8 pensou em “BILIONÁRIO BRIGA COM DITADURA DA CHINA E DESAPARECE

  1. Tinha U$ bilhões mas não tinha liberdade.

    Acho que tinha poder e quando traiu a confiança daqueles que lhe permitiram chegar onde chegou; sumiu.

    Será que algum idiota ainda acha que ele se escondeu?

  2. Temos potenciais candidatos aqui mesmo em Banânia, para receberem o mesmo destino e merecidamente.

    Quando chegarem as faturas para as famílias pagarem as balas utilizadas nas devidas nucas privilegiadas.
    Saberemos , quem são.

  3. Acredito que se fosse investigado, todos os crimes cometidos pelo PT e por sua corja, talvez tivéssemos a solução dos problemas deste país. Luladrão mandou assassinar Celso Daniel. Outros que simplesmente, foram sumariamente despachados para o além, também estão na conta do dono do partido das trevas. Tem muito cabra safado pela aí, de rabo preso com o lularápio.
    Se nessa porra de país tivesse um homem de culhões grandes e roxos, esse cretino e sua corja estariam mofando na cadeia por conta dos crimes que cometeram.

  4. O Jornal da |Besta Fubana precisa esclarecer, para fins de demandas judiciais, que não é responsável nem pelas declarações de que Lula mandou matar Celso Daniel, como Maurino diz acima com absoluta certeza e provas robustas, nem pelas defesas que Gonzaga faz do fascismo. Não queremos ver Berto pagando pelos outros.

  5. EM TEMPO: Quem tem boca vai a Roma, mas também pode ir a muitos outros lugares…

    “AGU vai processar procurador que ofendeu Bolsonaro
    Paulo Brondi chamou o presidente, seus filhos e sua equipe de cafajestes”

    Trata-se do procurador da 6ª Promotoria de Justiça da Comarca de Jataí, em Goiás, Paulo de Tharso Brondi de Paula Rodrigues. Em um texto que viralizou na internet, Brondi se refere ao presidente Jair Bolsonaro como cafajeste.

    É bem menos do que acusar pessoas de assassinato.

Deixe uma resposta para Goiano Cancelar resposta