DEU NO JORNAL

No afã de defender o regime comunista de Cuba, políticos brasileiros de esquerda ajudaram a espalhar nas redes sociais uma fake news de que o país havia desenvolvido uma vacina para prevenir o coronavírus.

Na verdade, o país forneceu à China um medicamento, o Interferon alfa 2B, para o tratamento de infectados pelo vírus.

O remédio, que já é usado em pacientes de hepatite B, hepatite C e leucemia, ajuda a combater os problemas respiratórios, um dos sintomas do coronavírus.

Nesta quinta-feira, o coordenador do MTST e candidato a presidente do PSOL em 2018, Guilherme Boulos, publicou que a China estava utilizando uma “vacina produzida em Cuba”.

Depois, fez uma correção dizendo que o medicamento “não era uma vacina, mas sim um antiviral”.

“Algumas reportagens falaram indevidamente em vacina, induzindo ao erro”, escreveu ele.

* * *

Excelente este recurso chamado print.

O cabra mente e depois não pode apagar.

Já foi devidamente fotografada a cagada que ele digitou.

Boulos de Bosta foi obrigado a confessar que mentira, usando o eufemismo “correção”.

Vacina pra terrorista vagabundo zisquerdóide, feito esse babaca psolista, sem qualquer ocupação conhecida, só tem uma: a pajaraca do nosso mascote, o jumento Polodoro.

A seringa é introduzida no fedegoso de Boulos e, em seguida, a vacina é despejada no seu canal furical, pingo a pingo.

Confiram na imagem abaixo:

A vacina PP (Pica de Polodoro) que será injetada no toba de Boulos

2 pensou em “CONSEGUIU MENTIR MAIS QUE O LULA

  1. Mestre Berto:
    Vossa altíssima sapiência garante seu conhecimento do fato de que todos os produtos da indústria farmacêutica ou frutos de pesquisas de médicas são nomeados com um conjunto de letras e números. Dou aqui minha modestíssima contribuição à Ciência para lhe sugerir que junte à sigla PP (Pica do Polodoro) o conjunto 84E, observando que o numeral representa o comprimento da manjuba que o Mascote do JBF costuma enfiar em furicos de idiotas, seguido da letra E para indicar que o produto destina-se ao uso exclusivo em tobas esquerdopatas. Assim, poderemos afirmar orgulhosamente que o LATEJA-JBF (Laboratório de Alta Tecnologia Especializada do Jornal Alternativo JBF) deu um gigantesco passo para a humanidade no combate à esquerdopatia congênita mundial ao criar a vacina PP84E. E, com certeza, Boulos (o desocupado que ocupa) vai necessitar de ao menos umas dez doses dessa maravilha científica só para ter uma ligeira melhora, já que seu caso é incurável.

Deixe uma resposta