A PALAVRA DO EDITOR

Ontem, segunda-feira, um grupo de bandidos implantou o terror em Betânia, uma cidade aqui do interior de Pernambuco

Chegaram já atirando para o alto, enquanto assaltavam um mercadinho e uma casa lotérica, um ao lado do outro.

Câmeras de segurança gravaram tudo e registraram o desespero das pessoas que estavam no local. As cenas chocantes foram mostradas no noticiário regional.

Um carro com dois policiais chegou ao local exatamente no momento em que tudo acontecia e foi metralhado pelos bandidos.

O PM que estava dirigindo a viatura morreu na hora. O outro ficou gravemente ferido.

Hoje pela manhã, terça-feira, uma operação conjunta das policias de Pernambuco e da Paraíba encurralou a quadrilha no meio do mato.

Os policiais foram recebidos com tiros e reagiram de imediato.

Oito bandidos, seis homens e duas mulheres, tiveram os CPFs cancelados e foram despachados pra serem queimados nas labaredas de Satanás.

Prisão perpétua eterna, sem necessidade de gasto do dinheiro público bancando cumprimento de penas nas penitenciárias.

A polícia recuperou o dinheiro roubado e apreendeu o pesado armamento que estava com os canalhas.

O jovem policial André José da Silva, brutalmente assassinado dentro do caro, foi enterrado hoje à tarde, sob forte comoção e com honras militares.

Ao chegarem à cidade com os bandidos devidamente entulhados nas carrocerias das camionetes e com as sirenes apitando festivamente no meio do povo, os policias foram saudados e entusiasticamente aplaudidos pela população.

Os tempos são outros.

As coisa mudaram no último semestre. Mudaram pra melhor.

Pra bem melhor.

A polícia perdeu o medo dos felas-das-putas que defendem os direitos do manos e sabe que pode contar com o apoio da banda decente do Brasil.



Deixe uma resposta