CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Mestre Berto,

Circula nas Redes Sociais desde 2018, sobretudo no facebook, um texto espetacular do filósofo Olavo de Carvalho, onde ele revela com muita perspicácia, o que cai com a ascensão do presidente Jair Bolsonaro, que vale apena ser reproduzido no Jornal da Besta Fubana, para uma maior compreensão da multidão que o lê.

O texto está atualíssimo, quatro anos depois de publicado e serve de reflexão ao momento tenso vivido entre o Poder Executivo e o Judiciário, com este se transformando no partidão mafioso, onde onze urubus desejam instalar a tirania da toga, ou “a urubucracia.”

* * *

1) Cai: Todo o esquema de poder construído pelo PT e seus associados ao logo de cinqüenta anos.

2) Cai: O centro motor e financiador de todo movimento comunista latino-americano. Portando, o Foro de S. Paulo com as duzentas organizações que o compõem.

3) Cai: Os planos internacionais de eliminação da soberania nacional brasileira e de subjugação do país ao esquema globalista.

4) Cai: Milhares de carreiras e biografias de políticos, intelectuais e artistas de esquerda.

5) Cai: Todo o poder impune do narcotráfico e do crime organizado em geral.

6) Cai: Todas as grandes empresas de mídia.

7) Cai: Toda a constelação de prestígios do show busnness.

8) Cai: Todo sistema de poder instalado nas universidades e no sistema de ensino em geral.

A queda de tudo isso é imediata e automática no dia mesmo da posse de Bolsonaro.

Ademais, o famoso “Gigante Adormecido”, o povo brasileiro acordou e não há soporífero capaz de fazê-lo a voltar a dormir.

É um novo poder soberano decidido a subjugar ou anular todos os outros.

Por tudo isso, é óbvio, é patente e inegável que os representantes do atual esquema de poder não podem aceitar uma derrota de maneira alguma, porque não será só uma derrota, será a sua total destruição enquanto grupos, enquanto organizações e até enquanto indivíduos.

Eles, os onze urubus de toga e outras organizações criminosas, não estão lutando pela volta do poder nem para vencer uma eleição, estão lutando pela sua sobrevivência política, social, econômica e até física.

É inconcebível que, nessas condições, não lutem com a fúria de milhares de leões feridos, apelando a todos os recursos lícitos e ilícitos, morais e imorais, para obter não só a vitória a todo preço, mas, se possível, a redução do povo a total inermidade.

1 pensou em “CÍCERO TAVARES – RECIFE-PE

Deixe uma resposta