XICO COM X, BIZERRA COM I

Dez da noite, eu já bem acolhido por Morfeu, meu telefone insiste em tocar sem ter quem o atenda. Poderia tê-lo desligado mas ando, eu sim, desligado e meio. Madrugada do dia seguinte (acordo pelas 4) vi quem me ligou e já me autorrecriminei pelo sono incontrolável que me domina assim que a tarde cai. Logo depois o prazer de receber a ligação não recebida na noite anterior: um dileto amigo, intelectual reconhecido país afora e que me dá o prazer enorme de incluir-me entre os amigos. Disse-me quase isso, massageou o meu ego. Desculpei-me pelo sono precoce, justifiquei o injustificável e passei o resto do dia alegre e satisfeito pela prova de bem-querença recebida. Fez-me honroso convite de encontro, que não pude aceitar por estar comprometido com outras obrigações inadiáveis anteriormente assumidas para o mesmo dia e horário. – Problema seu, disse-me, com seu tom ‘irônic/afável’ e o habitual alto astral. Nessa ligação relatou-me, bom contador de histórias que é, o ‘milagre’ que aqui reproduzo, reservando-me o direito de não revelar os ‘santos’, por falta de autorização: é o caso do filho que, em tom jocoso e bem humorado, encaminhou à mãe, no seu aniversário de 40 anos, um bilhete onde se lia: ‘a IDA começa aos 40’. A mãe guardou o bilhete por outros 40 anos e respondeu-lhe, ao completar 80, no verso do mesmo bilhete: ‘ a IDA eu não sei, mas a VIDA começa aos 80’. Verdade. A vida começa e recomeça exatamente nesses momentos de alegria que os amigos nos proporcionam. Como diria aquela senhora octogenária, mais sábia que o meu sábio amigo. A IDA, não importa quando começa. Deixemo-la que comece no exato instante que se permita. De preferência, daqui a alguns anos que não sejam de solidão. Importa, muito mais, presenciar o início da VIDA, seja em que idade for. Melhor assim.

Todos os Livros e a maioria dos Discos de autoria de XICO BIZERRA estão à disposição para compra através do email xicobizerra@forroboxote.com.br. Quem preferir, grande parte dos CDs está disponível nas plataformas digitais. Visite nosso site: www.forroboxote.com.br

5 pensou em “CEM ANOS DE NÃO-SOLIDÃO

  1. Xico Bizerra é gênio. Todo mundo sabe disso. E escreve como um Deus. Isso também toda gente sabe. E, com tampo, está cada vez melhor. Pode? Viva Xico Bizerra, pois. Para todos o sempre. Amém.

  2. Xico,

    “A IDA não importa quando começa”.

    A vida começa a cada raiar de um novo dia. Que cada um dos dias seguintes não sejam de solidão.

    “Melhor assim” termina você. Concordo.

  3. Maravilha de texto, grande mestre Xico.

    A IDA é uma eterna incógnita. A VIDA, esta sim, deve ser intensamente vivida e eternizada enquanto dure. Afinal foi o próprio Garcia que vaticinou: “Você não morre quando deveria, mas quando pode.” .

Deixe uma resposta para XICO BIZERRA Cancelar resposta