ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

LULA E O TRATADO DE VERSALHES

Dizem que Karl Marx afirmou:

A história se repete, primeiro como tragédia, depois como farsa.

O falso profeta alemão não foi além da segunda vez. Deveria ter ido! Teria nos dado alguma indicação sobre o que nos aguarda durante o 3º Reich lulista.

Como ele não fez previsão, faço eu a minha.

Minha opinião é de que o jumento de nove dedos está tão atabalhoado e senil, que o estágio final da sua nova e desastrosa passagem pelo governo nos conduzirá inexoravelmente a uma imensa catástrofe. Uma hecatombe de dimensões bíblicas e nunca antes vista na história deste país.

A melhor analogia que eu encontro para este governo é o Tratado de Versalhes. Descontentes com o resultado:

1. Primeiro Ministro Inglês – David Lloyd George – Queria indenização de US$ 300 Bilhões. Conseguiu se eleger com base nesta promessa. Só conseguiu receber 10 Bilhões e um império decadente.

2. Presidente Francês – Georges Clemenceau – Queria a Alemanha esmagada financeiramente para sempre e cobiçava o carvão e o aço do Hur. Só conseguiu o carvão da Alsácia, emprestado e por 15 anos, e uma Alemanha altamente ressentida com a humilhação.

3. Japoneses – Queriam a Manchúria inteira. Levaram apenas uma pequena parte. Trataram de tomar o resto por conta própria a ferro e fogo, e muito mais. Foi uma carnificina.

4. Chineses – Queriam se ver livre do Japão. Foram atraiçoados e esmagados pelos japoneses.

5. Ho-Chi-Min – Queria o Vietnam livre. Não levou nada. Continuou protetorado francês, até estourar numa guerra sangrenta que derrotou franceses e americanos e durou décadas.

6. Primeiro Ministro Italiano – Queria porto no Adriático. Terminou levando parte da Iugoslávia (Trieste) e o sul do Tirol austríaco. Mesmo assim, suas perdas tinham sido tão grandes que a anarquia pavimentou o caminho para os “Camisas Pardas” de Mussoline e sua adesão ao lado alemão na 2ª guerra mundial.

7. Alemanha – Conde Ulrich Von Brockdorff- Rantzau – Queria a Alemanha tratada com equidade. Foi esmagada financeiramente, perdeu partes consideráveis dos seus territórios, além de todas as colônias africanas e teve seu território dividido. Só serviu para os ressentimentos levarem à 2ª guerra mundial.

8. Sérvios, Eslovenos, Croatas e outros povos dos Balcãs. Queriam independência e ganharam uma geringonça chamada Iugoslávia. Por não ceder ao princípio da auto determinação dos povos, terminou em uma horrível carnificina décadas depois, na guerra dos Balcãs.

9. Estados Unidos – Woodrow Wilson – Queriam o pagamento dos empréstimos feitos. Ganharam a ingratidão e a traição em todas as discussões.

10. Árabes – Queriam a independência sob a dinastia Hashemita. Viraram protetorados inglês e francês.

11. Curdos – Tiveram negada a criação do seu estado-nação e ficaram divididos entre os recém criados Iraque e Turquia, sob os escombros do império Otomano.

12. Judeus – Queriam a criação da sua pátria na Palestina. Foram atraiçoados por todos os grandes. Tiveram de conquistar sua pátria na marra, depois do holocausto da 2ª guerra mundial.

Sem falar em Armênios, posteriormente trucidados pelos turcos, e outras minorias étnicas com o mesmo destino.

Sintetizando: O Tratado de Versalhes reuniu uma porção de raposas políticas, todas altamente sabidas e vorazes, todas ávidas por abocanhar o rescaldo da imensa matança que foi a 1ª Guerra mundial. A consequência do imenso festival de egoísmos foi que só serviu como intervalo de preparação para uma carnificina ainda maior, na 2ª guerra mundial, além de uma miríade de outras chacinas menores e localizadas ao longo de décadas.

De forma semelhante, os egoísmos dos descontentes com o governo do apedeuta nos levará a:

1. Primeiro, e antes de qualquer consideração, a revolta e a repulsa da IMENSA MAIORIA DA NOSSA POPULAÇÃO, que foi esbulhada e roubada em seu direito a se recusar ser comandada por um bandido e sua imensa gangue de asseclas. Recusam-se firmemente a aceitar as determinações canalhas e as ordens criminosas emanadas desta verdadeira alcateia de lobos vorazes.

Depois, quando os recursos se mostrarem absolutamente insuficientes para bancar todas as promessas estapafúrdias feitas pelo criminoso de nove dedos, teremos os seguintes descontentes:

2. A Turma da Mortadela e da Picanha – Encheram a vista com a promessa de que iriam tomar yogurt e viajar de avião. Era piada! Com a derrocada da economia, não vão ter nem carne de pescoço. Só cachorro!

3. A Turma do Salário Mínimo – Emprenharam pelos ouvidos com as promessas de que teriam aumentos acima da inflação. Não ganharam aumento nenhum, e ganharam mais a obrigação de pagar imposto de renda.

4. Países socialistas vizinhos – Todos eles estão esperando desesperadamente para receber generosas doações a fundo perdido e não reembolsáveis do crápula. Bilhões de dólares jorrando da cornucópia chamada Brasil. Só que não vai ter dinheiro suficiente para todos, e nem na quantidade que estão esperando.

5. Tiranias africanas – Estão todos doidos para reatar relações com o generoso babaca que saiu distribuindo nosso suado dinheiro com seus colegas genocidas, todos assassinos de seus próprios povos.

6. Sindicalistas – Todos aguardando ansiosamente a volta das benesses propiciadas pelo imposto sindical obrigatório, além dos cargos e subsídios governamentais. Quebrarão a cara!

7. ONGs diversas e de nada com coisa nenhuma – Todas sequiosas pelas generosas verbas. Podem separar um bocado de bilhões para começar, e mesmo assim não vai dar para tudo o que estão querendo.

8. MST, MTST et Caterva – Estão só aguardando ansiosos para ver quando é que começará a mamata de novo, com os generosos subsídios a eles destinados pelo governo.

9. Artistas da Lei Rouanet – Já foram agraciados com um bilhão. Dizem que tem mais 9 bilhões para distribuir com a galera. Não vai dar nem para o começo, diante da quantidade de picaretas que tem na fila, e da voracidade dos mesmos. Os caras estão com fome e síndrome de abstinência de verbas públicas há anos.

10. Jornalistas de aluguel (Quase toda a imprensa brasileira) – Estão só esperando para ver quando é que vai começar o festival de publicidades e apoios governamentais. Será impossível atender a todos.

11. Grupos de comunicação lacaios – Desesperados pela volta dos BILHÕES das verbas públicas.

12. Deputados e senadores – Todos loucos por um orçamento BEEEEEMMMMM participativo e cheio de emendas do relator, ou no mínimo a presidência de uma estatal bem gorda de verbas. Haja estatal!

13. PT e “Base aliada” – Milhares de bandidos com Q.I. de jumentos, ávidos por uma mamata. Haja verba!

14. Professores das Universidades Federais – Patifes a serviço da doutrinação, sempre ávidos por mais verbas.

15. Militares Melancia – Vão se tocar que foram usados, tal qual papel higiênico, após o que serão jogados na lata do lixo da nossa história. O pior de tudo é que sairão totalmente desmoralizados e como frouxos e traidores da pátria. Achando que iam se dar bem; farão parte do time de Calabar e Silvério dos Reis!

