A PALAVRA DO EDITOR

Nos últimos tempos, a quantidade diária de acessos a esta gazeta escrota tem subido um tanto a cada dia.

Tá só crescendo o número de leitores.

Num sei se é falta do que fazer, interesse por besteiras ou quarentena compulsória.

Saltamos da faixa dos habituais 4.000 e pulamos pra faixa de 5.000.

E aí, quando foi ontem, segunda-feira, dia 30, ultrapassamos a barreira dos 6.000 acessos!!!

Foram exatamente 6.297 acessos, conforme estatística do nosso hospedeiro.

Num é nada, num é nada e, no final das contas, num é merda nenhuma mesmo.

Mas prum jornal safado feito esse, editado artesanalmente, escrivinhado aqui no meu cantinho dentro de casa, assessorado por Chupicleide e protegido pelos mascotes Xolinha e Polodoro, é coisa pra cacete.

Chupicleide e Polodoro relincharam de alegria, enquanto Xolinha arreganhou a tabaca de tão feliz que ficou.

Gratíssimo a todos os viciados fubânicos!!!!

Vocês leitores são a força que mantém esta gazeta escrota avuando nos ares.

Leitor fubânico viciado, acessando o JBF no café da manhã

7 pensou em “COMO TEM GENTE BESTA NO MUNDO

  1. Se a gente entra no Antagonista, infelizmente só lê bosta! Já prestou!

    Se consulta os outros esgotos jornaleiros: O Globo, A Globo, Estadão, Folha de São Paulo, Época, Isto É, e demais tolêtes grossos, sai mais fedendo do que esgotos públicos.

    O JBF é o grão sadio da lavoura podre! Ou: a vassoura que limpa as bostas fedorentas dessa imprensa imunda!

  2. Cultura com informacao e principalmente….. divertimento…..
    Uma higiene mental da porra…. !!!

    E ainda um Goiano para atazanarmos a vida..

    Hihihi…

  3. Berto, sou um viciado nesta merda de gazeta. Mesmo quando fico sem internet por alguns dias, retorno nas postagens antigas pois sei que terei o Peninha, Guzzo, Sponholz, Bernardo, Jessié e tantos outros para me ajudar nesta quarentena forçada. E tudo isso embaixo da sua batuta!
    Abraçado e muito obrigado à todos!!

Deixe uma resposta