DEU NO JORNAL

Como professor de matemática, Guilherme Boulos entende é de invadir propriedades alheias.

Ele propõe inchar a máquina pública, contratando mais gente, como “solução” para equilibrar contas da previdência.

Está precisando voltar a estudar operações básicas de somar e multiplicar.

* * *

Esse terrorista urbano é tão babaca quanto quem deu um voto a ele.

Será que já avisaram pra esse vagabundo desocupado que ele terá de dar expediente e trabalhar caso seja eleito?

Desconfio que se ele for avisado disso, vai desistir da candidatura na hora.

A seguir, a aula de um marginal zisquerdóide sobre como invadir propriedades alheias.

6 pensou em “BANDIDÃO INVASOR DE PROPRIEDADES ALHEIAS

  1. Que beleza!! Por que será que esse povinho não tem CNPJ?? Pergunta se na casa dele não cabem umas 10 famílias. Isso só funciona com propriedade alheia e dinheiro dos outros. HIPÓCRITAS!!!!!!

  2. Logística é isso. Parabéns paulistanos, depois de maluf, pitta, erundina, marta suplicy, haddad, lacrador de portas, agora vem os barracos ! ÇÊIS MERESSçEM (em homenagem ao texto de cima, acerca do ç).

  3. Quando eu penso que já vi fazerem merda, os paulistanos se superaram na arte da bostosidade. Um fechador e um invasor. Puta que pariu.
    Tu não tem alternativa: Fica trancado em casa e os vagabundos liderados por esse não menos vagabundo, filho da puta e esquerdalha, vem invade tua casa e te coloca pra fora. Até pra burrice,tem que ter limites.
    Quando perguntei para um amigo que reside em São Paulo, ele me disse que o pessoal lá, decidiu anular o voto…

  4. Sou paulistano ,moro em Salvador (graças a DEUS) apesar da minha Bahia ser Dominado por essa Máfia desgraçada dos corruPTos dessa organização criminosa miserável disfarçada de partido os paulistas se superaram em muito em Bestialidade ao colocar no segundo turno 2 desgraças dessas, é impressionante ,se bem que temos de dar o desconto dessas urnas ,mais mesmo assim é uma bestialidade paulistana.

  5. Agora sim! Chegamos ao ponto que queriam! Seremos uma imitação tupiniquim dos Colcoz russos; todo mundo em barracas ou “gs” – ser´uma tara por ponto “G”? – alguns trabalhando, outro flanando e, ninguém produzindo nada, ou melhor, produzindo bagunça. Desde 1917 os russos querem o comunismo no mundo. Oba! Parece que chegou aqui! Por oportuno, vemos o fulano meio gordinho e, atualmente em bela forma e barba bem aparada. Será uma cinta – daquelas vendidas nos programas do Datena e afins- se são tão boas por que não usam? – ou regime forçado para ficar bem na fita?
    Vale tudo, até ser o que definitivamente não é…
    Tempos estranhos se apresentam…
    inté!

Deixe uma resposta