16. Banqueiros e empresários esquerdistas – Achavam que iam bamburrar. Com a imensa derrocada de nossa economia, vão todos afundar junto com o restante da nação. Bem feito para deixarem de ser canalhas.

Sintetizando: Este filme só tem bandidos. Vai faltar mocinhos para pagar a esbórnia. Podem se preparar para comer cachorro assado, junto com o resto da população. Antevejo só um pequeno intervalo, antes que a verdadeira debacle exploda. Primeiro serão dezenas de falências menores e localizadas. A partir daí, um tsunami de frustrações irá se acumulando, até culminar com a falência total da base produtiva. Depois, o aparato estatal desmorona!

Duvido que as camadas mais esclarecidas da nossa população continuem consentindo em serem tosquiadas e sangradas pelo governo, simplesmente para manter este festival de esculhambação. A esta altura, o apedeuta, arrogante e mentiroso contumaz, dança. Só não sei como.

OS ATLAS CANSARAM!

VAMOS AO ARMAGEDON! E QUE DEUS TENHA PIEDADE DE NÓS!

ESTE GOVERNO AMALDIÇOADO IRÁ DESABAR SOB O PESO DA PRÓPRIA CANALHICE.

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

PREDADORES

As ações das Lojas Americanas detidas por Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Sicupira, perdeu R$ 2,36 bilhões de valor no dia seguinte ao anúncio, feito pelo novo C.E.O. recém contratado, de que o balanço da gigante varejista apresentava “inconsistências contábeis” de R$ 20 bilhões.

Considero absolutamente fantástica a capacidade dessa classe de gente para criar neologismos metafóricos, sempre de sentido escorregadio e dúbio, visando muito mais ocultar a verdade que aclará-la. É dessa forma que, mais uma vez, a “Troika” de vigaristas tenta denominar o sumiço de mais de R$ 20 BILHÕES do patrimônio da empresa. Não foi roubo! São meras “inconsistências contábeis”.

Fazem companhia aos criadores dos “Valores não contabilizados” e mais toda uma série imensa de vigaristas de nosso país que manipulam o entendimento das pessoas mais simplórias através da distorção da linguagem.

Pelo mais recente ranking de bilionários da Forbes, no final do ano, Lemann era o homem mais rico do país (fortuna de R$ 72 bilhões, em dezembro de 2022). Telles (R$ 48 bilhões) e Sicupira (R$ 39,8 bilhões) seriam respectivamente terceiro e quarto no ranking da publicação. Este é o tamanho do butim amealhado pela gang ao longo das diversas décadas de trambiques e mutretas variadas, sempre praticadas em grande escala.

Usufruem de forma magistral do princípio legal brasileiro que determina: “Quem rouba pouco é ladrão. Quem rouba bilhões, são meras “inconsistências contábeis” e se transformam em modelos de empresários a serem imitados.

Observem que só praticam essas gatunagens aqui no Brasil pois, se fizessem o mesmo em outro país um pouco menos avacalhado que o nosso, UM POR CENTO que fosse do que aqui já fizeram, já estariam apodrecendo na cadeia há muito tempo. Lá no estrangeiro, limitam-se a serem “meros” predadores empresariais.

Os três são sócios da 3G Capital e controlam uma série de pesos pesados como a Ab-Inbev, a maior cervejaria do mundo, a Kraft-Heinz e o Burger King. Nunca criaram nada! Simplesmente se apropriaram, através de aquisições hostis (Hostile Take Over), de empresas antigas, cujo controle acionário se achava pulverizado e cuja administração não era “agressiva” o suficiente para extrair todo o lucro possível e para resistir aos ataques dos predadores corporativos.

No Brasil, o trio fundou a Ambev, unindo a Brahma e a Antarctica. Só esta fusão já daria um livro melhor que filmes de máfia. Juntos, Lemann, Telles e Sicupira são os maiores acionistas das Americanas, embora hoje não sejam majoritários. Controlam o 31% da empresa por meio de uma série de estruturas jurídicas baseadas no Brasil e no exterior. Alguns familiares dos três aparecem como acionistas da companhia. Venderam o controle prevendo o rombo e tirando o fiofó da reta!

O fato é que, ao final das supostas “inconsistências contábeis”, sumiram de 20 a 40 BILHÕES da empresa. Só sobrará uma carcaça com valor negativo. Os prováveis responsáveis pelo rombo, os diretores, ao perceberem o naufrágio eminente, venderam mais de R$ 210 milhões em ações das Americanas no segundo semestre de 2022, mesmo tendo pago R$ 333,2 milhões em dividendos até setembro, saídos só Deus sabe de onde. Foi o maior valor já distribuído pela empresa nos últimos dez anos, e é maior que o pago por concorrentes diretas. O pagamento foi feito antes da revelação do imenso rombo contábil. Isto é o que aponta documentos publicados pela própria empresa no portal de relacionamento com investidores. A venda destas ações é forte indicador de que os sócios majoritários e os diretores das Americanas tinham noção do que estava acontecendo na empresa.

O roteiro é exatamente o mesmo já adotado inúmeras vezes pelos geniais picaretas. Iludiu-se quem quis. A esperança era que estes espremeriam as empresas, para extrair até à última gota todo o dividendo possível, (ou mesmo impossível), como vinham fazendo em tantas outras. Valorizaram assim, artificialmente, os preços das ações das empresas por onde passaram. Segundo eles, estariam “Agregando Valor”. Através de malabarismos contábeis, joga-se depois um prejuízo bilionário no colo dos investidores institucionais (fundos de pensão e de investimento) e minoritários, e os “inocentes” controladores pulam fora mais ricos em alguns bilhões.

Foi com “gracinhas” deste mesmo jaez que os fundos de pensão das estatais brasileiras acumularam prejuízos bilionários, sempre através da conivência criminosa entre petistas, diretores dos fundos de aposentadoria dos funcionários, e os tubarões do mercado financeiro. Que o digam os fundos da PREVI, Caixa Econômica e dos Correios, estes últimos até hoje forçados a fazerem contribuições altíssimas a fim de tentar tapar o rombo deixado pela voracidade dos predadores.

Mas esta é uma história que já vem de bem longe.

Quando foi fechado o acordo de fusão entre Ambev e Interbrew, em 2004, foi decidido que o trio de controladores da Ambev passaria a dominar metade da empresa belga, rebatizada de Inbev, e que a Inbev passaria a deter a maioria das ações da Ambev. Com capital belga, foi criada em território brasileiro uma subsidiária do grupo de nome Inbev Holding Brasil. Esta adquiriu uma porção das ações dos acionistas minoritários da Ambev, por preço acima do valor de mercado. Outras ações da Ambev (da trinca controladora) foram remetidas pelo mesmo preço acima do valor de mercado por uma subsidiária da Inbev na Holanda, de nome IIBV (Interbrew International B.V). A IIBV pagou pelas ações transferindo para o controle da Ambev a cervejaria Labatt, do Canadá. As ações da Ambev adquiridas pela IIBV foram então repassadas à Inbev Holding Brasil, através de um aporte de capital – e a Inbev Holding Brasil passou a concentrar tanto as ações adquiridas dos acionistas minoritários quanto as ações adquiridas pela IIBV. A paga por estas últimas foram as ações de controle da INBEV mundial.

Nesta ocasião, a Ambev cobrou créditos tributários pelas suas próprias ações, que haviam sido adquiridas pela Inbev Holding Brasil e pela IIBV, valendo-se de um instrumento chamado amortização de ágio. Com isto, conseguiu deixar de pagar R$ 2,8 bilhões em impostos através dessas operações de compra e aquisição realizadas dentro do próprio grupo econômico. Setenta por cento desse montante foi remetido à sua controladora no exterior, a Inbev, segundo os formulários de referência da empresa.

