CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Editor Berto,

Sabem os senhores que “benditas são todas as palavras ditas em silêncio. Porque não há força maior que a fé, nem voz mais alta que a oração”.

Vamos falar em fé? Em amor? Não coloquemos limites em nossos sonhos. Coloquemos fé. Deus, aquele que está disponível em todos os momentos de nossas vidas, transforma choro em sorriso, dor em força, fraqueza em fé e sonhos em realidade.

Gente amiga, da “comunidade fubânica”, todos os dias dirijo minhas orações às pessoas queridas e saibam vocês que a turma do JBF está em meu coração.

Aqui, neste espaço mais democrático que encontrei na internet, passarei a divulgar a PALAVRA.

Jesus é o Verbo, a expressão do poder e da ação de Deus. O Verbo é a Palavra de Deus, conforme lemos no GÊNESIS.

No grego, a palavra para Verbo é logos, que significa “palavra”. Por Sua palavra, Deus criou o mundo e tudo que existe (Hebreus 11:3). A Palavra de Deus é Seu poder e Sua autoridade. O Verbo é Deus agindo no mundo, no coração de todos nós, INDEPENDENTE da religião que cada um de nós professa.

Sou Ana Lúcia Justino estou na presidência do Apostolado da Oração.

O Apostolado da Oração constitui uma associação de fiéis que, pelo oferecimento diário de si mesmos unidos ao sacrifício eucarístico e pela união vital com Cristo, colaboram na salvação do mundo. Conseguem esse objetivo por meio do seguinte programa:

– Participação vital no Mistério Eucarístico.
– Culto ou espiritualidade do Coração de Cristo.
– Preocupação de sentir com a Igreja.
– Assídua oração apostólica.
– Amor e devoção a Nossa Senhora.

O Apostolado da Oração: Nasceu num seminário da companhia de, Jesus, em Vals, perto de Le Puy, na França, terra do nosso amigo fubânico Goiano. No dia 03 de dezembro de 1844, por ocasião da festa de São Francisco Xavier, o Padre Francisco Xavier Gautrelet explicou aos jovens estudantes seminaristas, animados de zelo pelas missões, como as orações e sacrifícios poderiam levar preciosíssimo auxílio aos que trabalhavam já na seara do senhor.

As ideias propostas naquela exortação espiritual que deram origem ao Apostolado da oração foram imediatamente concretizadas por aqueles jovens dentro do colégio. Divulgadas depois por alguns sacerdotes nas regiões vizinhas em breve se tornaram conhecidas em toda a França. Foi levada para as outras nações.

O Padre Gautrelet sugeriu uma pequena organização que levou o nome de “Apostolado da oração ” Foi aprovado bispo de Le Puy, e o Papa Pio lX concedeu-lhe, em 1849, as primeiras indulgências.

Em 1861, publicou um livro intitulado “Apostolado da oração, Santa liga de corações cristãos Unidos ao Coração de Jesus “. No mesmo ano começou a publicação da revista mensal do mensageiro do coração de Jesus. Que rapidamente espalhou em todas as nações, nas respectivas línguas :

Na Itália em 1864, na Austrália no ano seguinte, no Estado Unidos e na Espanha em 1866, na Colômbia e na Hungria em 1867, na Inglaterra em 1868, na Holanda e na Bélgica em 1869 etc. Quando o Padre Henrique Ramires morreu, em 1883, o Apostolado da Oração (AO) contava no mundo todo com 35.600 centros com mais de 13 milhões de zeladores.

No Brasil: O primeiro centro do AO foi fundado dia 30 de julho de 1867, no Recife-PE (terra do Editor Berto), na igreja de Santa Cruz. Cuidada pelos Padres jesuítas chegados a Pernambuco em 1865. O Padre Bento Schembri, foi seu fundador e primeiro diretor. No dia 1 de Outubro de 1871, o Padre Bartolomeu Taddei. Recém-chegado da Itália, fundou o primeiro centro do Apostolado da Oração, na cidade de Itú-SP, fundando logo outros centros em nível diocesano e nacional pelo Brasil afora.

Primeiro Congresso Católico Brasileiro: 1900, na Bahia completado com o congresso de São Paulo e do Rio de Janeiro.

O congresso Eucarístico Internacional celebrado em 1955 no Rio de Janeiro.

Padre Tadeu faleceu dia 3 de junho de 1913, em Itu, junto ao santuário do coração de Jesus, sendo substituído pelo Padre Aloisio Yabar, que permaneceu na função até 1926.

Outros o sucederam – O Padre Emmanuel Gabinio de Carvalho ficou até 1940.

O Apostolado da Oração foi crescendo, se agigantando e se espalhando pelo país.

De 1941 a 1963 ficou sob o comando do padre José da Frota Gentil.

O Padre José Tarcisio Camargo de Barros assumiu a missão de 1964 a 1974, sendo substituído pelo Padre Maurício Donato Sampaio no ano de 1977.

De 1978 a 2006 foi o padre Roque Schneider que esteve à frente do apostolado.

Em 2007 foi o padre Otmar Jacob Schwengber, permanecendo até o final de 2014.

Em dezembro de 2014, foi nomeado como diretor nacional o Padre Eliomar Ribeiro de Souza. A ele foi pedido para continuar a missão de seus predecessores com ênfase sobretudo na implementação do processo de “Re criação” da Rede Mundial de Oração do Papa, na celebração dos 100 anos do MEJ e dos 170 anos do AO.

O Apostolado da oração hoje, no Brasil é um dos maiores movimentos espirituais atuantes.

Na igreja: Todos os anos na Romaria Nacional ao Santuário de Aparecida (Aparecida-SP), milhares de apóstolos e apóstolas do Coração de Jesus se reúnem com a missão de continuar sendo “Sal da terra e Luz do mundo.”

Para manter acesa no coração da igreja a chama da oração. Nossas reuniões acontecem todas as primeiras sextas feiras de cada mês. Na nossa reunião nós usamos a Bíblia, o Mensageiro, o Manual do Coração de Jesus. E a nossa fita.

Esperamos VOCÊS, fubânicos de todo o BRASIL.

Contem com nossa fé, pois contamos com a sua.

R. Pode dispor inteiramente deste espaço aberto e democrático, cara leitora Ana Lucia.

Exerça seu  Apostolado da Oração por aqui inteiramente à vontade.

Será uma excelente oportunidade para essa cambada de viciados fubânicos criar vergonha na cara e praticar uma coisa séria.

Quando eu digo que nesta gazeta escrota aparece de tudo e mais alguma coisa, tem neguinho que não acredita…

17 pensou em “ANA LUCIA JUSTINO – RESENDE-RJ

  1. Que bom que agora temos alguém de MUITA FÉ neste espaço de PÔ CAPHÉ…
    Olá! Hoje ME UNO á senhora Ana Lúcia para dialogar com você sobre FÉ. Uma pequena palavra, mas de grande impacto na vida. A FÉ é palavra-chave? Ter fé é encarar o mundo de maneira positiva e esperançosa. Há que se motivar para viver em harmonia, pois é saudável depositar energia em algo para aliviar a grande carga emocional que todos nós recebemos diariamente. É necessário ao ser humano ter confiança para seguir em frente, pois a fé é que dá sentido aos valores da nossa vida, de maneira a dar significado à existência.

    O famoso ditado “a fé move montanhas” define esse sentido. Ter fé faz o indivíduo realizar coisas até então impossíveis? A fé é algo que anima afetivamente as pessoas, um comportamento que faz o indivíduo se sentir motivado a atravessar uma situação de grande dificuldade, por exemplo. Independente de crenças, a fé faz com que a pessoa tenha esperança que algo melhor está por vir; muitas vezes as decisões são encorajadas pelo fato de se ter fé, esperança e acreditar em algo, fazendo assim, com que tenha a motivação de sempre olhar e seguir em frente.

    Fubânicos, a fé não costuma falhar…

    • Bom dia. Que bom que você gostou. Realmente a fé move.montanha
      Com essa pandemia que nós estamos passando
      Nos precisamos ter muita fé.

  2. Como crer no que NÃO SE VÊ?
    Como faz bem a fé em nossos corações e em nossas vidas…
    Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram.

    • Bom dia. Realmente basta você crer
      Mais crer de coração puro. Sem mágoa, sem ranço. Por que senão a sua fé não vai adiantar nada

  3. Sancho toca o céu quando seus joelhos tocam o chão. Sim, Sancho é um homem de fé, de muita fé… Fubânicos, remem para a fé e deixem seus barquinhos nas mãos de Deus. Certamente chegará a porto seguro no além vida…

    Recorro a meu amigo Jair, aquele mesmo que o Goiano está pensando: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!” (Jo 8,32)

  4. Invente, entenda, enfrente, agradeça…Se nada mudar, invente, e quando mudar, entenda; se ficar difícil, EM FRENTE, e quando ficar fácil, agradeça; se a tristeza rondar, alegre-se, e quando ficar alegre, contagie; e quando recomeçar, acredite, você pode tudo. Acredite, tudo é possível pelo amor, e pela fé que você tem em Deus!

    Bem vinda, dona Ana Lúcia!!!!!!!

    E deixo um abração para meu irmão na fé, o Goiano.

    • Não esqueçamos, caríssimo Carlos, de tão brilhantes comentários em nossa gazeta, que aqui é igual coração de mãe, sempre cabe mais um.

      Ressalto, ainda, a mensagem de boas vindas do editor Berto à religiosa Ana Lucia, que transcrevo abaixo:

      Pode dispor inteiramente deste espaço aberto e democrático, cara leitora Ana Lucia.

      Exerça seu Apostolado da Oração por aqui inteiramente à vontade.

      Será uma excelente oportunidade para essa cambada de viciados fubânicos criar vergonha na cara e praticar uma coisa séria.

      Quando eu digo que nesta gazeta escrota aparece de tudo e mais alguma coisa, tem neguinho que não acredita…

      SAC JBF:
      Serviço de Atendimento ao Cliente JBF:

      E, para melhor atendimento, à comunidade, convida Sancho a TODOS participarem do FA, novo serviço de atendimento ao cliente fubânico, abaixo especificado.

      FA – Fubânicos Anônimos (ou não) é uma comunidade com carácter voluntário de homens e mulheres que se reúnem para alcançar e manter o vício da leitura através da leitura compulsiva, voluntária e /ou viciante do Jornal da Besta Fubana.

      Este grupo autônomo surge inicialmente em São Bernardo do Campo, no Estado de São Paulo, mais precisamente na cabeça perturbada de Sancho (figurinha carimbada nesta escrota gazeta). É uma comunidade de entreajuda (ajuda mútua/recíproca) para apoiar os que sofrem deste problema e para se manterem eles próprios cada dia mais fubânicos, mais viciados, mais doidões.. Os FA sonham difundir-se por todo o globo.

      Sem carácter religioso, porém espiritual, incorpora muitos princípios de diversas religiões, pois a comunidade recebe pessoas de todas as doutrinas. Venha ser fubânico você também; traga a sogra, a amante, o chefe, o cunhado chato, o seu amigo corno, o seu inimigo de direita ou esquerda, independente de cor, raça, nacionalidade, religião, identificação sexual ou partidária.

      Abração grande, Carlos, um dos nosso grandes fubânicos do JBF.

    • Señor Carlos,

      Agradeço por ter aparecido, em forma de texto, na vida dessa louca gente fubância maravilhosa, pois seu comentário possibilitará interação e salutar (às vezes ruidosa) troca de ideias.
      Hoje, no mundo louco da internet o JBF é o único lugar, que conheço, onde pessoas, pensamentos e textos antagônicos coabitam em civilizada harmonia.

      Inclusive, para melhor troca de ideias, a comunidade estará reunida na quinta-feira para que possamos falar sobre este grande espaço onde todos damos nossos palpites… Irás participar?

      Sancho é quinéim iscotêru: “be prepared” (Siempre Listo ou Siempre Alerta)

        • Carlão, eis o convite e maiores informações:

          MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE
          Publicado em 18 de agosto de 2020
          Excelentíssimo Editodos:

          visando integrar colunistas e leitores dessa Gazeta Escrota, organizamos uma reunião denominada Jornal da Besta Fubana on line: uma sessão (ou será seção?) de fuxicos, sendo vossa senhoria convidado falar sobre cornos (causos, músicas, etc) sendo sua fala de, no máximo, 20 minutos para que possa se iniciar a sessão de fuxicos.

          Os colunistas foram informados via e-mail e seria importante que eles confirmassem a participação clicando no “aceitar” do convite.

          Para participar basta clicar aqui.

          No e-mail está logo abaixo da expressão Entrar no google meet.

          Os leitores poderão acessar esse link e, imediatamente, gera-se uma solicitação de participação.

          Pode ser acessado via celular também bastando para isso baixar, gratuitamente, o aplicativo google meet.

          A reunião será na próxima quinta feira (20/08), das 19h30 às 20h30, horário Brasília-Recife.

          Abraços

  5. Já que estamos falando de religião, temos uma notícia quentinha do Tribunal Superior Eleitoral:

    Por 6×1, os ministros do TSE vetaram a cassação de mandato por abuso de poder religioso.

    A maioria votou contra a possibilidade de políticos terem o mandato cassado por abuso de poder religioso.

    Algum fubânico irá comentar?

  6. Apesar de relutante, dado o pouco interesse que tenho por direitistas, visitei um destes dias o tão falado (às vezes mal, outras bem) JBF. O entusiasmo dos fubânicos manifestado exuberantemente, foi determinante para me convencer. Em boa hora o fiz. Ando a pensar em fazer umas poesias e aquilo deu-me umas ideias. Quanto ao mais, digo como a maioria da gente que os visita. Tá bonito, lá isso está…
    Ah, e gostei do lero-lero da beata.

    • JBF está, em quase tudo, um passo à frente de qualquer JORNAL. Até na maluqueira. Há quem diga que já não cabe lá nem mais um maluco.

      Brincadeirinha, señor Comuna.
      Se seu texto for bom será publicado. Se for ruim, também.

Deixe uma resposta