CANALHAS TOGADOS ENTERRAM A LAVA JATO

* * *

Vergonha, vergonha, vergonha, vergonha, vergonha, vergonha, vergonha, vergonha, vergonha, vergonha, vergonha, vergonha…

Paiszinho fela-da-puta é esse nosso, com um supreminho minúsculo, vergonhoso, safado, sujo, enlameado.

Eles vão acabar atingindo o grande sonho que vive na cabeça do militante petista Toffoli: tirar da cadeia o maior corrupto da história desta terra macunaímica, o presidiário Lula, engaiolado por grossa ladroagem.

Corruptos e bandidos engravatados estão em festa e irão comemorar com muita alegria nesta noite de quinta-feira.

É pra phuder!!!!

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

Vamos puxar um corinho em homenagem a estes canalhas togados:

15 comentários em “CANALHAS TOGADOS ENTERRAM A LAVA JATO

  1. O STF não pode tomar uma decisão só para impedir que o Lula seja solto.
    A Lava-Jato deveria ser menos mesquinha e visar principalmente à melhor interpretação da lei.
    Os procuradores não devem ser casuísticos.
    Se é favorável ao Lula ou não, isso não interessa, tem de saber se é o melhor Direito.
    Porra.

  2. Vá se danar Goiano… Tudo isso é sim para vermos vagabundos como o seu deus Lula solto, a ludibriar mais uma vez essa republiqueta bananeira!!
    Pensar que aqueles bandidos togados mudaram o que vinha dando certo (Lava-Jato) pensando no bem da nação é de uma cretinice atroz!!

  3. Goiano, você é um brasileiro, traidor, amoral, vergonha nacional. Tens filhos? É este país que quer deixar para eles ? Impunidade total ? O supremo, de bosta, diga-se de passagem, é que é casuístico. Legisla conforme sua conveniência, bando de corruptos. Sabe o que mais: vão todos tomar bem no meio do olho do cú. Queria encontrar com um, somente um destes bostas, na rua, a luz do dia. Ia dar um pau, mais um pau, uma coça, daquelas de amolecer os dentes. E de você é que não esperava outra coisa.

  4. Eu vivi 64.

    Tinha 20 anos.

    Naquela ocasião – como agora!!! – a populacha e os políticos esquerdopatas provocaram, provocaram, provocaram – até que os militares perderam a paciência e deu no que deu.

    É que ser esquerdopata é ter um micro cérebro de GALINHA.

    Por isso agem como GALINHAS.

    Portanto precisam, necessitam, anseiam, almejam, sonham, exigem tomar bem no olho do cu delas, para, masoquistamente, saírem a cacarejar – bem alto – a sua “felicidade”.

    E, como em 64, as GALINHAS LULOPETISTAS estão, novamente, fazendo – de tudo!!! – para satisfazerem as suas taradices esquizofrênicas, os seus anseios totalmente doentios.

    E não vão parar enquanto não conseguirem, pois já não suportam mais viver – se é que isso é viver – sem tomar, continuamente, bem no olho do cu.

    E dê-lhe provocações de todo tipo e de toda intensidade.

    Com elas estão tornando-se contínuas e cada vez maiores, não vai demorar muito para as FFAA, baseadas na Constituição, virem a tomar alguma atitude contra estes autênticos e propositais deboches, com reiterados tapas na cara dos brasileiros, cidadãos de bem.

    Quem viver, verá!!!

  5. Sou a favor do combate a corrupção. Parabenizo o trabalho do pessoal da força tarefa de Curitiba, e que o eles já conseguiram realizar. Mas, está na hora de pararmos com esse mantra de que tudo que é feito pela justiça e que não esteja de acordo com a cartilha desse pessoal, é para acabar com a Lava Jato. Praticamente todos aqui nos comentários estão criticando a decisão dos ministros, mas, será que alguém perdeu um tempinho que fosse, para ler o que diz a Lei. Foi isso que foi julgado, a aplicação do que a Lei diz. Se ela esta certa ou errada, é outra história. O que acho interessante, é que a maior parte dos críticos do judiciário, que esculhambam os que não julgam de acordo com a visão de justiça que a maioria da população tem atualmente, se lembra em quem votou para Câmara Federal , local onde, por direito e definição dos poderes, são feitas e alteradas essas Leis. Talvez, se passarmos a, além de só criticar, pressionar esse pessoal, consigamos ver nossos desejos de uma legislação mais justa e célere serem realizados.

    • Caro Sandro,

      Acabei de encaminhar seu comentário pros 5 ministros que votaram a favor da Lava Jato. Sugerindo que eles, como disse você, percam “um tempinho para ler o que diz a lei”.

      Acho que eles não leram mesmo o que diz a lei.

      Espero que eles mudem seus votos baseado nesta sua excelente argumentação.

      Grato pela participação, caro leitor.

      • Caro Berto

        Agradeço sua ajuda!

        Fica mais fácil quando temos pessoas aqui nessa gazeta com acesso direto a tão ilustres excelências.
        Mas, acredite, minha intenção não é mudar os conceitos, muito menos os votos de ninguém. Apenas me atrevo, as vezes, a mostrar uma opinião diversa daquela predominante. Mesmo porque, se todos pensassem iguais, seria muito chato.
        É por isso que sempre frequento essa gazeta. Aqui podemos ter acesso a várias opiniões e visões, respeitando e sendo respeitado pelo que pensamos.

        Sugiro, só sugiro, ler o Inciso II do Art. 35 do código eleitoral. É sobre a aplicação desse artigo que o STF se debruçou e julgou ontem.

        Um grande abraço, e mais uma vez obrigado pelo espaço!

  6. O Sandro tem um comentário equilibrado a respeito da questão, que vai além de ser bom ou de ser ruim: convém, mais além da paixão e por razão dela apedrejar juízes e maltratar com ofensas os cachorros dos esquerdistas, procurar informar-se sobre as questões de fundo, pesquisar o porquê técnico e jurídico de certas decisões judiciais e das divergências entre membros de colegiados, que são plurais, colegiados, justamente para que as decisões atendam á diversidade de interpretações possíveis.
    No caso concreto, alguns ministros asseguraram que a jurisprudência do STF é no sentido de garantir a competência do Tribunal Superior Eleitoral nos crimes em que há conexão dos de natureza eleitoral com os comuns.
    A lei que trata do aspecto particular, se inconstitucional não teve essa inconstitucionalidade decretada, cabendo, portanto, agir conforme o dispositivo mencionado por Sandro:
    “Lei nº 4.737 de 15 de Julho de 1965
    Institui o Código Eleitoral.
    Art. 35. Compete aos juizes:
    (…)
    II – processar e julgar os crimes eleitorais e os comuns que lhe forem conexos, ressalvada a competência originária do Tribunal Superior e dos Tribunais Regionais;
    (…)”.
    Bem, pode ser que a questão seja mais complexa, tanto que 6 ministros do STF votaram de um modo e 5 votaram em sentido diametralmente oposto. Quem tiver mais argumentos, além de ofensas, que fique à vontade para expô-los, sem a necessidade de mandar ninguém tomar no cu, caralho.

Deixe uma resposta