CHUVA NA ÁGUA

Quando, aqui de longe, na velha Europa, fiquei sabendo que o Lula está com um pé na presidência da república, tive gozos que atingiram o âmago mais profundo do meu ser, bateu-me a inspiração e fiz um poema quase camoniano, motivado pelas notícias de que o dia está perto, se aproxima, e que ele ficará na História, não o poema, nem o dia, nem o âmago do meu ser, mas, sim, o Lula aquele, que ainda está preso, meus queridos babacas.

Chupem.

Não entendo por que chove no mar
Chover no mar é chover no molhado
Tem tanto lugar seco pra molhar
Não precisa de chuva no aguado

Assim como o dia em que nasci
Coincidiu ser meu aniversário
E não lembro se nesse dia ouvi
Alguém falar de mim algum presságio

Eu sei e todo o mundo também sabe
Que o mundo é vasto, grande pra chuchu
Para rimar o nome Omar não pode
Rimar com vasto mundo ou céu azul

Se outro fosse meu nome eu não seria
O que sou e o que me disseram ser
Embora uma coincidência haveria
Mesmo sem ter um anjo pra dizer

Que mesmo que me apertem eu não me afrouxe
Para ter reto o meu rumo na vida
Ah. Lula, como é bom ser gauche
Em vez de ser direito nesta estrada

Que nos conduz a tudo e leva a nada
Correndo na corrida desabrida
Sou como um cão que a pata machucada
Sara lambendo a própria ferida

Vamos assim em busca de um sentido
Ideias muito loucas remoendo
Sem nem ao menos termos percebido
Que de novo no mar está chovendo

36 pensou em “CHUVA NA ÁGUA

  1. Goiano grande vate!

    Li Heidegger e não tenho mais como polemizar.
    Exulto no meu existir.
    No cuidado de mim, para poder zelar pelos outros.
    Agora não é mais o ser se fazendo na fronteira entre eu e o mundo, mas sou por ser, um ser-aqui.
    Existência e essência são a mesma coisa.
    Logo, não estou mais sartreanamente em uma negação do sentido da minha existência e me impondo um existir no sentido ontológico para, só então, curtir e celebrar a minha essência existencial.
    Não, reafirmo os grandes: sou o que sou.
    Chovo no molhado?
    Só quem leu Heidegger entenderá, mesmo que eu reconheça que pouco entendi, mas o pouco que captei já é um a-se-pensar para a vida toda.
    Obviamente, quando Lula foi eleito eu pensei: elegeram mais um confeiteiro, como dizia Sócrates.
    Os Hermanos recentemente fizeram a mesma opção.
    Ninguém gosta do médico e seus remédios, dietas e restrições necessárias ao restabelecimento da saúde.
    Mais doces, por favor!
    A diabetes não está suficientemente alta!

    • Para mim será bom o contraponto Lula-Bolsonaro.
      Mas ocorre na dimensão do alí/mundo que me beneficia.
      Recebo dividendos do enfraquecimento do neo-liberalismo, assim como receberia de sua implantação.
      É que o salto para o dasein é conciliador.
      Não mais a náusea pela absoluta falta de sentido da existência e nem a angústia em lhe dar sentido.
      É que o baixinho Martin colocou em palavras aquilo que eu sabia sem saber expressar e pude dominar, pela linguagem, o mistério do ser.
      Isso não é insaniasin, ao contrário, é a mais pura expressão do sanias.

  2. poema ruim pra cacete,ainda falta mais de mil dias para bolsonaro governar pergunto: como o lula, ladrão do povo brasileiro está com o pé na presidencia da republica ? o lula ainda está preso babaca. e nos estamos muito muito contentes.

    • Francisco, embora doa mais a mim do que doerá em você, devo dizer-te duas coisas: uma, que és persona non grata no Jornal da Besta Fubana, não precisas mais lê-lo e comentar nem de leve. Duas é que Lula vem aí e quem não concordar não poderá mais assinar a Folha. Em tempo:Se lês uma camoniana e não gostas é porque não entendes nada de poesia!

    • Aos que querem a minha cabeça, como o Adônis, como o Carlos, como o Júlio, como o Gonzaga, como o Fernando, como o Lindomar, como o Francisco, como o Saniasin, como o Sancho Pança, como o Leon, como o Sérgio e como até o Berto digo que me admiro que tantos estejam me dando as costas, às vezes de uma maneira brutal, quase animal.

