CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Mestre Berto,

Porque não puseste na área DEU NO JORNAL aquele maravilhoso vídeo que saiu no programa do ALERTA NACIONAL, comandado pelo destemido SIKÊRA JUNIOR, mostrando um exemplo de educação, civilidade e cordialidade de um desembargador do TJSP chamando um guarda civil de analfabeto e rasgando o auto de infração por não usar máscara no parque?

Temos que dar dimensão universal em todas as redes sociais a canalhice dessas ditas autoridades que se acham os deuses da justiça.

A matéria está fantástica por causa da ironia refinadíssima sikêriana.

R. Meu caro colunista fubânico, o expediente aqui na redação do JBF está num aperto danado.

Chupicleide tem trabalhado que só uma condenada.

A audiência aumenta a cada dia e o volume de mensagens e de comentários, além da participação intensa dos leitores, está simplesmente estrondoso.

Fora isso, a incansável participação, neste começo de semana, do lulo-petista Ceguinho Teimoso, com suas tiradas fanáticas, surreais e loucas, tem feito a equipe de edição rir que só porra, diminuindo mais ainda o tempo que temos aqui na redação pra botar esta gazeta escrota no ar. Passamos mais tempo rindo do que trabalhando.

De modo que às vezes falta tempo e espaço no nosso expediente pra botar no ar certas coisas do dia, da hora, do momento.

Elas ficam na fila que vai se encompridando.

É só isso.

Esta matéria do destemido Sikêra, meu estimado conterrâneo de Palmares, enfiando uma pajaraca de grosso calibre no furico do desembargador canalha, já estava aguardando chegar sua vez.

Chegou a vez agora, com a publicação desta sua mensagem.

Além do vídeo do Sikêra que você nos mandou, acrescentei outro com todos os detalhes do comportamento idiotífero do fela-da-puta togado.

17 pensou em “CÍCERO TAVARES – RECIFE-PE

    • Abração, Sancho!

      O nobre colunista é da corrento daqueles que não toleramos essa canalhice desembargadorista quinto-constitucionalista estabelecido por essa constituição cidadã escrota, que deu o poder maior a bandidos e tirou dos cidadãos honrados.

      Esse “desembargador” escroque não representa à classe dos juízes honrados.

    • Caro Cicero avalizo a opinião de Sancho é justamente o excesso “otoridades” que emperram e destrambelham a Justiça, prejudicando em parte o cenário brasileiro que tem andando todo esfumaçado. Cícero, o seu texto foi espetacular. .

  1. Num mundo ideal, pilhas de bosta como essa nunca assumiriam um cargo público do que quer que fosse. Nem para gari ou zelador, pois na sua condição bostífera só iria sujar mais aquilo que era para limpar.

    Os postos de magistratura nesse país estão sendo ocupados por autênticos autistas perversos, completamente alheios a gravidade de seus atos para a sociedade. Quando cair a carniça que atende pelo codinome CF/88, esse projeto mal-acabado de tiranete, essa bola de sebo da cabeça branca, vai pra lista da “viúva chupadora de sangue” do Sr. Adônis.

    • Valeu, grande comentarista Nikolai Hel,

      Estamos juntos contra essa canalhice desembargadorística de meia tigela. Um juízes honesto não faz o que esse pilantra fez com um guarda civil honrado!

  2. E o Sr. Alberto Carlos Dias, presidente da Comissão de Direito dos Refugiados e Migrantes da OAB de Santo André, na região metropolitana de São Paulo, divulgou nota de apoio ao desembargador Eduardo Siqueira dizendo que o desembargador é quem foi tratado de ‘maneira abrupta’.

    • Esse “seu Beto” devia era conhecer Silvério, a minha tora de madeira jatobá de cinco quinas, massoterapeuta de integrantes do mundo do crime.

      Ia dar uma sessão especial pra esse cidadão de décima quinta classe.

  3. Perderia meu emprego, seria preso, mas dava tanto, tanto na cara deste boçal, que o bicho perderia uns quatro a cinco dentes. Pior é que não aprenderia. Vamos ver o corporativismo do CNJ em apurar este caso.

  4. O máximo que pode acontecer é uma aposentadoria compulsória. Tem besta fubânica ou não para arcar com o salário do majestoso magistrado. .

    • Canção eclesiástica da mais excelsa sacralidade, Cardeal Maurino.

      Somente um hino desses para lavar minha alma insandecida por um fela da puta desses que se diz magistrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *