DEU NO JORNAL

Como anunciado por ela na semana passada, a deputada bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP) apresentou um projeto para exigir que congressistas façam exame toxicológico “de larga janela de detecção”, prevendo perda do mandato em caso de constatação do uso de droga ilícita.

“Não se pode admitir que os artesãos do ordenamento jurídico pátrio fomentem e se tornem escravos, marionetes e/ou partícipes do deveras abominável, reprovável, perigoso e destrutivo tráfico de drogas. Caso um colega a isso sucumba, urge que venha a ser prontamente expulso de seus trabalhos na Casa”, diz ela, na justificativa.

* * *

As bancadas da maconha e do pó estão em polvorosa (êpa!)

Já saíram em campo pra derrubar o projeto da deputada estraga-prazeres.

Ou, melhor dizendo, da deputada estraga-baratos.

A editoria desta gazeta escrota fez um levantamento e constatou que o projeto da parlamentar não faz qualquer menção ao cheira-pó Aécio Neves.

Mas, em compensação, a parlamentar fala no nome do mineirinho malandro neste vídeo que vem a seguir.

Aécio Neves é aquele babaca chapado que apresentou um projeto estabelecendo a punição de cidadãos que se recusem a tomar a vachina contra o covid.

Vejam a seguir uma bolsonarista reacionária e antiquada (mais uma…) que trabalha contra os drogados e os seus fornecedores:

E, pra fechar a postagem, um vídeo com o meu estimado conterrâneo de Palmares, o destemido Sikêra Júnior, uma brava exceção na imprensa merdosa da atualidade.

Ele sapeca um tema que tem tudo a ver com o assunto que estamos tratando.

Vejam que linda e comovente música ele compôs:

Deixe uma resposta