CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Bom dia, com os votos de um bom São João, livre dessas falsas quadrilhas que se tornaram escolas de samba e que, portanto, deveriam estar se aprestando para desfilar no Sambódromo e não nos terreiros imaculados de nossa festa autêntica.

Caro Papa

Cada vez mais admirado com o proceder de considerável parcela dessa “Casa de Mãe Joana”, vulgarmente conhecida como STF, ponho-me em admiração (gostou da afirmação a la Jânio Quadros?) que ainda não tenha aparecido um magistrado de razoável pundonor que chame o feito à ordem e decrete a litigância de má fé [aplicação do art. 17 – CPC] os ilustres causídicos que defendem o Lorpa.

Quem sabe o nosso estimado José Paulo Cavalcanti Filho poderia nos dar, através do Jornal da Besta Fubana, os esclarecimentos necessários ao entendimento e aplicação tão desejados?

Será que vale a nossa Besta provocar o posicionamento?

Respeitosamente

R. Já que é tema jurídico, vou dar uma de sabichão e puxar pelo Latim:

Alea Jacta Est.

A sorte está lançada.

O tema está lançado neste antro fubânico.

Aguardemos as manifestações dos nossos leitores que entendem do assunto.

E também do nosso estimado colunista José Paulo, um dos maiores juristas brasileiros da atualidade.

Feliz São João!!!

Deixe uma resposta