MARCOS MAIRTON - CONTOS, CRÔNICAS E CORDEIS

Amanhã é Dia dos Namorados. Uma data boa para se celebrar. E simples. Um jantar, um vinho, uma música que lembra o começo da história… o resto fica por conta da criatividade de cada um…

Neste ano de 2020, alguns namorados estão com dificuldade para ficarem juntos. Já não são os pais que proíbem o namoro. Esse tempo (felizmente) já passou. É um tal coronavírus que está trazendo dificuldades para as pessoas saírem de casa. E, se na casa da namorada ou do namorado tem alguém infectado, talvez seja melhor mesmo não ir até lá.

Mas também tem namorados com problemas, por estarem juntos demais. Dias e dias compartilhando o mesmo espaço faz emergirem problemas de relacionamento que normalmente não se tem.

Nesse ponto, sinto-me privilegiado. Depois de quase 90 dias de isolamento social, ter Natália ao meu lado praticamente o tempo todo é um prazer que se renova.

Esse será mais um de muitos Dias dos Namorados.

Foi pensando nessa turma que está namorando há algum tempo que eu e meu amigo Ricardo Morais fizemos o vídeo a seguir.

Um pouco de poesia, um pouco de música e o reconhecimento àqueles que estão ficando com os sapatos velhos de tanto caminharem juntos.

Com muito amor.

15 pensou em “AOS NAMORADOS

  1. Marcos, dia quinze próximo fará trinta anos que meu olhar cruzou com o de D. Vigélia. Foi bater olho no olho e ligar um quê de querer no meu coração. Ela diz que no dela esse querer tem mais tempo. Me observava desde os dez anos com um olhar de querer um quê.
    Naquela mesma noite dançamos a primeira quadrilha de São João.
    Um mês e meio depois estávamos casados.
    Já perdi as contas de quantos sapatos gastamos de lá para cá.
    Quero me perder nas conta dos que ainda gastarei nesse querer um quê renovado diariamente, cada vez que nossos olhos se cruzam dentro de casa. É que os olhos castanhos dela querem sempre um quê com os meus olhos querendo um quê com os dela.
    Ela é o meu bem querer.

  2. Moooossaaaa…. !!!!!
    Como uma música pode passar uma mensagem tão linda ,,,!!!
    Uma data especial para relembrarmos esta longa caminhada ao lado de nosso amoreco ……
    Parabéns poeta ……
    Emocionante

    • Grande Arthur!
      Reações como a sua são o meu combustível.
      Tudo bem que o salário de colunista do JBF é bom, mas nada paga a audiência do público que frequenta deste jornal.

  3. Prezado Dr. Marcos,

    Até neste aspecto da vida o senhor é uma alma iluminada.

    Meus parabéns, de todo o coração! Ao senhor e à sua amada e companheira.

    Adônis

  4. Dr. mairton!!
    Em nome de um passado glorioso no BNB, reserve um pouco do seu tempo e faça uma ligação, via celular, para o nosso querido amigo Sinezio, de quem você tem, com certeza, boas lembranças.
    Abraços – Jorge alberto Motta – NATAL/RN.

    • Meu caro Jorge Alberto, você nem imagina a minha alegria ao ler seu comentário nesta coluna. É uma honra para mim ter trabalhado com você. Vou ligar para o Sinezio, sim!

  5. Excelentíssimo senhor doutor juiz de direito da da 1° vara dos sentimentos

    Pablo Lopes, já qualificado como eterno apaixonado, vem à presença de V. Exa., estribado no artigo 1° da lei geral dos corações, peticionar o quanto segue

    DOS FATOS

    O ora peticionário é, desde o primeiro encontro, apaixonado pela Angela; sua esposa e companheira de vida, a qual o tem suportado, assistido e cumulado de carinhos e cuidados.

    Ao acima mencionado, acresce o fato de que, devido ao isolamento imposto pelo famigerado Covid 19, a proximidade do peticionário e sua esposa aumentou exponencialmente, tornando os referidos préstimos ainda mais evidentes.

    Assim, o peticionário se encontra em total dívida com sua amada, necessitando urgentemente saldar tal passivo, antes que sofra execução, estando, assim, desejoso de utilizar vosso vídeo para homenagear sua credora, a fim de minorar o débito.

    DO DIREITO

    Invoco, em meu benefício, a lei dos apaixonados incuráveis, para exercício do direito natural à harmonia conjugal.

    DOS REQUERIMENTOS

    De todo o acima disposto, pede e requer

    Seja autorizado o uso e envio de vosso vídeo, como forma de homenagear aquela que ilumina a vida do ora peticionário.

    P.S: Queira perdoar a brincadeira jurídica e aceite meus parabéns pelo belíssimo trabalho.

    Um abraço.

    Pablo Lopes

  6. Eu andava muitas léguas para ir ver a Adriane, até que resolvemos encurtar a distancia a ponto de ficarmos juntos e não nos separarmos mais.
    Se já somos sapatos velhos?sim, já somos, mas ainda servimos para esquentar nossos pés,para continuarmos a caminhada e seguir vivendo a vida sob as bençãos de Deus.
    Meu caro poeta Marcos,as flores dela entreguei antecipadamente, o vinho já está comprado,mas ainda faltava alguma coisa e você me deu, muito obrigado.
    Parabéns pelo trabalho.

    Abraços

Deixe uma resposta