CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

A incapacidade do psicopata Bolsonaro de liderar em base democrática, constitucional, um programa com ordem e progresso para o Brasil, já era conhecida. Quem votou em Bolsonaro/Mourão em 2018 sabia que estava votando num doente mental obcecado por reviver 1964 na terceira década do Século XXI. Mas, acreditava no adestramento do animal irracional pelo tripé P Guedes e seu liberalismo exclusivamente econômico, Sérgio Moro e a coragem de combater os corruptos e os Generais que pensávamos serem pessoas com idoneidade moral, dignos da patente. Além, principalmente, dos eleitores bolsonaristas desejarem o fim da Era PT.

A novidade é que avaliamos mal (também votei) o tamanho da burrice e a compulsão pelo poder de muitos desses elementos que compõe o Governo Bolsonaro. Não apenas Jair, que se considera imperador absolutista, o Rei-Sol. Também os que se apresentavam como paladinos contra a corrupção, mostram-se hoje bastante confortáveis negociando com lobistas, intermediários de ficha suja, políticos mercenários. Os mesmos que prestaram serviço para o PT, agora tiram fotos com Bolsonaro e fazem juras de amor reciproco.

O atraso no Brasil de Bolsonaro é tanto que parece estarmos voltando ao Século XVIII tentando transformar a monarquia absolutista em monarquia constitucional. Fazer o Imperador aceitar que é a Constituição que dá estabilidade para quem governa e quem é governado.

Num ambiente onde existem ameaças diárias até de um golpe armado contra a democracia constitucional, a sociedade para sem saber o que passa na cabeça do Imperador. Se a sociedade fica paralisada a consequência é a paralisação dos negócios. Os contratos deixam de ser firmados, investimentos adiados, todos os planos ficam para quando o futuro for minimamente previsível.

Se o que vale é a Carta Magna, o cidadão sabe o que pode e não pode fazer, mas se o que é permitido ou não, sai da cabeça de um louco que uma hora diz que vai jogar dentro das quatro linhas e no instante seguinte ameaça com charangas de guerra na Praça dos Três Poderes, o que fazer? Quem pode creditar num General que chama o Centrão de ladrão e divide o gabinete com eles? É essa indefinição que vai limitar a recuperação econômica de 2021 e dinamitar a possibilidade de crescimento do PIB 2022.

Coloque-se na posição de um empresário que precisa decidir se investe para modernizar seu negócio ou vende tudo e vai embora desse hospício.

Gosto de dar exemplos numéricos que facilitam a compreensão do tamanho que a DESGRAÇA BOLSONARO provoca, por isso repito o exemplo mais visível na minha opinião. A comparação do valor de mercado do Banco do Brasil perante seus concorrentes:

Itaú – 300bi
Bradesco – 205bi
Santander – 150bi
BTG – 150bi
B Brasil – 85bi

Alguém acha que Bolsonaro não tem nada a ver com o BB valer menos de um terço do Itaú?

Alguém acha que tudo vai mudar com o Imperador Absolutista Bolsonaro cagando regra todo dia?

17 pensou em “C EDUARDO – PATY DO ALFERES-RJ

  1. Anrâ …….

    Acho que você está em outro País …………

    Com relação ao Banco do Brasil é fácil de explicar ……
    1 – É um banco estatal e portanto muito incompetente em relação a iniciativa privada
    2 – Analise a quantidade de “Diretorias” e “Gerencias” políticas e isto é despesa superior
    3 – A quantidade e “Valor” da inadimplência
    – Falta de critérios na analise de crédito, ou empréstimos “políticos”
    3 – O Valor relativo de inadimplência e dos valores a fundo perdido
    – Falta de garantias “Reais” e não superavaliadas.

    Outra coisinha ………
    – Ser estúpido não tem limites …………

    • Meu amigo eu acrescentaria um 4- Todo o funcionalismo Público ,TODO podem/tem/ quer e faz empréstimos ,financiamentos,esculhambam por terem “”direitos adquiridos” é um deboche.

  2. Mais um dinossauro dando prejuízo?, faz como a Eletrobras, privatiza, simples assim, vê o atendimento do funcionário estatal e de um privado, diferença vai há anos luz.

  3. C. Eduardo Voltou para destilar seu ódio aos conservadores.

    Vamos dar boas vindas a ele e orar para que este ódio todo não lhe faça mal.

    C. Eduardo, a 3ª via não virá.

    Contente-se em escolher entre Bolsonaro e Lulla. Eu já sei o que fará. Há uma estrela vermelha batendo no seu peito

    Que Deus tenha piedade de ti.

    • Como gosto do C Edu, entro na corrente de oração para que todo o ódio não lhe faça mal.

      Diz sábia frase que odiar alguém é igual a você tomar veneno esperando que o outro morra.

      Qual será o problema dele com o tal Jair?

  4. Números são interessantes; é só aparecer alguém para torturá-los, como fez o C.Edu que eles confessam qualquer coisa.
    Manipular números é mais fácil do que os próprios testículos…

    Sobre o BB eis um depoimento de Sancho, que já foi correntista do BB quando era militar e saiu da instituição bancária quando largou o verde oliva para vender o verde coco, tendo observado o seguinte em sua trajetória bancária:
    1) As filas do bancos privados andam em velocidade de F1 e o dos públicos a velocidade é de tartaruga manca;
    2) O banco privado não terá certeza de socorro algum se for mal gerido, o que o faz procurar eficiência e bom atendimento ao cliente, coisa que nos bancos públicos tanto faz, pois se operar no vermelho o governo o socorre através do contribuinte pagador de todo e qualquer prejuízo.
    3) A concorrência entre os bancos privados é algo assustador se visto de dentro (tenho amigos que trabalham neles).
    4) Se os funcionários do banco público estiverem a fim, a categoria inventa um motivo e entre em greve (faz tempo que BB e caixa não o fazem. Por que será??????).

    Como já fui correntista de todos os grandes bancos de banânia, a meu ver o melhor, em todos os sentidos, é o BRADESCO (Deixo aqui meu beijão para minha gerente da agência Bradesco de SBC, a belíssima Val).

    • O C,Eduardo ” esqueceu ” de mostrar o nº de agências fechadas e funcionários demitidos , em plena pandemia , pelos bancos privados . Esqueceu de dizer o que é a vida de um bancário num banco privado .
      E eu esperava que colocasse em palavras as ameaças a democracia praticadas pelo governo federal . Quantos jornalistas ele já prendeu ; quantos partidos políticos ele fechou;quantos inimigos ( pro C.Eduardo o governo não vê adversários e sim inimigos ) políticos desapareceram .
      PS . recomendo ao missivista que instale o app Telegram e assine o grupo Jair M.Bolsonaro 1 . Ele não fala de política e sim de ações executadas pelo governo . Se espantará com o grau de escuridão da impressa brasileira.Ahh, aproveita e assine também o NO more SILENCE Word-Wide e saiba o que acontece com a LIBERDADE no mundo .

Deixe uma resposta