CAPITÃO DO MATO

Haddad louva o programa que ampliou o assalto ao BNDES, aboliu a Lei Áurea e restaurou o regime escravagista

“Bolsonaro, sob o pretexto ridículo de que os médicos cubanos queriam implantar a guerrilha no Brasil, acabou com o programa, deixando os pobres até hoje ao deus-dará”.

Fernando Haddad, sem ocupação conhecida desde outubro de 2018, ao exaltar em artigo publicado na Folha o Mais Médicos, nome-fantasia do acordo entre a seita lulista e a gangue castrista que desviou bilhões de dólares do BNDES para Cuba, aboliu a Lei Áurea e restaurou a escravidão.

4 pensou em “CAPITÃO DO MATO

  1. Quem acabou com o programa foi o governo de Cuba que mandou voltarem todos os médicos antes que o Bolsonaro assumisse. Acho que Radade não tem uma boa memória.

  2. realmentea esquerdopatia e uma doença degenerativa da honestidade e da vergonha , como o prova o ministro da educaçao da era pt que levou nosso ensino em todos os niveis desde o pre escolara ate o superior a pior posiçao de todos os tempos em relaçao a outros paises , fazendo com que ocupemos hoje as ultimas posiçoes , em competividade, e conhecimento .

Deixe uma resposta