Entendeu? Não? Nem eu! E creio que ninguém mais. Só eles mesmos.

A crítica que alguns analistas fizeram à época é que a Labatt (Canadense) teria sido “vendida” à AMBEV por um valor alguns BILHÕES acima do seu valor patrimonial. O ágio pago, além de propiciar uma redução bilionária nos impostos, fez com que este mesmo valor fosse usado para supervalorizar o valor das ações da AMBEV que a trinca usou para “comprar” a metade da nova empresa criada, a INBEV, deixando o rombo para os acionistas que permaneceram como sócios apenas da AMBEV.

A Receita autuou a cervejaria por estas operações em 2010, cobrando o valor amortizado tributariamente, acrescido de juros e multa. Quem quiser entender um pouco melhor essa jogada, dê uma olhada no seguinte filme:

No mesmo ano de 2010, os fundadores da AmBev concordaram em pagar um total de 18,6 milhões de reais à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para encerrar processos administrativos contra eles. O trio – que controlava a brasileira AmBev quando a empresa foi vendida à belga Interbrew em 2004, dando origem à InBev – era acusado, entre outras coisas, de abuso de poder ao usar o plano de opção de compra de ações da AmBev para elevar suas participações acionárias em detrimento dos acionistas minoritários. Eles também teriam induzido o então vice-presidente financeiro da AmBev, Luiz Felipe Dutra, a divulgar informações incorretas ao mercado na época da aliança da cervejaria com a Interbrew. Por fim, eles teriam realizado negociações irregulares com ações, com uso de informação privilegiada.

Em processo instaurado pela Superintendência de Relações com o Mercado e Intermediários (SMI) da CVM –o maior dos dois contra Telles, Lemann e Sicupira– eles pagarão, cada um, 5 milhões de reais à autarquia. Em meados de novembro, eles haviam oferecido um total de três milhões de reais à CVM, proposta que foi recusada pelo Colegiado. Trata-se de um dos maiores acordos já fechados com a CVM para encerrar um caso de irregularidades no mercado de capitais brasileiro.

A Receita acusou também a cervejaria brasileira de lançar mão de treaty shopping – quando uma empresa-mãe busca posicionar “filiais-fantasma”, improdutivas, em países que têm acordos contra bitributação firmados com o Brasil, de forma a evitar o pagamento de impostos. A Ambev utilizou uma dessas filiais, sediada nas Ilhas Canárias, para evitar o pagamento de quase R$ 500 milhões em impostos referentes aos lucros de uma terceira empresa, sediada no Uruguai. Dezessete anos depois da aplicação da multa original, o caso segue na Justiça. Até o momento, a empresa não pagou nem um centavo sobre as infrações.

Sintetizando: desde a “tomada do poder” na Brahma, bem ao Estilo José Dirceu (Sorrateiramente e ao arrepio de qualquer escrúpulo), até os dias atuais, a trajetória desta turma tem sido uma sucessão de gatunagens que fariam de Al Capone um simples trombadinha. Dentro deste quadro dantesco, as selvagens condições de trabalho impostas nas empresas que controlam, onde o cumprimento de metas insanas demanda jornadas diuturnas rotineiramente, são apenas mais um detalhe na busca desenfreada pela “Agregação de Valor” e pelo “Orçamento Base Zero”. Tudo isto sempre buscando uma valorização artificial das ações, onde o caso recente das Americanas, em que o valor de mercado, antes da derrocada, era o dobro do faturamento, é apenas mais um. Quem quiser arriscar seu dinheiro nas mãos dessa turma, BOA SORTE!

De minha parte, não compro nem um carro velho, de nenhum desses três vigaristas.

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

MALDITOS SEJAM AD AETERNUM!

Padre de Anápolis diz que eleitores de Lula serão excomungados

“E quando chegar no tribunal de Deus, vai falar ‘nunca matei e nem roubei’. Matou e roubou sim, matou crianças muito pequenas, roubou sim, ajudou o seu país a ser assaltado. Você é responsável”, completou.

Para quem acha que pode votar nesta horda de vândalos e SE DIZER CRISTÃOS, leiam os documentos abaixo:

1. CARTA ENCÍCLICA «RERUM NOVARUM» DO SUMO PONTÍFICE PAPA LEÃO XIII – SOBRE A CONDIÇÃO DOS OPERÁRIOS

“…o monopólio do trabalho e dos papéis de crédito, que se tornaram o quinhão dum pequeno número de ricos e de opulentos, impõem assim um jugo quase servil à imensa multidão dos proletários.

Os Socialistas, para curar este mal, instigam nos pobres o ódio invejoso contra os que possuem, e pretendem que toda a propriedade de bens particulares deve ser suprimida, que os bens dum indivíduo qualquer devem ser comuns a todos, e que a sua administração deve voltar para – os Municípios ou para o Estado. Mediante esta transladação das propriedades e esta igual repartição das riquezas e das comodidades que elas proporcionam entre os cidadãos, lisonjeiam-se de aplicar um remédio eficaz aos males presentes. Mas semelhante teoria, longe de ser capaz de pôr termo ao conflito, prejudicaria o operário se fosse posta em prática. Pelo contrário, é sumamente injusta, por violar os direitos legítimos dos proprietários, viciar as funções do Estado e tender para a subversão completa do edifício social.”

Roma, no dia 15 de maio de 1891, no décimo quarto ano do Nosso Pontificado. PAPA LEÃO XIII

2. CARTA ENCÍCLICA DIVINIS REDEMPTORIS DE SUA SANTIDADE PAPA PIO XI – SOBRE O COMUNISMO ATEU

Roma, no dia 19 de março de 1937, ano XVI do Nosso Pontificado. PIO XI PP.

3. DECRETO CONTRA O COMUNISMO – designação popular do documento da Igreja Católica, publicado pelo Santo Ofício no dia 1 de julho de 1949, durante o pontificado do Papa Pio XII. Este documento afirma a excomunhão automática ipso facto (ou latae sententiae) de todos os católicos que, em obstinação consciente, aderem ao ateísmo e ao materialismo associado ao comunismo e às doutrinas marxistas.

Decreto do Santo Ofício de 25 de junho de 1949

Foram feitas quatro perguntas à Suprema Sagrada Congregação (listadas a seguir). Os Eminentíssimos e Reverendíssimos Padres, responsáveis pela proteção da fé e da moral, tiveram o voto dos Consultores, na reunião plenária de 28 de junho de 1949, e responderam decretando:

Q.1 Acaso é lícito (ao católico) dar o nome ou prestar favor aos partidos comunistas?

R. Não; o comunismo é de fato materialista e anticristão; embora declarem às vezes em palavras que não atacam a religião, os comunistas demonstram de fato, quer pela doutrina, quer pelas ações, que são hostis a Deus, à verdadeira religião e à Igreja de Cristo.

Q. 2 Acaso é lícito publicar, propagar ou ler livros, diários ou folhas que defendam a ação ou a doutrina dos comunistas, ou escrever nelas?

R. Não, pois são proibidos pelo próprio direito (CIC n.1399).

Q. 3 Os cristãos que realizarem consciente e livremente ações conforme os n°s 1 e 2 podem ser admitidos aos sacramentos?

R. Não, segundo os princípios ordinários que determinam a recusa dos Sacramentos àquele que não tem a disposição que lhes é requerida.

