AUGUSTO NUNES

Celso Amorim exige que todos os cofres da Petrobras continuem à disposição dos saqueadores do PT

“Na maioria dos casos – e este não será exceção – privatização é uma palavra mais palatável para encobrir desnacionalização. É disso que se trata: entregar atividades fundamentais à segurança e bem estar do povo a interesses estrangeiros”.

Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores do governo Lula – e subchanceler da Venezuela bolivariana -, ao criticar a decisão do STF de liberar a privatização de refinarias da Petrobras, mostrando que a companheirada está aflita com a remota possibilidade de voltar ao poder com menos cofres a saquear.

1 pensou em “COMPANHEIROS EM PÂNICO

Deixe uma resposta