DEU NO JORNAL

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, seguiu à risca as normas sanitárias durante a pandemia da Covid-19. Foi e voltou para casa nos finais de semana sempre em jatinhos da FAB, sem enfrentar as aglomerações de aeroportos.

Mas o custo para o contribuinte chegou a R$ 1,27 milhão em 87 voos de ida e volta ao Rio de Janeiro. Considerando todos os voos, como São Paulo e Manaus, a despesa bateu em R$ 1,38 milhão.

Esse valor representa mais de quatro vezes todas as despesas do STF com passagens aéreas para servidores e ministros no mesmo período – R$ 310 mil.

As passagens aéreas dos demais ministros custaram R$ 22 mil. As despesas com passagens para assessores e seguranças que fizeram atendimento direto a ministros somaram R$ 123 mil. Mas o tribunal não informa o destino nem a data dessas viagens, alegando motivos de segurança.

O tribunal informa o valor de diárias pagas a assessores, mas também não informa o destino de cada uma dessas viagens.

* * *

E eu doido pra me amostrar pros meus conterrâneos, indo de Recife a Palmares de helicóptero, mas não consigo verba de jeito nenhum.

Eu só queria saber quanto tempo eu gastaria pelos ares fazendo os 120 km entre estas duas grandes metrópoles pernambucanas.

Só isso.

Ô Ministro Fuxquinho, paga o frete do helicóptero pra mim que eu vou passar o dia inteiro falando bem de tu aqui no JBF.

Vou dizer que tu tens reputação ilibada, notável saber jurídico e grande vocação avuatória.

Fora isso, ainda vou pedir pra cabeleireira Maria Três Peitos, minha querida amiga palmarense, fazer uma peruca caprichada pra tu.

Uma peruca bem melhor do que essas que tu tens usado ultimamente.

2 pensou em “AVUANDO SUPREMAMENTE PELOS ARES BANÂNICOS

  1. Depois das exigências das insolências essetêefelistas, quanto a comprar vinhos caríssimos, whiskies 18 anos e lagostas, e isso num custo de mais de 1 milhão de reais, nada mais me surpreende nesse país banânico, quando se trata das atitudes desta corja de togados.
    Some-se a isso, o fato desses caras “superpoderosos deuses”, terem alugado uma sala exclusiva lá no descedor e subidor de passarim do pescoço duro, por um custo exorbitante.
    “AMA COM FÉ E ORGULHO A TERRA ONDE NASCESTE; FILHO, JAMAIS VERÁS UM JUDICIÁRIO TÃO IMUNDO QUANTO ESTE.”

Deixe uma resposta