CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Estimadíssimo Guru e Ínclito Sentinela da Liberdade, na Guarita da Fortaleza do Recife

Veja, como às vezes, muitos de nossos mais lídimos – lídimos, viu, e não lindos, leitores expressam suas considerações a respeito de nossa honestíssima imprensa, notadamente aqueles veículos ligados ao corretíssimo sistema globo de comunicações/folha de são Paulo.

Desde ontem, circulou em alguns blogs de má fama e procedimento, bem como em inserções de bandidos os mais diversos, uma informação de que o Grande Sultão Tribunalício, Dom Alejandro de Morales, teria engatado uma ré prá trás e reconhecido o ‘falso’ direito de Jajá botar em campo quem ele quiser, como aconteceu na peleja da puliça, pois afinal ele é o técnico e dono da bola.

Espaiada, como diz o Jessiê, a notícia pelas redes sociais, nada se viu na grande imprensa sobre o assunto, acreditando-se, por outro lado, que os coléguas globolixentos têm razão. Foi fake.

Na realidade, o papel que se mostrou nas redes sociais foi o que Dom Alejandro usou para limpar as imaculadas nádegas de seu colégua Celso, que tinha despejado parte de sua alentada produção na pia do corredor da colenda corte que integra, como se esta fora um sultanato a nadar em óleo.

Vejamos o que aconteceu, para restabelecer a verdade:

Aquele papel era realmente fruto da limpeza procedida por Dom Alejandro e ponto final.

Não se fala mais no assunto.

Deixe uma resposta