Q. 4 Se os fiéis de Cristo, que declaram abertamente a doutrina materialista e anticristã dos comunistas, e, principalmente, a defendem ou a propagam, ipso facto caem em excomunhão (‘speciali modo‘) reservada à Sé Apostólica?

R. Sim.

4. Em 4 de abril de 1959, o Papa João XXIII autorizou a publicação do Dubium, um documento do Santo Ofício de 25 de março, que confirmava o decreto contra o Comunismo de 1949. Neste documento, reafirmou que não era permitido aos católicos darem seu voto a partidos ou candidatos que sejam comunistas ou seus aliados.

5. O Papa João XXIII fez também publicar a resposta a uma outra pergunta sobre o mesmo tema, aos 5 de junho do ano 1963, durante o concílio Vaticano II, sendo a seguinte: ‘

Q. 5 É permitido aos católicos, ao eleger representantes do povo, dar seu voto a partidos ou candidatos que, mesmo que não se proclamem comunistas, ou se declarem cristãos, os apoiam?

Resposta: Não.

6. Os Papas Paulo VI e João Paulo II também publicaram reiteradas admoestações contra a “Luta de Classes” e o Socialismo/Comunismo, reafirmando veementemente tudo o que os seus predecessores haviam declarado.

Assim, diante das reiteradas condenações advindas de TODOS OS PAPAS, ao longo de mais de 130 anos…

Eu, Adônis Oliveira, senhor do meu destino e piloto da minha alma, juntamente com a esmagadora maioria da população brasileira que é cristã, faço saber a vossas mercês comunistas: como há dias que, tendo notícia das más opiniões desta casta maldita, procuramos por diferentes caminhos e promessas retirá-los de seus maus caminhos; e que, não podendo remediá-los, antes, pelo contrário, tendo a cada dia maiores notícias das horrendas heresias que praticam e ensinam, e das enormes e horrendas obras que praticam; tendo disso muitas testemunhas fidedignas que depuseram e testemunharam tudo em presença de toda a população, de que ficaram convencidos, os quais tendo tudo examinado em presença do Senhor Nosso Deus, deliberamos com o seu parecer que dita casta seja excomungada e apartada de toda a nação brasileira, como atualmente os põe na condição de amaldiçoados, com a maldição seguinte: Com a sentença dos Anjos, com o dito dos Santos, com o consentimento do Deus Bendito e com o consentimento de toda esta nossa população, diante dos Santos Serafins, estes, com seiscentos e treze parceiros que estão escritos neles, nós Excomungamos, apartamos, amaldiçoamos e praguejamos aos COMUNISTAS, com a maldição que excomungou Josué a Jericó, com a maldição que maldisse Elias aos moços, e com todas as maldições que estão escritas na Lei. Malditos sejam de dia e malditos sejam de noite, malditos sejam em seu deitar e malditos sejam em seu levantar, malditos eles em seu sair e malditos eles em seu entrar; não queira Adonai perdoar a eles, que então semeie o furor de Adonai e seu zelo nestas pessoas e caia neles todas as maldições escritas no livro desta Lei. E vós, os apegados com Adonai, vosso Deus, sejais atentos todos vós hoje. Advertindo que ninguém lhes pode falar oralmente nem por escrito, nem lhes fazer nenhum favor, nem estar com eles debaixo do mesmo teto, nem junto com eles a menos de quatro côvados (três palmos, isto é, 0,66m; cúbito), nem ler papel algum feito ou escrito por eles”.

Em suma:

Apodreçam nos infernos e que os castigos de Satanás não lhes sejam leves!

Ah! Antes que eu esqueça: GOLPISTA E TERRORISTA… É A PUTA QUE OS PARIU!

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

O INCÊNDIO DO REICHSTAG!

A história se repete, primeiro como tragédia, depois como farsa.

Democracia é a estrada para o socialismo.

Vejam que texto lindo, transbordante de amor, publicado na página dos comunistas por um tal de Gabriel Santos, de Maceió, AL, em 22 de outubro de 2018.

A internet é cruel.

Clique aqui para ler o texto completo

A “brincadeira” relatada no texto custou a morte de centenas de milhões de pessoas, da maneira mais atroz que se possa imaginar, além da destruição de toda a Europa e de grande parte da Ásia. Será esta a “farsa” que nos aguarda ao final da palhaçada vista no final de semana de 08/01 em Brasília, só que com os sinais trocados?

As maiores tiranias são sempre praticadas em nome das causas mais nobres.

O dever do verdadeiro patriota é proteger o seu país contra o seu governo.

Bom senso nos diz que, o poder que trabalhou para nos subjugar, é o mais impróprio para nos defender.

Pessoas não devem PEDIR por direitos, mas TOMÁ-LOS.

Governo, em sua melhor forma, é apenas um mal necessário; na sua pior condição, um mal intolerável.

O objetivo de toda associação política é a preservação de direitos naturais e imprescritíveis das pessoas; e estes direitos são: Liberdade, propriedade, segurança e resistência à opressão.

O PERÍODO DE DEBATES ACABOU! ARMAS, COMO ÚLTIMO RECURSO, DEVEM DECIDIR A DISPUTA!

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

PERDEMOS! NÓS SOMOS MANÉS!

CHEGA! Meu saco estourou! Entrego os pontos. Este é meu último artigo. Não escreverei mais para esta gazeta.

Desde o dia 22 de junho de 2015, aí já se foram quase 7 anos, escrevi religiosamente todos os domingos a minha mais sincera opinião a respeito dos mais diversos assuntos que estivessem demandando a atenção no momento. Segundo vejo agora, foi tudo em vão. Leiam o que escrevi em 2017 e me digam se estou errado.

Previsões para 2018

Consultei meus guias espirituais e estas são a previsões para o ano que se avizinha:

1. A CORJA POLÍTICA CONTINUARÁ DETONANDO A OPERAÇÃO LAVA-A-JATO DE TODAS AS MANEIRAS POSSÍVEIS E IMAGINÁVEIS!

2. A ROUBALHEIRA DE RECURSOS PÚBLICOS CONTINUARÁ FRENÉTICA E PRATICADA DE TODAS AS MANEIRAS! A única modificação que será observada será uma maior cautela ao longo da roubalheira, a fim de não incorrer em alguma reação popular.

3. CONTINUARÃO A SER INDICADOS COMPARSAS E ASSECLAS PARA OCUPAREM TODAS AS INSTÂNCIAS SUPERIORES DO EXECUTIVO E DO JUDICIÁRIO!

4. TODO NOSSO ARCABOUÇO JURÍDICO CONTINUARÁ METICULOSAMENTE PROJETADO A FIM DE PRESERVAR AS PREGAS DOS LADRÕES QUE NOS DOMINAM E INFELICITAM.

5. CONTINUAREMOS SENDO COMANDADOS POR UMA LEGIÃO IMENSA DE IMBECIS ABSOLUTAMENTE CANALHAS E INCOMPETENTES!

6. HORDAS ULULANTES DE CRÁPULAS CONTINUARÃO SE APRESENTANDO PARA TER TAMBÉM O DIREITO DE MAMAR NAS TETAS ESTATAIS, SEJA ATREVÉS DAS ELEIÇÕES, POR CONCURSOS PÚBLICOS OU EM CARGOS DE “CONFIANÇA” NAS ESTATAIS.

