CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Caro amigo

É que iniciei esta semana insidiosos anjos negros me despertando nessa radiosa manhã de segunda-feira a atanazar minha cabeça, que já não é muito boa, com afirmativas maldosas como a de que estando atualmente desempregado esse notável expoente de nossas letras jurídicas, não bancárias, que é o ex-Juiz e Ministro da Justiça vai ter sérias dificuldades para pagar não só aos advogados que o estão assistindo, nessa cruzada bendita contra os quixotescos monstros que ameaçam e enxovalham esta nossa república banânica, bem com o aos jornalistas que a partir desse final de semana vencido também o assistirão ajudando-o a promover a verdade de sua luta nos meandros da nossa impoluta mídia, como foi noticiado recentemente, não lembro bem se no site/blog de Cláudio Humberto ou Ancelmo Gois, no final da semana passada.

Esses anjos maldosos chegaram até, veja só a ousadia, a insinuar que as fontes financeiras que dão sustentação a essa situação são as mesmas que dão apoio e sustentação ao coitado do Adélio Bispo, a sofrer as injustiças de um cárcere imerecido, que provavelmente o transformará em um Capitão Dreyfuss tupiniquim, à espera de um Emile Zola, talvez reencarnado na pessoa de uma dama cuja extrema capacidade intelectual nós bem conhecemos, que escreverá a versão banânica do “Eu acuso”.

Esses anjos negros, maldosos como sempre são personagens dessa natureza, ficam azucrinando minha cabeça com assertivas maldosas, como as de que há fontes de onde jorrariam os recursos necessários para cobrir as múltiplas despesas que certamente afligirão esses pobres coitados, hoje em condições de se declararem legalmente miseráveis, pois que não têm emprego conhecido. Este fato seria bastante para que invocassem as benesses do Estado, dando-lhes a assistência jurídica que lhes seria necessária, se não houvessem aparecido almas caridosas que duvidando, mesmo injustamente, da capacidade profissional que lhes seria prestada, acorreram em socorro a esses injustiçados, dando-lhes a assistência jurídico-midiática que lhes permitirá provar suas inocências e as verdades que propalam.

Maldosos como sempre são, esses anjos negros ficam a relembrar a diretriz – “Sigam o dinheiro”, que se diz era dada pelo carrasco J. Edgard Hoover, líder do ineficiente FBI, ao seus esbirros, ao lhes determinar que perseguissem homens de bem como os acima mencionados, que estão sendo levados às raias da amargura, seja pela falsa acusação de uma tentativa de assassinato que mais parece cena cinematográfica das antigas chanchadas nacionais, em um dos casos em discussão ou pelo descrédito que se quer dar a um homem de bem a toda prova, que só quer a felicidade de seu povo.

Quem sabe, atentos anjos da guarda protegerão essas vítimas da maldade do povo, assegurando-lhes as garantias adequadas para evitar que a maldosa e insidiosa diretriz daquele mau caráter conterrâneo de Trump seja lembrada e seguida…

Saravá, meu branco…

R. “Meu branco”???

É comigo???

Tu me xingou de “branco”???

Isso é crime de racismo, meu amigo.

Só faltou me chamar de “urso”…

1 pensou em “ARAEL COSTA – JOÃO PESSOA-PB

  1. Tenho que parar de ler essa gazeta .
    Minha mulher vai acabar me colocando no manicômio.
    E a culpa será desse editor.
    Ao ler a resposta quase me mijei todo .
    Fui tentar explicar o porquê da gargalhada aí que a coisa desandou num acesso de gargalhada frenética e quase histérica.

Deixe uma resposta para Júlio Ribeiro Cancelar resposta