para tentarmos avaliar, em menos de 72 horas, as possíveis consequências do arroubo sanitário deste legislador inquieto:

O Protocolo Científico e Bioético para Desenvolvimento de Vacinas preconiza que a aplicação de uma vacina experimental, mesmo quando já se obtiveram resultados de eficácia e segurança promissores em estudos clínicos, o seja inicialmente apenas em voluntários que possuam um perfil igual ao dos primeiros voluntários que participaram das fases até então testadas. A seguir, o acompanhamento clínico desse grupo deve ser feito por no mínimo um ano, para confirmação da persistência e duração da imunidade celular – a qual é mais duradoura e pode ou não ser permanente -, bem como verificar se houve reações adversas graves ou sequelas correlatas de médio prazo nessa população.

Resumo executivo para os apressados do gabinete: é requerido no mínimo um ano de acompanhamento de um primeiro grupo de receptores do imunizante para verificar reações adversas graves. O senador está passando por cima de tudo isso com sua ameaça de “autorização tácita” para vacinação indiscriminada da população. Anastasia declarou, como exposição de motivos para a cotovelada na Anvisa, que “a vida não pode esperar”. Com certeza a morte também não vai esperar a revisão desse processo irresponsável se ocorrerem reações adversas graves em organismos vulneráveis que tenham sido vacinados antes das devidas etapas de verificação.

Vamos completar esse debate sobre as consequências possíveis da demagogia em meio a uma crise sanitária citando outro trecho do documento enviado à Procuradoria-Geral:

Seria de fato uma temeridade e desrespeito à Saúde e aos Direitos Humanos expor milhões de pessoas a qualquer vacina experimental, mesmo que aparentemente segura e eficaz em testes clínicos, antes de se cumprirem todas as fases temporais de seguimento dos voluntários recipientes, em conformidade ao Protocolo Científico e Bioético de Desenvolvimento de Vacinas – internacionalmente praticado de forma consensual até o ano de 2019 – para avaliar os efeitos e sequelas que podem surgir em um ou dois anos, ou mais, razão pela qual o prazo médio de consolidação de vacinas para uso geral é de cinco anos. Como demonstrado por dezenas de exemplos da literatura científica, não se pode pular etapas naturais de avaliação de médio e longo prazos sem que vidas paguem por isso, como mostra a história das vacinas. Assim sendo, as vacinas, quando forem aprovadas pela Anvisa, deveriam continuar condicionadas a maiores e mais longos estudos e seus resultados clínicos e às novas informações que serão incorporadas aos dados obtidos até o momento, para a liberação gradual e seletiva da vacinação.

Esperamos que assim tenha ficado claro o tamanho da aventura na qual algumas autoridades querem lançar a população brasileira. E esperamos que essas autoridades estejam prontas para responder pelas eventuais consequências dos seus atos.

17 pensou em “CORRIDA DA VACINA: ANASTASIA SEM ANESTESIA

  1. O que acontece é que a imcompetência do governo Jair Saliva está gerando movimentos de todos os tipos de políticos pressionados por seus eleitores.

    Se o Jair Saliva e seu ministrinho marionete tivessem feito o dever de casa, o Brasil teria um comando único, uma diretriz já publicada, protocolos assinados e garantia de vacinação de sua população.

    Mas o desgoverno tristemente preferiu o embate político, legislar sobre armas, etc. Danem-se todos os brasileiros, meu chapa.

    EE muita gente irá ao STF para desespero do Jairzinho.

      • “Craro” estúpido….
        Nao teve nenhuma pandemia.

        Bastou a “marolinha” de 2008 e nao conseguiram resolver em 8 anos….. mexeram mexeram e afundaram o Brasil…..

        Vc leu o artigo do Fiuza ???
        Vc sabe ler ???
        Vc entende o que lê ?

        Nao adianta fazer planos “demagógicos” pois nao existe vacina minimamente testada….. no mundo inteiro

        PQP…. Vc é muito imbecil….

        • Vou fingir que não notei a sua falta de educação. Nem vou retrucar, porque não me nivelo por baixo.

          Mas reafirmo, este governo é uma piada:

          -Ministrinho marionete trocando de datas de início da vacinação 4 vezes esta semana
          – Governador de Goiás dizendo que o Ministério iria “requisitar” (confiscar) as vacinas de qualquer origem e sendo desmentido pelo Pazuelo (un pasito pra frente, Pazuelo, un pasito pra tras) horass depois
          – Doria dizendo que tinha oferecido a vacina ao governo dois meses atrás e nem foi considerado
          – Jairzinho Saliva dizendo que a pandemia (acho que foi uma das pouquíssimas vezes que falou esta palavra) estava no finzinho, desmentido pelo Pazuelo no dia seguinte.