7. O GOVERNO BRASILEIRO CONTINUARÁ CAGANDO REGRAS NA VIDA DO CIDADÃO SOB A FORMA DE UMA VERDADEIRA TORRENTE DIARRÉICA!

8. TUDO O QUE É CHEFETE DE MERDA NO GOVERNO SE ACHARÁ NO DIREITO DE PRESCREVER OS MÍNIMOS DETALHES DA VIDA DOS CIDADÃOS!

9. O ROMBO FINANCEIRO DO GOVERNO SÓ AUMENTARÁ E O TOTAL DA DÍVIDA PÚBLICA DEVERÁ ULTRAPASSAR O PIB DO PAÍS!

10. OS JUROS PAGOS PELO GOVERNO PASSARÃO A CONSUMIR QUASE A TOTALIDADE DE TODOS OS IMPOSTOS EXTORQUIDOS DOS OTÁRIOS, Ops…DOS “CIDADÃOS”.

11. O BRASIL CONTINUARÁ TOTALMENTE FUDIDO, MAL PAGO E SEM PERSPECTIVAS DE MELHORA ALGUMA!

12. A VELOCIDADE MÉDIA DAS ESTRADAS BRASILEIRAS SERÁ DE 20 Km/h. A CADA QUILÔMETRO HAVERÁ QUEBRA-MOLAS E LOMBADAS ELETRÔNICAS. ARRECADARÃO TRILHÕES EM MULTAS e, mesmo assim, o número de mortos em acidentes ultrapassará a barreira dos 100.000 por ano. Melhorar a engenharia das estradas? Nem pensar! Até porque o dinheiro do governo todinho só dá para os juros e a corrupção.

13. A POPULAÇÃO CONTINUARÁ ENCALACRADA EM DÍVIDAS, AFUNDANDO NA MERDA E PAGANDO CADA VEZ MAIS IMPOSTOS PARA NADA!

14. O NÚMERO DE ASSASSINATOS ULTRAPASSARÁ A BARREIRA DOS 100.000 AO ANO. OS SOCIALISTAS CONTINUARÃO AFIRMANDO QUE É TUDO FRUTO DA MÁ “DISTRIBUIÇÃO DE RENDA”, DA HERANÇA MALDITA E DA DÍVIDA SOCIAL.

15. A INDÚSTRIA BRASILEIRA CONTINUARÁ SENDO “DESCONSTRUÍDA” PELAS AÇÕES PREDATÓRIAS DOS ÓRGÃOS GOVERNAMENTAIS! Retornaremos à condição de produtor de miçangas e de lembranças artesanais para turistas gringos. Aqueles loucos que vierem visitar esta bosta.

16. OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA CONTINUARÃO DEFECANDO AD-NAUSEAM FILIGRANAS DE ASSUNTOS ABSOLUTAMENTE IMBECIS E IRRELEVANTES!

17. A REDE GLOBO CONTINUARÁ APRESENTANDO DIARIAMENTE LIÇÕES INTENSIVAS DE PUTARIA E VIADAGEM. O “Fashion” continuará a ser: a) As meninas emprenharem 3 vezes antes dos 15 anos, cada vez de um pai diferente e que nem elas terão certeza quem seja. Depois, entrega o pimpolho para os avós criarem. b) Quando não estiverem emprenhando, estarão esfregando o xibiu no das colegas. Afinal, “todos tem o direito a provar de tudo, né?” c) Os rapazes usarão brincos de “strass” e coque estilo “Ninja”, que é para o macho deles ter onde segurar quando os estiver enrabando. Todos serão forçados a dar a bunda pelo menos umas três vezes, antes de “decidirem” se querem mesmo ser homem.

18. CONTINUARÁ SENDO UMA GRANDE MERDA VIVER NESTE PAÍS!

FELIZ ANO NOVO! Ahahah (Piadinha sarcástica e de mau gosto)

31 de dezembro de 2017       01 de janeiro de 2030       01 de janeiro de 2100

P.S. Cansei de bradar em pleno deserto. Não aguento mais nem ouvir falar de Lula, Zé Dirceu, Haddad, Dilma, Xandão, Flávio Dino, Consórcio Nordeste, e o restante do imenso bando de crápulas! O focinho nojento destes seres abjetos me dá ânsias fortíssimas de vômitos. Farei o possível para esquecer que existem e não quero mais nem ouvir falar neles. MEUS QUERIDOS E ABNEGADOS LEITORES ME PERDOEM, MAS…

VOU MERGULHAR DE CABEÇA NA OBSCURIDADE!

Esqueçam de mim e de tudo o que escrevi. FUI!

Quanto aos crápulas que se apossaram de nossa nação, antevejo augúrios de que serão todos portadores de dolorosas fístulas cancerosas ulceradas no ânus, consequência das suas reiteradas tentativas de introjetar polpudos objetos fálicos na contramão deste canal.

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

E AGORA?

A ESPERANÇA NÃO MORREU!

JESUS NASCEU. Aleluia!

Quanto aos asseclas do Satanás, MALDITOS CÃES DOS INFERNOS, ladrões, hipócritas, parasitas, falsários, mentirosos, canalhas, simulados, sinuosos, subservientes ao agente de Belzebu na nossa terra, aberrações sexuais e morais das mais variadas espécies, rebotalhos abjetos e sem nenhuma ética que não seja a busca desenfreada da vantagem econômica e do poder, todos deslumbrados com as benesses de um poder que não lhes pertence e sempre conquistado através das piores falcatruas e trambiques imagináveis, a todos estes chacais e hienas nojentos e putrefatos, penas e mentes vendidas a serviço das hostes satânicas, mestres na arte da enganação e da demagogia enganadora dos mais simplórios, todos ávidos para se banquetearem vingativamente em um festim sanguinolento com as carnes dos heróis que ousaram se antepor aos seus planos demoníacos, desejo-lhes do mais profundo do meu coração…

que as penas do inferno não lhes sejam leves e que apodreçam para sempre nas profundezas do reino de satanás!

Que esta récua de patifes queime nas profundezas dos infernos até o final dos tempos, a fim de purgar os seus incontáveis e incomensuráveis pecados, principalmente o da soberba de quererem eliminar a presença de Deus na terra e de criarem um “Paraiso”, onde a tônica será sempre o autoritarismo e o terror, sob a justificativa canalha de estarem procurando o “bem” da humanidade.

CÃES HIPÓCRITAS E MENTIROSOS! VÃO FAZER COMPANHIA A SEU LIDER MAIOR E EXEMPLO, LUCIFER, LÁ NAS PROFUNDEZAS DOS INFERNOS!

MALDITOS SEJAM PARA TODO O SEMPRE!

Seus nomes serão sinônimo de infâmia para todo o sempre na história do nosso país.

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

FARDAMENTO MILITAR – 2023

Diante da formidável hecatombe moral, política, econômica, social, e cultural, que se apossa celeremente do nosso país, ocasionada fortemente pela imensa pusilanimidade, tibieza, frouxura, preguiça, covardia, e mais uma penca de outros adjetivos que não me lembro, os quais levaram as nossas gloriosas Forças Armadas a entregar de bandeja nossa nação nas mãos da maior horda de crápulas que este país já viu, venho muito humildemente sugerir algumas peças de vestuário para o fardamento destes na temporada que está prestes a se iniciar. Estas, segundo creio, se adequariam sobremaneira ao estágio atual pelas quais passam os nossos garbosos militares.

O primeiro modelito apresentado é um “fio dental” clássico complementado por um belíssimo corpete de rendas. Deverão ser usados em todas as ocasiões em que estiverem labutando e refregando, conjuntamente com seus viris companheiros de farda. Observem que este modelo se adequa sobremaneira à maioria dos milicos, já que estes passam seus dias sem fazer porra nenhuma e só aprimorando hedonisticamente a forma física.

