DEU NO TWITTER

* * *

Karol Eller, ao lado do presidente numa das fotos abaixo:

Eleitora declarada de Bolsonaro, foi vítima ontem, terça-feira, de uma agressão homofóbica.

Barbaramente espancada, debaixo do silêncio cúmplice da militância feminista, LGBT e esquerdista.

Não deram um único pio em protesto contra esta barbaridade.

Bando de canalhas felas-da-puta!

Deixe uma resposta