  3. Ele pode ser solto após a vergonhosa manobra do STF, mas continua com seus direitos políticos cassados.

    E o povo brasileiro não esqueceu sobre a roubalheira por ele comandada.

    • Leon, Lula está vivo e pronto para vencer as eleições e instaurar o comunismo branco no Brasil! O povo brasileiro não és tu. Povo, povo mesmo, povo brasileiro vota em Lula. Tu podes parar de ler este jornal e passar a assinar o 247, tá bem? Aqui tua ausência preencherá uma grande lacuna.

  4. Preso ou solto, condenado permanecerá. Poderá tal cidadão passear livre de dedos a apontá-lo nas ruas ou de palavras pouco lisonjeiras?

  5. Goiano nem sei escrevo estas linhas pra vc ou para o editor. Mas cansei de ver triunfar as nulidades. Vou me recolher e não lerei está gazeta enquanto vc for colunista. Cheguei a conclusão que vc como petista e advogado e apenas um verme pq a decisão do STF foi uma Vitória mais do que dos petistas foi dos advogados que mais crescem quando mais podre se encontra o caldo..Como vermes no lixo.
    E neste ambiente qualquer contribuição, seja monetária ou intelectual só será convertida em estrume na boca de pessoas como você.. farei como fizeram suas revistas de esquerda expulsando que não pensa do mesmo modo.
    Assim caro Berto fez a Veja com e outras com colunistas honestos.
    Lamento papa Berto . E o jogo deles é devemos aprender a jogar.
    Fui

    • Faça isso não, meu caro… Você agora me deixou sem jeito…

      Tô pedindo com toda sinceridade: fique.

      Não vá embora não.

      Pra combater o fanatismo eu preciso da ajuda de todos vocês.

      Vamos lutar juntos e eliminar a insanidade.

      A contribuição monetária que você dá pra manter o JBF no ar e funcionando nem sempre é convertida em estrume maléfico nas nossas postagens.

      Na verdade, 99% do nosso conteúdo é salutar. O estrume fedorento é exceção.

      Pense nisso…

      • Caro Berto. Não estou de acordo com o que disse o Gonzaga. Esta é uma gazeta escrota que, desde sempre, escolheu acolher todas as visões políticas. Contudo, eu e muita gente mais, estamos fartos de ver a coluna do Goiano, deitando fezes pela boca e pelas pontas dos dedos. Conclamo os leitores fubãnicos a uma ação para isolar o idiota mor: deixem de ler os escritos que ele comete, cheios dos dejetos humanos que lhe tomam o cérebro desde sempre. Vamos “fazer greve”, deixando de ler o estrume que ele produz e, consequentemente, não fazendo qualquer comentário a sua produção supostamente lítero-política. O que ele quer é sentir-se importante, ver que suas frases idiotas mexem com os brios de muita gente e que seus argumentos são a fonte da verdade, da decência, da honestidade intelectual. Deixemos que ele “morra à míngua” de debatedores, que suas palavras caiam num vazio profundo, lugar, aliás, de onde nunca deveriam ter saído. Ao ver-se, assim, isolado pela comunidade de leitores do JBF, ele, num excepcional acesso de inteligência e de fortes doses de “simancol”, talvez entenda que suas perorações lulistas não servem mais para massagear seu ego, que me parece ser maior do que o de seu deus Luladrão, e desista de enviar-lhe matérias fecais para publicação.

        • Grato pela força, caro Fernando.

          Como eu sempre digo e repito, o JBF é um espaço aberto e democrático onde cabem todas as opiniões. A tolerância é uma das nossas marcas características. Veja que nem moderação temos nos nossos comentários: é só o leitor dar o clique e sua opinião vai ao ar na mesma hora.

          São raras, raríssimas, as vezes em que tenho de cortar ou censurar algum comentário. Só mesmo em casos de graves ofensas pessoais ou coisas que possam nos trazer problemas com a justiça.

          No caso particular do colunista Goiano, um amigo meu muito especial e que foi meu colega de trabalho no serviço público, quando eu estava na ativa, já tive que intervir algumas poucas vezes.