A tonalidade “Vermelho-Stalin” é a tonalidade ideal para que este propicie momentos de raro prazer e de desempenhos selvagens, por parte do usuário e dos seus parceiros, quando dos seus movimentos de deslocamento em um bivaque.

Já aquele general BUNDÃO, que não faz porra nenhuma além de ficar contando os dias que faltam para a bem remunerada aposentadoria, ou comparecer a cerimônias altamente sacais de nada com porra nenhuma, temos um modelito bem charmoso e desenhado especificamente para eles: Como os de cujus já deverão estar em idade um tanto avançada e, como consequência, um pouco fora de forma, desenhamos um modelo tipo “Fraldão Geriátrico”. Este se adequará perfeitamente às necessidades gerontológicas dos usuários, ao mesmo tempo em que, serão confeccionadas em uma tonalidade de “Vermelho Lenin”, de modo a deixar bem patente a sua preferência por um mundo “mais igual” e livre de preconceitos.

O modelo seguinte, conhecido como “AsaDelta”, é o predileto da maioria dos ícones da nova cultura atualmente vigente no Brasil. Personas como Pablo Vitar e assemelhados o escolhem por sua facilidade em esconder os ovos e o pinto lá atrás, bem na regada do cu, dando nos incautos a falsa impressão de possuírem uma precheca.

Já a tonalidade goiaba é indicativa daqueles que são adeptos da filosofia vermelha, mas que, por modéstia ou vergonha, ficam um tanto encabulado em apregoar esta preferência. Assim, terminam optando por uma tonalidade um pouco mais próxima da goiaba. Estes são os mesmos que apregoam sempre para os seus companheiros de farda: “Hay que endurecer-la, pero sin perder la ternura jamás!”

E finalmente, concluindo com “Chave de Ouro” esta repaginação dos nossos valentes guerreiros, um modelito bem brasileiro e cujas origens remetem à taba dos nossos ancestrais: Uma tanga!

Deverá ser usado como traje de passeio pelos nossos briosos combatentes, nos encontros com seus bofes

A tonalidade vermelha forte, também conhecida como “Vermelho Karl Marx”, é uma singela homenagem ao novo guru da hora e, complementada com a aplicação de uma pequena flor, bem em cima da regada da bunda, deverá simbolizar uma singela homenagem a Rosa Luxemburgo, nova santa padroeira da galera.

A consequência funesta da emasculação dos outrora incorruptíveis milicos já se apresenta bem claramente a toda a nação, que assiste estupefata aos estertores dos resquícios de decência e de vergonha.

O quadro acima tenta dar uma ideia mais clara do “Formidável enterro de nossa última quimera”.

PERDEMOS, MANÉS!

AI QUEM DERA TER UMA METRALHADORA!

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

QUESTÃO DE BERÇO

Em um de seus maravilhosos livros, o historiador israelense Yuval Harari detalhou uma ideia que, apesar de extremamente simples e fácil de entender, pareceu a mim de uma genialidade única. Analisava ele a razão que havia levado uma espécie animal bem fraquinha, sem grande tamanho ou força, sem garras, sem capacidade especial de correr ou de subir em árvores, sem grandes caninos e maxilar poderoso, para estraçalhar as carnes dos oponentes, mas que, mesmo assim, havia ascendido à condição de maior predador da terra e ocupante inconteste do topo de todas as cadeias alimentares, sobrepujando todas as demais espécies de uma maneira tal que colocou a grande maioria delas sob uma tremenda ameaça de extinção.

Esta espécie, hegemônica de forma inconteste e tirânica, somos nós: Os Homo Sapiens.

Mas qual fator milagroso teria salvo estes fraquíssimos macacos pelados de serem todos implacavelmente devorados e extintos nas savanas africanas?

Segundo o mestre Yuval, teria sido a sua infinita capacidade de coordenação de esforços com seus semelhantes, condição esta propiciada pela sua rica capacidade de expressão através da linguagem.

Assim, quando olhado isoladamente cada indivíduo, nada mais seríamos que uma pobre e fraca criaturinha à mercê de nossos incontáveis inimigos naturais. Quando, porém, nos unimos em forma de um batalhão de caça, armados de archotes e tambores, para assustar e encurralar a fera que desejamos caçar (um javali ou um elefante, ou até mesmo um tigre ou leão), junto com um plano estratégico bem detalhado, de forma a induzir esta mesma fera a caminhar na direção da armadilha anteriormente preparada, juntamente com uma capacidade praticamente infinita de coordenação entre os diversos membros do grupo, capacidade esta propiciada através das instruções orais que nos berramos mutuamente, tornamo-nos assim uma força de caça de poder descomunal.

Teriam sido estas duas capacidades, de comunicação e de coordenação de esforços, que teriam propiciado que nossa espécie sobrevivesse, proliferasse, e que viesse a dominar o planeta, chegando hoje à capacidade de realizar tarefas conjuntas de uma complexidade inimaginável, tais como construir um Boeing 747 ou um foguete capaz de levar e trazer uma nave até à nossa lua.

Foi em função deste simples raciocínio, que corroborei a minha opinião de que os habitantes da minha querida região Nordeste seriam o “Elo Perdido entre o Macaco e o Homem”! Eu explico o porquê!

Ao contrário dos habitantes de outras paragens, muito mais desenvolvidos em termos econômicos e civilizacionais, e que respeitam rigidamente os direitos coletivos e individuais de todos os demais, os nossos conterrâneos apresentam alguns óbices educacionais que, a meu ver, condenam a região que habitam a um eterno atraso em todos os sentidos, seja econômico, seja social, seja de segurança, etc.

A título de exemplo, cito alguns indicadores da lacuna civilizatória destes conterrâneos meus:

• Nunca cumpre os horários. Fazer com que os outros lhe esperem é um sinal de poder socialmente aceito.

• Nunca fecha a porta de salas com ar refrigerado ao passarem. Os demais que se danem.

• À mesa, serve-se nas bandejas com o mesmo garfo com que estão comendo. Os demais que se danem e que comam seus sobejos.

• De forma semelhante, enfiam pedaços de carne já mastigados na panela de vinagrete comum.

• Estaciona seu automóvel quando e onde bem deseja, bastando para isso acionar o pisca-alerta. O direito dos demais de transitar que se dane.

• Ao ouvir suas músicas de retardados mentais, o fazem sempre em altíssimo volume. O direito dos demais ao silêncio que se dane.

• Descrê do poder transformador do trabalho. Consideram sempre que quem está bem, o está porque teve “oportunidades” que eles não tiveram.

• Considera uma entidade abstrata conhecida como “O Governo”, e às vezes como “A Sociedade”, como sendo-lhe devedora de reparações as mais absurdas e pelas razões as mais imbecis.

• Por conta da constante atitude de “Lonely Rangers”, nunca possuem sócios. Todos os demais são sempre considerados como potenciais meros “colaboradores” ou lacaios, quando não concorrentes.

E por aí segue a condenação a um baixíssimo nível de interação social e uma pobre visão de mundo…

O aspecto seguinte, e que salta aos olhos, embute um tremendo paradoxo: Embora a região tenha toda sua cultura tradicionalmente baseada na oralidade, especialmente devido ao baixíssimo nível de literalidade, a região apresenta grande tradição na poesia e no versejar. A baixíssima intimidade com as letras seria a base do fato de que, conforme apontam os estudos dos neurocientistas, por possuírem um vocabulário pobre, estariam eternamente condenados a possuir um cérebro de baixa capacidade.

