RODRIGO CONSTANTINO

“Nossas esquerdas não gostam dos pobres. Gostam mesmo é dos funcionários públicos. São estes que, gozando de estabilidade, fazem greves, votam no Lula, pagam contribuição para a CUT. Os pobres não fazem nada disso. São uns chatos…” (Roberto Campos)

Quem sempre financiou movimentos revolucionários marxistas foram os capitalistas. Nunca foi diferente, e basta pensar até mesmo na origem do troço: foi o herdeiro da indústria têxtil Engels quem bancou o desocupado Marx. A extrema esquerda nunca encantou trabalhadores humildes, mas sempre acalentou, com seus discursos inflamados sobre “justiça social”, os corações culpados de uma elite hipócrita.

Claro que não seria diferente hoje. Quem banca movimentos baderneiros e terroristas como a Antifa e Black Lives Matter é justamente a elite. A turma que flerta com o caos, com a bagunça e com a anomia não vem do andar de baixo, e sim das famílias mais abastadas que podem pagar cem mil dólares por ano para o filho mimado “estudar” numa universidade de ponta. E eis o resultado:

No Brasil, o PT sempre foi um partido de “intelectuais”, professores, e herdeiros culpados, como Petra Costa, que fez aquele “documentário” patético enaltecendo Lula, o demiurgo que usava homens como sua “argila”. O PSOL segue a mesma trilha, fazendo sucesso no Leblon e na Vila Madalena, mas não muito nas periferias e favelas.

Nova pesquisa Datafolha mostra exatamente isso. Feita a ressalva de que não confio nessas pesquisas, que sempre inflam a esquerda e diminuem a direita, Boulos bateu nos 9% de intenção de votos. O invasor do MTST, que anda circulando de jatinho por aí, não seduz os pobres, porém. Quando abrimos o número, temos 17% entre os mais ricos e míseros 2% entre os mais pobres:

Sim, a extrema esquerda é uma afetação da elite culpada e entediada, como mostrei em Esquerda Caviar. O mesmo ocorre com o Black Lives Matter, com Antifa etc. O povo não quer saber de radicalismo, de quebra-quebra, de invasões, de “implosão do sistema”; o povo quer segurança, trabalho e respeito aos valores morais decentes. Tudo aquilo que a esquerda radical mais despreza no mundo!

1 pensou em “BOULOS, O RADICAL CHIC DA ELITE CULPADA

  1. Esse cara que golpeou o policial na covardia tinha que botá-lo numa cela com quatro negão 2×2 para ser surrado e estuprado sistematicamente até virar gente.

    Projeto mal-sucedido de aborto.

Deixe uma resposta