A PALAVRA DO EDITOR

Quando tenho minhas frequentes crises de priapismo, me lembro logo de um bloco carnavalesco aqui do Recife cujo nome é Bloco Bimba Mole.

Uma dura e outra mole…

O bloco sai na Bomba do Hemetério, cuja prefeita é a minha amiga Neide, fiscal e administradora do bairro, comandante de todas as rodas de fuxico do local.

Coisas do carnaval irreverente desta terrinha.

São inumeros os nomes esculhambatícios dos blocos daqui do Recife. Aqui vão apenas alguns, das dezenas existentes.

Comeram mãe; Mulé arreta o cara; Toco cru pegando fogo; Ovos fritos, Já que tá dentro, deixa; Cagão Misterioso; Hoje a mangueira entra; Bota gaia na cabeça desse touro

E, pra alegrar o expediente fubânico desta sexta-feira, uma hora de frevo pernambucano quente.

Deixe uma resposta