9 pensou em “CHEGA FAZ PENA, A CUMUNISTINHA…

  1. Como todo comunista, é muito mal informada. Cuba sempre esteve nessa situação, muito antes da pandemia. Colega minha, pesquisadora , em 2006 esteve em Cuba e levou papel higiênico, dentifrício(olhe a Dilma), e sabonete. Recomendação dos colegas cubanos. Paraiso comunista desde sempre.

  2. Choque de realidade.

    Todo o esquerdista deveria passar o que esta moça passa, pois é a realidade do povo cubano.

    Tomara que nunca mais volte e tenha que se adaptar à ilha,

  3. Todo comuna na hora do aperto quer que o país capitalista vá ao seu socorro. Reparem que enquanto ela fala olha para o lado com medo de alguma coisa. Fica aí e viva feliz nesse paraíso cubano. Nas férias vs passear na Venezuela. Felicidades

    • O ruído ensurdecedor do silêncio do Goiano. Sim, o silêncio do Goiano faz ruído… Muito ruído, principalmente em casos onde a esquerda fica sem voz… Aguardemos…

        • Por acaso alguém ignora, talvez tu, Sancho Panza, que Cuba é um país pobre?
          Não, assim como não ignoras que Cuba tem o melhor níel edu cacional da América Latina e do Caribe.
          Também deves saber que Cuba é modelo na saúde: O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, parabenizou Cuba em abril de 2018 por ter “um dos melhores sistemas de saúde do mundo” e afirmou que o que a ilha pratica é “modelo” para outros países.
          Cuba, com toda a sua pobreza, garante moradia, ainda que precária, e o sustento mínimo para todos os cubanos, mas tudo pobremente, porque Cuba é pobre.
          Não é garantido que ser país comunista é sentença de pobreza, pois a URSS chegou a ser tão poderosa quanto os Estados Unidos mas ao que tudo indica eles preferiram o capitalismo e a liberdade, porque acabaram com o comunismo lá.
          Também a China sentiu o peso da economia fechada do comunismo e hoje vive aquele regime híbrido, um capitalismo controlado por um partido comunista, o que, logicamente, levou a um país rico, com as desigualdades que são inerentes ao capitalismo e à ausência de liberdades humanas, sociais e políticas.
          Explorar um vídeo mostrando que Cuba é pobre porque é comunista, nestgas alturas dos acontecimentos, só serve para manter vivo o fantasma jairmessiasbolsonarista de que o comunismo nos espreita atdrás da porta e que há um comunista pronto a tomar conta do Brasil escondido debaixo da tua cama.
          A direita é boba, mas é perigosa. Sua bubiça costuma levar a violências e a radicalismos incontroláveis.
          EM TEMPO: Quando posso passar um ano fora do Brasil, ou uns oito ou nove meses, como tenho feito desde 2006 por umas cinco ou seis vezes, nem sei mais, vou para a Europa, não vou para Cuba. Aproveito essa liberdade para mergulhar na cultura mais rica possível e viver as maravilhas culturais de cidades como Paris, Londres, Lisboa e tantas outras, ainda que vivendo em condições modestas, mas garanto que vale a pena. Também não tenho interesse nos Estados |Unidos, já estive lá e acho eles um Brasil mais rico, nada que me encante tanto, não sou deslumbrado por luxo e consumo. Nenhum interesse na Corseia do Norte, de mentdes atrasadas estamos bem sortidos aqui mesmo. Já a China… o Japão… ah, ficam tão longe, mas se der ainda vou, não para comer morcego, cachorro, barata ou escorpião, mas para me deslumbrar com a cultura oriental (como se sabe, teenho um ponto em comum com o Japão – sou praticante do Judô desde a mocidade). É isso.
          CONCLUSÃO: Arranjem uma desculpa mais consistente em vez dessa bobagem de que existe uma ameaça comunista no Brasil, pois não existe essa ameaça; ela é repetida para te manter na boiada que apoia as maluquices, burrices e tosquices desse presidente desasgtrado e incompetente que vocês elegeram e agora precisam tentar defender mesmo passando essa vergonha.

  4. E agora Boulos e caterva? Com certeza vão dizer que é fakenews gerada pelo Bolsonaro. Mas, será que dá para explicar para onde foi a grana que o Brasil pagou para Cuba pelos médicos escravos? O interessante é que lá em Cuba, tal como na Venezuela falta papel higiênico e pedem para os outros países ajudarem.

Deixe uma resposta