          O que eu falei, e que deve ter irritado você é que os ladrões do PT tinham um comando e não esbarravam uns com os outros na mídia. Aliás que eu saiba, isto não aconteceu em nenhum governo que eu conheci (a partir do Juscelino).

          E finalmente, o Jairzinha Saliva se rendeu ao Centrão (não diga que não), com todos os governos do PT e do MDB.

          Finalizando, não li, não sei ler, nem entando, como o é a maioria dos imbecis.

          Como disse o filósofo Gerheinz Von Siffuder, aí
          As aftas ardem
          As pregas doitchen
          Hemorroidsidem

          Auf wiedersehein

    • Esses eleitores seriam quantos e quais ?
      Aqueles que foram as praias , aos bares , as ruas de comércio , a inauguração de lojas são quantos e votaram em quem ?
      Mas você deu uma ótima ideia . Todos aqueles que votaram nos governadores e não votaram no Bolsonaro serão vacinados obrigatoriamente e os demais esperam que a vacina siga o seu curso técnico normal e talvez daqui a 5 anos se vacinem.
      O desespero de irem ao STF deveria também ser seu . Daqui a pouco eles vão para pedir que vc trabalhe de graça , que ceda a sua casa para os mais necessitados e ganharão .

      • O Jair Saliva teve grande parte dos votos no Rio e em SP. Exatamente dos que se aglomeraram. Quem não votou nele foram os nordestinos, que ele agora anda bajulando

        • Imbecis se atrapalham muito…..

          O assunto é plano para vacinar a populacao com vacinas que nao existem, pelo menos minimamente testadas

          Aí os demagogos, estupidos fazem um barulhao pela imprensa marron e os estupidos aplaudem e apoiam a imbecilidade de um crime em andamento

          PQP….. VTNzDSC

  2. A agenda da insana e satânica Nova (Des)Ordem Mundial (governo único ditatorial e totalitário mundial),entre várias estratégias,tem na programada e falsa pandemia,executar a engenharia
    de controle social.

    Essa insanidade de vacina viral para “combater” o Covid-19,não tem precedentes na história farmacológica mundial.

    Mesmo com a alta tecnologia atual,é impossível aprovar uma vacina segura em menos de 10 meses de pesquisa,

    Até então,qualquer desenvolvimento de uma vacina e sua segurança em não gerar efeitos colaterais,demora entre 5 e 10 anos.

    Qualquer um,seja presidente,governador,ministro,senador,deputado,…,que defenda a imediata aplicação da vacina do covid-19,ou é um jumento iletrado,ou um impulsivo,ou um irresponsável criminoso e de má-fé.
    Ou está a serviço dos globalistas ou no bolso do PCCh.

    PS-Me surpreende essa atitude insana,autoritária e descabida de Antonio Anastasia.

  3. Nao surpreende….. É do antigo PSDB, onde FHC foi o maior traidor do Brasil em parceria com o criminoso imbecil, “anarfa” e incompetente….

  4. Essa casta política, endinheirada e inútil, que se esmera em trabalhar diuturnamente contra o cidadão. Só nos causa nojo
    e repulsa.

    Inacreditável acompanharmos esse circo de horrores. Quem? Em sã consciência, pode ser a favor de vacinar a população com uma vacina que não cumpriu todas as etapas das normas sanitárias internacionais?

    Preocupação com as vidas? Conta outra. Tem coisas com outros interesses aí. Além da má fé e desonestidade da grande maioria desses astutos e ardilosos “senhores”.

  5. Essa casta política, endinheirada e inútil, que se esmera em trabalhar diuturnamente contra o cidadão. Só nos causa nojo
    e repulsa.

    Inacreditável acompanharmos esse circo de horrores. Quem? Em sã consciência, pode ser a favor de vacinar a população com uma vacina que não cumpriu todas as etapas das normas sanitárias internacionais?

    Preocupação com as vidas? Conta outra. Tem coisas com outros interesses aí. Além da má fé e desonestidade da grande maioria desses astutos e ardilosos “senhores”.

  6. Uaí, sô, eles poderiam ter resolvido isso, ao aprovarem o projeto. Os primeiros a serem vacinados devem ser os políticos dos poder legislativo nos três níveis, federal (Congresso Nacional), estaduais (Câmaras Legislativas) e municipais (Câmara de Vereadores) e os membros dos STF, a começar dos ministros por antiguidade: começando com o Marco Aurélio, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandosvky, Rosa Weber, Mortícia, ops, Carmem Lúcia, o iluminado Barroso, Fachin, Xandão. Seria interessante vê-los todos cumprindo uma lei desse tipo.

    • Esqueceu de incluir os familiares dos listados , seu grupo de ” cientistas ” e respectivas famílias . Dando preferência aos que tenham acima de 50 e abaixo de 10 .

  7. Pingback: ROMILDO – JOÃO PESSOA-PB | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe uma resposta