BELEZAS NATURAIS

A natureza é fantástica. Criou e distribuiu verdadeiros paraísos por várias regiões do mundo. A Rússia ganhou o Vale dos Gêiseres. A Grécia foi agraciada com a Ilha de Mykonos. A Itália herdou a Ilha de Capri e às Américas couberam algumas espetaculares riquezas como o Lago Atitlán, na Guatemala, as Bocas Del Toro, no Panamá, e o Parque de Yellowstone, nos Estados Unidos.

Lá no distante Extremo Oriente Russo, numa área pantanosa, está localizada a Reserva Natural de Kronotsky. Como o local é desprovido de estradas, só se chega lá por via aérea. É justamente neste local que fica o Vale dos Géiseres, o segundo maior do mundo.

Por situar-se num clima gélido, entre vulcões e o movimento dos géiseres, o vale é conhecido como a Terra do Fogo e do Gelo. A riqueza do local são os vulcões com até 3.500 metros de altura, as mais de 750 espécies de plantas e cerca de 800 ursos pardos alimentados por rios povoados de salmão.

No Vale existem 20 géiseres em constante erupção, soltando jatos de água para nutrir 500 fontes termais geotérmicas. O curioso é o maior dos géiser soltar 60 toneladas de água duas vezes por ano.

Na Grécia, o charme são as ilhas. Santorini e a agitada Mykonos, ficam nas Ilhas Cyclades, no Mar Egeu, quase no Mediterrâneo.

A procura pela ilha de Mykonos, a mais popular das ilhas gregas, com suas casas suspensas e areia da praia fofa, é devido à agitação noturna dos beach clubs. A atração da ilha é fazer selfie, tendo ao fundo o cenário dos moinhos durante o espetacular pôr do sol. Inesquecível.

Santorini é a mais famosa ilha grega. Com suas casinhas na cor branca e o teto das igrejinhas pintado de azul, o que não falta sãos os navios de cruzeirinho, lotados de turistas, encantados pela beleza da ilha.

Na Itália, o quente é a ilha de Capri, no golfo de Nápoles. Envolvida por luxo, a paisagem acidentada, a ilha atrai anualmente 2 milhões de turistas. Metade dos visitantes que chegam ao Brasil por ano.

O maior atrativo de Capri, além da gastronomia supimpa, é a beleza natural das grutas ao redor da ilha. As grutas têm cerca de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A paisagem acidentada, os bons hotéis e os aprimorados centros de compras são os outros charmes de Capri.

O turista fica empolgado com o rotineiro congestionamento de lanchas e iates. A Gruta Azul, a caverna escura, mas brilhante, junto com os Jardins de Augustus, de onde se descortina uma espetacular vista, são os cartões postais de Capri, a famosa ilha.

Nas Américas, três locais impactam. Um, o Lago de Atitlán, na Guatemala, América Central, está entre os lagos mais empolgantes do mundo. Com uma área de 126 quilômetros quadrados e a uma profundidade de 340 metros, o lago situa-se entre três vulcões.

No mar do Caribe, localiza-se o arquipélago de Bocas del Toro. Com água na cor verde-esmeralda é um dos principais destinos turístico, o Panamá. A atração de Bocas Del Toro são os tradicionais casarões de madeira que deslumbram mochileiros e surfistas de várias partes do mundo.

O turista que adora ambiente selvagem, beleza natura, empolgantes desfiladeiros, florestas exuberantes, e gêiseres borbulhantes, não exclui o Parque Nacional de Yellowstone do roteiro de visita. O parque, o maior do mundo, inaugurado no ano de 1872, fica entre três estados: Wyoming, Montana e Idaho, Estados Unidos.

É um marco histórico na conservação de belezas naturais e de vida selvagem. Na visita, o turista entra em contato com bisões, antílopes, alces, ursos, negros e pardos, além de gêiseres, fontes termais e gostosas cachoeiras.

Mais tem um atrativo natural que cativa na América do Sul. O Parque Nacional de Canaina. É conhecido como o Monte Roraima. Encontra-se na parte leste do planalto das Guianas e por apresentar altura beirando os três mil metros, é o sexto maior do mundo. A localização do parque fica na tríplice fronteira, entre Brasil, Venezuela e a Guiana, bem na Serra da Pacaraima.

O ponto mais extenso e o mais alto ficam no lado venezuelano. O menor tamanho fica no Brasil. O parque é tão empolgante que desde 1994 é Patrimônio da Humanidade, na agenda da Unesco.

É um tepui com mais de dois bilhões de anos de antiguidade e está encravado no meio da floresta tropical. São montanhas achatadas, um tipo de platô, rodeado de falésias, no formato de mesa de pedra com paredes salientes. O ambiente é fantástico. É formado por lindos jardins, enormes crateras, galerias subterrâneas e formações rochosas.

A flora do parque é riquíssima. Contém muitas orquídeas e plantas carnívoras que capturam insetos para lhes retirar os nutrientes que faltam no solo. A fauna também é esplendorosa. Tem répteis e anfíbios. A predominância é de diversas espécies mamíferas.

Existem somente 14 tepuyes no mundo. O incrível é que todos estão localizados na Venezuela.

Existem dois pontos culminantes no monte Roraima. O mais alto fica no lado sul do estado venezuelano de Bolivar. Tem 2.810 metros de altitude. O outro, localizado no extremo norte, com 2.772 metros de altura, situa-se no planalto, nas proximidades da fronteira entre os três países. Venezuela, Brasil e Guiana.

Justamente por possuir uma paisagem rústica e bela, o Monte Roraima atrai o turista que se sente empolgado ao percorrer os paredões e as formações rochosas, formadas a milhões de anos. Até os cristais da maior floresta tropical do mundo, encantam o visitante.

Para alcançar o topo do Monte Roraima, é preciso pernas e coragem. Afinal, são quatro dias de caminhada que estimularam os 38 mil turistas estrangeiros, que em 2015, se aventuraram peregrinar por magistrais trekkings.

2 pensou em “BELEZAS NATURAIS

  1. Sr. Carlos Ivan. Bom dia. Prazer renovado voltar à sua coluna. Realmente é um privilégio embarcar numa viajem, praticamente ao redor do mundo, em imaginação e espírito. Espírito aventureiro podemos assim definir. Mediante essa grandeza geográfica da beleza terrena, é, que nos damos conta da nossa dimensão diminuta perante o Criador. Essa vastidão de Natureza incomensurável, deveria aquietar e aplacar a inveja, o orgulho, o egoísmo, a beligerância, a maldade… dos sêres humanos. Parabéns pelo excepcional artigo. Saúde e paz!

Deixe uma resposta