DEU NO JORNAL

Além de bons negócios, a reunião bilateral com a França rendeu também fotos excelentes.

Em uma, o presidente francês Emmanuel Macron, gentil, dispensou o garçom e serviu água ao colega brasileiro Jair Bolsonaro.

* * *

Se fosse nos tempos de Lula, ao invés da finíssima água mineral francesa, Macron teria servido uma talagada de aguardente, cedida pela embaixada brasileira em Paris.

O fato é que me deu uma sede danada quando vi a foto.

O colunista Goiano, que se encontra na França a serviço do JBF, criticou severamente a postura subserviente, bajulatória e colonizada de Macron.

Deixe uma resposta