Como consequência desta situação, as principais preocupações que lhes povoam a mente são sempre sobre alimentação e sexualidade, coisas típicas da mais baixa animalidade. Conscientes deste nível primário de aspirações, demagogos de diversos naipes enfatizam sempre a satisfação destas duas grandes aspirações a fim de conquistar-lhes o apoio nas pantomimas periódicas que apelidaram de “eleições”. Como proliferam desordenadamente, comportando-se tal qual bactérias, a população da região tende inexoravelmente a ter um peso desproporcionalmente grande sobre a população nacional e, consequentemente, na formação dos órgãos de governo. Hoje representam um terço da população do Brasil e, se forem considerados todos os ajudantes de pedreiro, os frentistas de postos de gasolina, os garçons de restaurante e as camareiras de hotel das demais regiões do país, todos oriundos do Nordeste e de lá emigrados, chegamos facilmente à metade da população nacional.

A partir deste quadro, uma luta titânica está estabelecida no Brasil: Conseguirão os gaúchos “gauchizar” o restante do Brasil, com sua agricultura extensiva, de alta tecnologia e altamente rentável, que está alimentando o mundo e salvando o Brasil da bancarrota; ou conseguirão os retirantes da seca “Nordestinizar” o restante do Brasil, com suas eternas lamúrias por mais ajuda governamental, “inclusão social”, igualdade de “gêneros” (que ninguém sabe ao certo o que é), MST, juízes ideológicos e canalhas, e por aí segue a lista de horrores?

Está me parecendo que, pelo menos por enquanto, a turma dos indigentes mentais está levando uma nítida vantagem nesta guerra “ideológica” devido à hegemonia quantitativa. Acho inclusive que

HOJE, 11 DE DEZEMBRO DE 2022, É O ÚLTIMO DIA ANTES DO ARMAGEDDON!

Se as Forças Armadas não tomarem o poder e obrigarem a realização de novas eleições, desta feita com voto impresso e urnas auditáveis, estaremos ingressando em um longo período de misérias e de tiranias diversas e nos transformando em um país de cangaceiros e de retirantes da seca.

Que Deus se apiede do povo brasileiro.

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

OS EMPATA FODA

Ao longo de toda a história da humanidade, uma casta maldita se destacou permanentemente pela imensa ousadia e cara de pau na exploração desmedida de seus semelhantes, sempre sob a justificativa fajuta de que seriam os condutores do destino da nação: são aqueles que eu denomino de “Os Empata foda”!

São também conhecidos sob a denominação genérica de O GOVERNO.

É uma classe de gente que, ao par de não produzir porra nenhuma que lhes justifique o direito à aquisição dos bens necessários à manutenção das suas respectivas vidas miseráveis, ainda se locupletam às custas daqueles que, supostamente, deveriam servir e obedecer. Isto além de lhes infernizarem constantemente a vida através das exigências mais absurdas e de decisões as mais ridículas, além de constantes exigências de mais e mais recursos extorquidos sobre os parcos rendimentos da população. São estes os que formam a amaldiçoada classe governamental de qualquer sociedade humana atual.

Chamar estes abutres de filhos da puta seria apenas um mero pleonasmo. Classificá-los como canalhas e patifes seria inócuo. Eles se comprazem e sentem orgulho desta condição.

Não satisfeitos em apenas extorquir miseravelmente aqueles a quem deveriam servir, associam a ofensa à exploração abjeta. São determinações abusivas e berrantes, sempre sob a justificativa de que estão providenciando o bem maior da nação e protegendo uma suposta “Democracia” que ninguém sabe exatamente o que seja. Arvoram-se sempre a aura de Paladinos da Justiça e de Defensores da Democracia, mesmo sendo os crápulas abjetos que são.

A grande epítome deste estamento nojento hoje, no Brasil, sem desdouro da imensa canalhice de todos os demais pertencentes à abjeta classe política e governamental nacional, é o famigerado STF.

Neste valhacouto de nojentos patifes, floresce a figura de um abestalhado de marca maior cuja única função a justificar os polpudos vencimentos, junto com os medalhões de lagosta e os vinhos triplamente premiados com que se delicia às nossas custas, e as viagens de avião em primeira classe, parece ser fazer jus à denominação de “Empata Foda”. A única função que parece desempenhar, como contrapartida às benesses do jardim das delícias governamental com que foi brindado, parece ser o papel de eterno protelador dos interesses maiores da população.

Relinchou recentemente o crápula que não julgava inconstitucional o fato de o governo se apropriar indebitamente de todas as imensas e incontáveis contribuições extorquidas dos trabalhadores durante os anos anteriores ao Plano Real, sempre a fim de lastrear um suposto fundo de aposentadoria que lhes garantisse uma velhice com um mínimo de dignidade sob o aspecto financeiro. Esqueceu convenientemente o patife que o nome deste tipo de operação é simplesmente ROUBO – apropriar-se de riqueza que pertence a outrem, sem que lhe seja prestado nenhum serviço ou lhe seja dada alguma contrapartida – e assim é desde que o mundo existe.

É obvio que, para embasar juridicamente a imensa defecada legal exarada, o “Meretríssimo” vomitou toneladas de citações em juridiquês empolado e nauseabundo, as quais é óbvio que ninguém em sã consciência se dá ao trabalho de ler detalhadamente. Por conta da subserviência abjeta desta alimária a só Deus sabe quais interesses escusos, o mesmo sentou em cima de um pedido de “Vistas” no indecoroso processo que julgava a pertinência da tão almejada “Revisão da Vida Toda” nas aposentadorias por tempo de serviço. Só por conta desta manobra abjeta, foi dispendido mais um ano de protelações na decisão do STF, decisão esta que por sua característica inequívoca de direito cristalino, já havia sido vencedora POR UNANIMIDADE E EM TODAS AS INSTÂNCIAS ANTERIORES.

Só mesmo um tribunal de merda do quilate do nosso STF atual para ficar se masturbando durante anos em cima de algo cujo direito é tão basilar.

Pensam que encerra aí a putaria de mais alto e refinado grau? LEDO ENGANO! Agora é que começa a verdadeira cachorrada. Parafraseando um dos próceres da gatunagem encastelada nos páramos do judiciário nacional, o tristemente célebre “LULU BOCA DE VELUDO”, notório pela sua alta competência na aplicação de “Felatio” em seus variegados parceiros de orgia,

GANHOU MAS NÃO LEVA, MANÉ!

Serão mais alguns meses até que a decisão venha a ser publicada. A partir daí, correrão mais alguns prazos para que o órgão governamental encarregado dos pagamentos da previdência esgote todas as possibilidades de recursos, que são muitos e, podes ter certeza, terão todas as possibilidades exaustivamente exploradas pelo malfadado órgão, mesmo sabendo que, ao final, terão de pagar tostão por tostão, nem que seja aos nossos bisnetos. É remoeta para incontáveis meses, mesmo anos, para a causa ser considerada finalmente “Passada em Julgado”.

Pensas que acabou? LEDO ENGANO! Agora é que começa a putaria de verdade.

Pode até ser que eles começem a relizar de imediato os pagamentos das aposentadorias com valores menos roubados. Tudo é possível neste mundo de meu Deus! Só que, com relação aos atrasados, aí já é toda uma nova novela. Adentraremos então no pantanoso terreno dos tristemente notórios PRECATÓRIOS.

