RODRIGO CONSTANTINO

O desgoverno Lula completa cem dias, e muita gente se mostra assustada, mesmo entre aqueles que fizeram o L. Não deveriam. Não há surpresa para quem tem mais de dez anos de idade e não sofre de amnésia. Não tem como acusar o “descondenado” de estelionato eleitoral desta vez. Falam que Lula “dilmou”, mas esquecem que a desgraça do governo Dilma foi plantada ainda no governo Lula, cujo ministro da Economia era inclusive o mesmo.

Lula sequer apresentou um plano de governo, mas nem precisou: o ódio a Bolsonaro era tanto na elite tucana que isso foi o suficiente para se unirem ao PT com o intuito de “salvar a democracia”. Nas poucas falas durante a campanha, Lula deu claros indícios de que faria exatamente isso: bagunçar a casa em ordem herdada de Bolsonaro, furar o teto de gastos, paralisar privatizações, reverter conquistas importantes da equipe de Paulo Guedes, aproximar-se de ditaduras socialistas companheiras etc.

Qual a novidade, então? No mais, era evidente que o terceiro mandato de Lula seria mais radical, pois o líder petista, após sua condenação e prisão, estava com sede de vingança, raivoso. A tal “frente ampla” nunca passou de uma piada de mau gosto. Lula quer ver todos aqueles que lutaram contra a corrupção pagando penitência, o que alimenta sua narrativa fajuta de perseguido político. Os tucanos que não foram capazes de enxergar isso são muito bobinhos mesmo.

Em suma, os cem primeiros dias da volta do lulismo ao poder são já uma catástrofe, mas não podemos aliviar a barra de quem colaborou com essa tragédia, pois ela era anunciada. Todos aqueles que demonizaram Bolsonaro são cúmplices dessa situação lamentável. Agora é torcer para que o sistema podre e carcomido, dominado por tucanos e fisiológicos, consiga impedir o pior e ao menos preservar a galinha dos ovos de ouro. Pois o risco que corremos, claramente, é virarmos rápido demais a próxima Argentina.

Um comentário em “CEM DIAS DE CAOS – ESPERADO!

  1. A carroça furação do dilmo vai desmontar tudo de positivo que Bolsonaro + equipe conseguiram em 3,5 anos. O dilmo não consegue nada de positivo e vive olhando no retrovisor ou seja, é um sindicalista retrógado e ultrapassado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *