APONTAMENTOS VÁRIOS

1. Associado que sou do GEEC – Grupo Educação, Ética e Cidadania, sediado em Divinópolis, Minas Gerais, recebi um livro de autoria do paulista Geziel Andrade, mestre e doutor em Economia, economista aposentado do extinto Banepa, atualmente pesquisador e palestrante da Doutrina Espírita, com vários livros publicados em bastante elogiados em todo território nacional. O último deles, datado deste ano, intitula-se Perispírito: o que os Espíritos disseram a respeito, Capivari, SP, Editora EME, 2019, 215 páginas, uma 9ª. reimpressão de um original divulgado em 2009.

Na Apresentação, o alerta paramétrico: “Só entenderemos a complexidade da vida do Espírito se forem bem compreendidas as propriedades e características do corpo que o reveste – o períspirito – bem como o papel por ele desempenhado.”

O texto do Geziel é composto de quatro partes. A primeira é composta de revelações apreendidas por Allan Kardec, revelações que são mais detalhadas no Pentateuco escrito pelo pesquisador francês, atualmente consagradas mundialmente. Na segunda parte são expostas diversas revelações feitas pelos próprios Espíritos em várias épocas e locais, todas compiladas de forma criteriosa. Na terceira parte, as revelações advindas do Espírito André Luiz, que enriqueceram enormemente as pesquisas espíritas. Por último, na quarta parte são expostas valiosas conclusões obtidas pelas investigações feitas pelo Geziel Andrade, favorecendo uma ampla compreensão sobre o corpo que o Espírito conta na vida espiritual.

As 64 indagações e seus respectivos esclarecimentos proporcionarão um fascinante material, cuja leitura atenta em muito contribuirá para o nosso adiantamento intelectual, espiritual e moral. Além de oferecer um completo entendimento sobre o elo existente entre o Espírito e o corpo físico, esclarecendo o desempenho do Perispírito na vida encarnada e na desencarnada.

2. Estou absolutamente convencido que sem a atuação missionário de Paulo de Tarso, o mais brilhante seguidor do Homão da Galileia dos primeiros tempos do Cristianismo não haveria a espantosamente rápida difusão da Mensagem do Nazareno. Um judeu de Tarso, na Galícia, de forte personalidade, um convertido na estrada de Damasco, para onde se encaminhava com uma missão nada altaneira, a de aprisionar alguns seguidores do Homão da Galileia.

Dentre as mais expressivas análises sobre Paulo e suas missões, ousaria fazer duas indicações. O primeiro chama-se Paulo, um homem em Cristo, de Ruy Kremer, Brasília, FEB, 2016, 303 p. Segundo César Soares dos Reis, autor das orelhas, “este livro vivo, um livro com a voz de Paulo. Ele nos pega pela mão e faz caminhar. Uma força poderosa e doce pulsa dentro de nós e diz, na linguagem vivida do amor verdadeiro: – Vem, vem amigo! É irresistível.”

Como professor do Colégio Militar do Rio de Janeiro, História, integrava a CME – Cultura dos Militares Espíritas, de onde participou de várias diretorias, presidindo-a em várias gestões, proporcionando à entidade uma reestruturação adequada aos tempos contemporâneos, ampliando o Espiritismo em bases efetivamente cristãs.

3. Na área espírita, onde sou um simples trabalhador convertido na terceira idade, tenho me deparado com textos maravilhosamente bem escritos, onde destaco os de Chico Xavier, Divaldo Franco, Hermes Corrêa de Miranda, J. Herculano Pires, Martins Peralva, Eliseu Rigonatti, Robson Pinheiro, Léon Denis, Bezerra de Menezes, entre tantos outros. Entretanto, uma tradução do Novo Testamento, efetivada por Haroldo Dutra Dias – Brasília, Federação Espírita Brasileira, 2018, 607 p., me entusiasmou sobremaneira.

Haroldo Dutra é mineiro, Belo Horizonte, nascido em 1971, Juiz de Direito, graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, nela também cursando cinco semestre de grego clássico, três semestres de literatura grega e um semestre de paleontologia e crítica textual. Ainda estudando, há anos, hebraico, aramaico e tradição judaica. E sua tradução do Novo Testamento em língua portuguesa foi efetivada diretamente dos manuscritos gregos, com foco na linguagem, sem qualquer menosprezo das questões culturais, históricas e teológicas. E o objetivo da obra está estampado na primeira orelha: “Transportar o leitor ao cenário no qual Jesus viveu, agiu e ensinou, a fim de que escute suas palavras, seus ensinamentos, como se fosse um morador daquela região, ensejando ouvir a voz do Mestre galileu em toda sua originalidade, vigor, riqueza cultural, para compartilhar com Ele a pureza genuína dos sentimentos espirituais superiores”.

Um documento que orienta os estudos bíblicos que requerem um discernimento muito mais evoluído do que as crenças nada lógicas do nosso cotidiano existencial.

4. Uma lacuna editorial foi recentemente coberta pela Editora Thomas Nelson, merecendo aplausos gerais: A origem: quatro visões cristãs sobre criação, evolução e design inteligente, Ken Ham et alii, Rio de Janeiro, 2019, 304 p. Quatro autores, representando as quatro visões mais importantes nos debates que acontecem sobre as origens do Universo, buscando a postura mais coerente com a narrativa bíblica. A palavra evolução provoca muito debate, ensejando múltiplas questões: Qual a idade do Universo?, A vida é resultado da evolução?, É possível conciliar a ciência e a Bíblia?; O que é necessário para se ter uma visão correta da origens?

O livro agrega quatro autores cristãos, que representam as visões mais importantes, proporcionando as leitores uma posição pessoal sobre as nossas origens, elegendo os argumentos mais persuasivos. Na orelha primeira do livro, uma diretriz: “Este livro isa fornecer um caminho para explorar com mais criticidade as origens do Universo, favorecendo leituras complementares mais consequentes, menos ingênuas.

Um livro de leitura essencial para os inquietos que não se acomodam diante dos questionamentos mais estruturais dos nossos começos.

5. No 14º. SIMESPE, acontecido neste último final de semana no Centro de Convenções, a fala de Divaldo Franco superou todas as expectativas. Na sala de autógrafos, um dos seu últimos livros – Trilhas da Libertação, 10ª. ed., Brasília, FEB, 2018, 279 p., foi um dos mais demandados. No livro, é apresentada, defendida e detalhada a posição da Medicina holística, que analisa o homem em seu todo: corpo material, mas, acima de tudo, um ser espiritual. Uma leitura indispensável para os que estudam obsessão. Um livro de grande profundidade para iniciantes e já estudiosos.

1 pensou em “APONTAMENTOS VÁRIOS

  1. Prezado mestre,
    Mesmo sendo já seu admirador de longa data, fico impressionado com sua voracidade por conhecimento e por evolução espiritual.
    O senhor dá-me a impressão de ser um adolescente, ainda deslumbrado com as incontáveis descobertas que vai fazendo sobre o mundo maravilhoso em que vivemos,
    Um grande abraço e que Deus o conserve assim por muitos e muitos anos, sempre como referência de estatura moral e intelectual para tantos que tiveram a honra e o prazer de conviver com o senhor.

Deixe uma resposta