A PALAVRA DO EDITOR

Fiz no meu canal do YouTube uma entrevista com o médico Alessandro Loiola, que tem sido um crítico ferrenho dos exageros das autoridades nessa pandemia. O bate-papo, de mais de uma hora de duração, foi muito elogiado pelos milhares de seguidores, e vários que acompanham a live TudoConsta diariamente chegaram a considerar esta a melhor entrevista de todas.

Nada demais foi dito, ao menos não pela ótica de liberais e conservadores que não embarcaram na histeria coletiva da pandemia e que não endeusam as autoridades. Não obstante, qual não foi minha surpresa ao receber um email do YouTube avisando que o vídeo foi retirado do canal?! Sim, o YouTube resolveu apagar a conversa com mais de uma hora de extensão. E qual a justificativa? Ferimos as “regras” do canal. Como? Eis a explicação:

O YouTube não permite conteúdo que contesta explicitamente a eficácia das orientações das autoridades de saúde locais ou da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre distanciamento social e auto-isolamento que podem levar as pessoas a agir contra essa orientação.

Eu apelei, alegando que a OMS vem se equivocando muito mais do que acertando desde o começo da pandemia, e que não há embasamento científico para várias dessas medidas, como o caso do lockdown. Sem sucesso. Recebi com certa rapidez surpreendente a seguinte resposta:

Obrigado por enviar seu apelo de vídeo ao YouTube. Após uma análise mais detalhada do conteúdo, determinamos que seu vídeo viola nossas Diretrizes da comunidade e mantivemos nossa decisão original. Agradecemos a sua compreensão. Atenciosamente, equipe do YouTube.

Fico aqui pensando por quem essa equipe é composta… seriam pessoas como nossos “jornalistas”, que fazem quarentena gourmet com hashtag “fique em casa”, achando que são grandes humanistas por conta disso? Seriam eleitores do Doria?!

A coisa toda é surreal e absurda. O YouTube é uma plataforma que deveria ser neutra. Não cometendo um crime, o conteúdo deveria ser liberado. Mas existe, pelo visto, o “crime do pensamento”, e é proibido até questionar a OMS, aparentemente. Estamos diante de uma censura globalista, uma ditadura do pensamento único, uma tirania dos “especialistas” e tecnocratas ligados ao regime opressor chinês.

O “consolo” oferecido pela plataforma já expõe todo seu viés “progressista”, com linguagem calibrada para a era das “microagressões”:

Sabemos que isso pode ser decepcionante, mas é importante para nós que o YouTube seja um lugar seguro para todos. Se o conteúdo quebrar nossas regras, nós o removemos. Se você acha que cometemos um erro, você pode apelar e nós daremos outra olhada. Continue lendo para mais detalhes.

Lugar seguro para todos?! O que diabos isso quer dizer?! Que não se pode mais questionar a OMS e suas diretrizes sem respaldo científico? Que temos todos que adotar aquilo que as “autoridades” dizem e calar a boca?! É extremamente preocupante, e não é de hoje que liberais e conservadores são perseguidos pelas redes sociais.

Para quem quiser ver a entrevista, segue o vídeo do meu outro canal, criado recentemente como um backup (aproveito e recomendo que passem a segui-lo também).

Para acessar o vídeo, basta clicar aqui.

5 pensou em “CENSURA GLOBALISTA: NÃO PODE CRITICAR A OMS NO YOUTUBE

    • O Youtube tem o direito de retirar qualquer conteudo que viole suas regras. Se as regras são claras não sei, mas que tem, tem. O Constantino tem todo o direito de espernear em plataformas, blogs, sites, etc (como o JBF) que tenham regras mais condizentes com seus pensamentos.

      E lembrar que o Youtube funciona com “likes”. Pode ter sido o caso

      • Não sei se isso (Xande) é o teu nome ou é praga de madrinha.