Para os incautos que não sabem o significado desta palavra, precatórios são aquelas cagadas, ou roubalheiras, perpetradas por algum dos milhões de impunes larápios governamentais que nos infernizam a vida, e que a justiça, num raro arroubo de honestidade, os declarou culpados e ordenou que o governo restituisse às pessoas que foram prejudicadas aquilo que roubaram.

Pensas de novo que acabou, e que agora vais receber o que é teu de direito? Mais uma vez, LEDO ENGANO! Agora é que começa a GRANDE putaria! Todo o governo digno deste nome estará sempre curto de dinheiro. O volume monumental de dinheiro que extorquem da população NUNCA será suficiente para atender a todas as mamatas que sua maldita estrutura cria e alimenta. Em assim sendo, o pagamento dos precatórios entrará numa fila e terá de aguardar que o governo tenha dinheiro para tal. Significa dizer que terá de esperar anos e anos pela boa vontade de algum filho da puta que esteja ocupando a posição governamental responsável por esta decisão, que só ocorrerá mediante forte$$$$$$ argumento$$$$$, ou caso o crápula tenha algum interesse na questão.

É por estas e outras que podemos encher o peito e gritar, alto e bom som:

SOMOS UM PAÍS DE MERDA, TEMOS UM GOVERNO DE MERDA, E, PRINCIPALMENTE…

UMA JUSTIÇA DE MERDA!

ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

BYE BYE BRASIL

A continuar incólume a farsa aprontada pelo STF e seu puxadinho, o TSE, nas últimas eleições presidenciais, a única opção que me restará, a fim de preservar minha liberdade de ir e vir, de expressão, e minha saúde mental, é fazer como a maioria absoluta dos colunistas que ainda não se prostaram em decúbito dorsal diante do tsunami de canalhices que nos assola: ir embora de vez deste puteiro chamado Brasil.

Minha primeira opção é Portugal. Como não possuo visto de residência e nem dupla nacionalidade, a opção que me restará será sair periodicamente da Europa, antes que expire o prazo de 90 dias de meu visto de turista. Para isto, uma das opções mais interessantes é pegar um Ferry-Boat de Alicante para Oram, na Argélia. É como uma viagem de Recife a Fortaleza: Saída às 19:00 hs e chegada às 8:00 da manhã do dia seguinte, em uma cabine dupla relativamente confortável, e a um custo de US$ 40,00 pelos dois bilhetes de passagens (Eu e minha companheira de copo e de cruz).

Qual não foi a minha surpresa ao constatar a imensa burocracia demandada pela embaixada daquele país para conseguir o visto de turista, a fim de poder visitar este pedaço de deserto miserável e esquecido por Deus:

• Passaporte válido original (por, pelo menos, mais 6 meses);
• Fotocópia da comprovação de imunização contra a febre amarela;
• Fotocópia dos dados cadastrais do passaporte;
• Carta do interessado informando data de chegada e de partida, bem como o meio de transporte da viagem;
• Comprovante de reserva de passagem aérea;
• Comprovante de reserva de hospedagem, ou, no caso de hospedagem em residência de particular, carta-convite ORIGINAL emitida pelo anfitrião e autenticada em cartório ou equivalente na Argélia*;
• 01 foto 3×4 recente;
• O formulário (disponível no nosso website) totalmente preenchido e de forma legível;
• Taxa de expedição do visto: 70 dólares EM ESPÉCIE (series a partir de 2006 e em perfeita condição)
* Na carta-convite devem constar as seguintes informações:
• Identificação do anfitrião: nome completo, data de nascimento, local de nascimento.
• Identificação do hóspede: nome completo, data de nascimento, local de nascimento.
• Local da hospedagem e período da estadia.

O prazo da emissão de visto é de 7 a 30 dias, contados a partir do dia seguinte à data de recebimento da documentação pela Embaixada, e, sob nenhum pretexto, o visto será expedido antes do prazo.

• NÃO POSSUÍMOS TAXA DE URGÊNCIA.

• TODA DOCUMENTAÇÃO INCOMPLETA SERÁ REJEITADA.

Obs.¹: O visitante estrangeiro que já se encontra na Argélia e deseja prolongar sua estadia, pode solicitar, junto aos serviços da Wilaya ou de Daira territorialmente competentes, a prorrogação de seu visto.

Obs.2 : Para demais informações, favor entrar em contato com a Embaixada por meio do email: argelia.bsb@gmail.com

Ao verificar seus países vizinhos, a Tunísia e o Marrocos, verifiquei que nenhum dos dois exige visto de Turista. É só chegar e apresentar o passaporte na alfândega. Bem diferente.

Diante desta diferença absurda de tratamento, sabe quantas vezes vou visitar aquela merda? Adivinhem? Muito melhor ir de Gilbratar para tânger.

A grande riqueza da Argélia é o petróleo e o gás natural. A quase totalidade das suas exportações (99%)é de petróleo ou seus derivados. Não produz mais quase nada. O PIB PPP é de US$ 551 Bilhões. Para uma população de 40 milhões de habitantes, dá um per capita de US$ 14.256,00. O PIB Nominal é de US$ 227 Bilhões, o que dá um per capita de US$ 5.886,00. No dia que o petróleo acabar, aquilo ali vira depósito de lixo atômico. Igualzinho ao Nordeste brasileiro: Cheio de miseráveis, analfabetos e famélicos, só que sem um governo Federal petista para manter essa massa de miseráveis vivos, só para que continuem votando na farsa da “Democracia Bolivariana”.

Já seu vizinho, a Tunísia, apesar de apresentar um PIB Nominal per capita um pouco menor, e de não possuir petróleo, tem uma economia altamente diversificada. Isso se reflete diretamente na sua pauta de exportações e em uma sociedade muito mais cosmopolita e moderna.

O Brasil, com a nomeação forçada e fraudulenta do molusco como presidente pelo STF/TSE, fez a opção preferencial pela condição da Argélia. Caminhamos rapidamente para uma sociedade autoritária e burocrática, predominantemente dominada por analfabetos, todos altamente fanatizados, uma economia rudimentar, de base agrícola e de extração de recursos naturais. Tudo isso coroado por um aparato estatal hipertrofiado e burocrático.

A maior prova maior desta situação distópica, de constantes paroxismos de autoritarismos e canalhices, é bem representada pela eterna PUNHETA praticada pelo STF em cima da “Revisão da Vida Toda” das aposentadorias. Esta é uma questão CRUCIAL PARA A VIDA DE MILHARES DE APOSENTADOS, que pagaram altas contribuições ao INSS na sua fase mais produtiva da vida, e que agora se veem reduzidos a uma miserável aposentadoria que não dá nem par pagar um plano de saúde que os livre dos horrores do SUS.

A questão toda é de PURO E SIMPLES ROUBO! Deveria ter sido resolvida em uma delegacia de polícia. Pagamos e não recebemos! Já foi julgada favoravelmente em inúmeros casos e tribunais, inclusive no STJ e por unanimidade e, ao chegar ao STF, tornou-se vítima das infindas masturbações protelatórias e cálculos politiqueiros sobre quem seria beneficiado politicamente: Bolsonaro ou o Larápio de nove dedos?

É o magote de filhos da puta sempre transcendendo a capacidade deles de serem completos filhos da puta. Citius, Altius, Fortius é o lema dessa corja: “mais rápido, mais alto, mais forte”, E não aparece ninguém, macho o suficiente para dizer BASTA!

Uma pena! Caminhávamos para ser uma bela Tunísia.

P.S. SÓ PRETENDO RETORNAR AO BRASIL QUANDO TIVER NOTÍCIA DESTA ÚLTIMA REUNIÃO PLENÁRIA DO STF.