          Como, por exemplo, quando ofenderam um membro de sua família, composta de grandes intelectuais e poetas brasileiros. Como sua mãe, Maria Braga Horta, e seu irmão mais velho, o poeta Anderson Braga Horta, também colunista do JBF. Aproveite e dê uma olha nestes dois links:

          https://pt.wikipedia.org/wiki/Anderson_Braga_Horta

          http://clubedepoetashomenagens.blogspot.com/2015/03/maria-braga-horta.html

          Há poucos dias, tive que intervir e retirar um comentário do ar, quando um leitor perguntou a Goiano como estava o seu “sarcoma”, praticando uma baixaria inominável, rogando um praga e expressando um desejo que ultrapassa todos os limites razoáveis.

          Repito: a intolerância não tem lugar num jornal onde cabem todas opiniões, tendências e ideologias.

          Gratíssimo pela sua compreensão.

          Abraços e uma excelente semana!

          • Berto, embora te agradeça pelas intervenções quanto a mim e minha família, tenho de discordar na manutenção do Fernando como leitor do Jornal, acho que democracia tem limites e o cara querer promover greve contra a minha coluna é extrema sacanagem. Proponho a expulsão sumária de Fernando, de Gonzaga, de Adônis e dos demais terraplanistas. Não por mim, mas pelo bem do próximo governo do Lula.

            • Prezado Berto,
              Vejo que a minha sugestão de “greve” contra as excrescências verbo-anais do Goiano fizeram um solene estrago no ânimo do indigitado, que pede minha cabeça.
              Por favor, caro editor, dê ampla difusão a minha sugestão de boicote total às verborragias goianas, que buscam o endeusamento absoluto de seu deus menor, o Luladrão.

      • Já vai tarde, Carlos.
        Foste.
        Vai ler jornais que só falam bem de Bolsonaro e mal de Lula: precisamos exercitar nosso espírito democrático é assim mesmo, saindo fora!
        Eu ficarei satisfeito quando só quem ama Lula ficar lendo este Jornal.

        • Um jumento encantado como tú não merece mais respostas. Antigamente vc me dava asco e engulhos. Hoje, total indiferença. Decrepitude é triste.

    • Gonzaga, um dos meus objetivos no Jornal da Besta Fubana é expulsar daqui todos os leitores que não gostam de mim, do que falo, das verdades que expilo. Portanto, saber que não lerás mais o Jornal da Besta Fubana só me traz alegrias. Aliás, se não saísses voluntariamente eu iria pedir tua expulsão. Vai ler O Antagonista e me deixa em paz.

  6. Cão que a pata machucada
    Sara lambendo o saco de bandido, bêbado, comunista e ladrão.
    #lulacontinualadrao
    A vantagem de ver o Lula solto, é a emoção de ver ele sendo preso de novo..
    Lula vai continuar sendo bandido, o maior ladrão da historia do mundial

    • Tu dizes isso, Júlio, porque não sabes de nada e pensas que sabes, porque és uma pessoa completamente iludida pelas redes sociais, o quinto poder da burrice humana.
      Se continuares assim, banir-te-ei do Jornal da Besta Fubana e recomendar-te-ei para a leitura do Diário Oficial da Desunião.

  7. Esta ejaculação anal poeteira do Goiano também me deixou inspirado.
    Vejam as paródias que me vieram à mente ao lê-lo:

    Eu sei e todo o mundo também sabe
    Que o mundo é vasto, grande pra chuchu
    Por mim, esse bando de filhos da puta
    Poderia todinho tomar no cu!

    Que mesmo que me enrabem, meu cu não afrouxe,
    Para ter no reto o rumo de muitas picas.
    Ah. Lula, como é bom te dar a bunda
    Em vez de ter vergonha nesta vida

    Que nos roubes tudo e deixes nada
    Roubando tudo numa corrida desabrida
    Sou mesmo uma cadela por Lula enrabada
    lambendo os ovos do próprio sem guarida

    Vamos assim em busca de uma rola
    Ideias muito loucas remoendo
    Sem nem ao menos termos percebido
    Que de novo o Brasil está se fodendo

    Creio que estas minhas modestas interpretações representem bem melhor a realidade dos posicionamentos de nosso amigo e colaborador Goianovsky.

Deixe uma resposta