        De qualquer modo, devido à minha idade – 77 anos) é bem provável que tu não estivesses nem nas bolas do teu pai, quando eu já era gente.

        E naquela época – em que pai era pai e filho era filho, logo, havia respeito e educação!!! – aprendia-se, desde cedo, umas máximas que (quanto mais passa o tempo) mais importantes e verdadeiras elas tornam-se, como por exemplo:

        “QUANTO MAIS TU TE ABAIXARES, MAIS TU MOSTRAS O TEU CU PRA LUA”,

        ou seja, mais qualquer um TE FODE.

        É o que está acontecendo agora:

        Qualquer vira-lata, com qualquer carguinho de araque – autopromovido ou não – fica cagando ordens e procedimentos cada vez mais imbecis, sob o jugo do medo – naturalmente, criado para isso mesmo!!! – para a obediência, cada vez, mais cega.

        Uma tática eficaz – que qualquer ditador sabe e aplica sempre!!! – dominando cada vez mais os outros.

        Como, por exemplo do prefeito da minha cidade, que – com sua “otoridade”, e ameaça de multa e prisão – além de inúmeras outras decisões, totalmente, sem fundamentos – exige (não pede!!!) que a população se esconda em casa, das 23 horas às 5 da madrugada.

        Conclui-se que (segundo essa “otoridade”) o vírus xingling – nas outras 18 horas – deve ficar inativo, a dormir em berço esplêndido.

        Ele deve ser uma outra cepa do original, ou, então, eis que surge – na mente doentia do prócer máximo da municipalidade – um vírus-lobisomem, ou um vírus-vampiro, ou, quem sabe, um vírus-ricardão, que precisa do escuro para atacar.

        E o dito, ao ser indagado ou qüestionado, do alto de sua prepotência artificiosa, normalmente, responde:

        – “NÃO TENHO QUE DAR SATISFAÇÕES. QUEM MANDA NO MEU MUNICÍPIO SOU EU”.

        E vira as costas, sendo o seu bem merecido prêmio não ter sido reeleito.

        Mas esse despertar dos crápulas proto ditadores começou com o infame “politicamente correto”, concedendo a qualquer frustrado o direito de cabrestear a linguagem, taxando de ofensiva – e ao seu bel-prazer – qualquer manifestação lingüística, que “mexa com/na sua DEGUINIDADI” e nos seus DEREITUS”.

        E aí veio essa peste (pre-programada!!!) xingling – e com ela o medo estimulado diuturnamente!!! – e os recalcados censores covidiotas saíram de seus esgotos fedorentos e se esbaldaram – e, continuam a se esbaldar!!!!

        E o direito a liberdade de pensamento e a livre opinião – GARANTIDO PELA CONSTITUIÇÃO!!! – estão sob severos ataques de qualquer uma nulidade – desde o com o mais infimo poder (ou adquirido, ou usurpado) ao (auto-)intitulado “poderoso”.

        E quais folhas secas em um temporal, as pessoas apavoradas, artificialmente e, também, a todo instante, com a tal de peste xingling, estão se deixando dominar – SE ABAIXANDO E MOSTRANDO O CU PRA LUA…

        E a liberdade de pensamento e opinião – como, por exemplo, no facebook, no youtube, no zapzap, etc… – sucumbindo, aos desejos ignóbeis e canalhas de uns patifes (que, covardes como são, se escondem no escuro do anonimato e/ou do pseudônimo), e cujo único orgasmo desses brochas e bichas (recalcados e/ou enrustidos) é aporrinhar a paciência dos outros, exercendo o seu pseudo poder.

        E aí vale outra máxima:

        “QUERES CONHECER O VILÃO, DÁ-LHE O BASTÃO”.

  1. Quando você pensa, fala e faz barbaridades fascistóides, não és necessariamente um fascista, estás apenas desabafando, diz o Constantino.
    Está aí, aos 36 minutos e 25 segundis:

  2. Pingback: DATA VENIA, RODRIGO | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe uma resposta