ALGUNS POEMAS BREVES

NATAL É TODO DIA

Vamos somar esforços
Estender sempre a mão
Atitude solidária
Ver no outro um irmão
Ser um disseminador
Para dividir o amor
Que brota do coração.

PLANTAR O QUE DÁ FLOR

Não se pode afastar
Quando vier uma dor
Um guerreiro tem força
Já nasce um lutador
Aprende a cultivar
O bem sempre a regar
Só plantar o que dá flor.

POESIA

Poesia traz pra vida
Beleza e harmonia
Quando versos bem feitos
Parece uma sinfonia
Fornecem serotonina
Liberando alegria.

EVOLUIR É PRECISO

Evoluir consiste
Aperfeiçoar o ser
Conhecer os seus traços
Tirando o foco do ter
Evolução não finda
Não vai se arrepender.

SABER VIVER

Na vida tem agruras
Mas também tem alegria
É só usar a razão
Que usufrui harmonia
Controlar as emoções
Pra viver na calmaria.

PSICOTERAPIA

Uma pedra no caminho
Surpresa que não previa
Pode causar grande dor
Que remédio não alivia
Não tenha preconceito
Faça psicoterapia.

11 pensou em “ALGUNS POEMAS BREVES

  1. Tive a surpresa agradável de ler um poema curto sobre o Natal. A data é sempre lembrada como uma renovação de vida, entretanto nos versos do colunista há um alerta de se viver o Natal todos os dias. Devemos ser fraternos não só no mês de dezembro, mas todos os meses do ano. Hoje, o comércio concentra suas vendas no último mês do ano por entender que as pessoas ficam mais susceptíveis de presentear. Na minha opinião, o melhor presente é estar presente na vida dos familiares e amigos. Quem doa seu tempo está praticando o amor ao próximo. Natal é todo dia mesmo…

  2. Vitorino,

    Muito obrigado por suas generosas palavras. Concordo que o melhor presente é dar o seu tempo a quem necessita de atenção. A família é o grupo mais importante para nossa evolução, pois nele encontramos os maiores desafios; então, é necessário aparar as arestas que existem no relacionamento com os parentes. Chamou a minha atenção sua observação sobre a fraternidade e irei aproveitar esse tema para compartilhar um poema do meu baú de versos:

    FAZER O BEM

    A prática de fazer o bem,
    Ajuda a quem faz também.
    Não selecione a quem
    Para não ficar refém,
    Nem discriminar ninguém,
    Sem ofender quem nada tem.
    Seguindo Jesus de Belém
    E ir firme para o além.

    Saudações fraternas,

    Aristeu

  3. Parabéns pelos versos bonitos e oportunos,, prezado Aristeu Bezerra! Você é um excelente poeta. Gostei de todos os temas, mas destaco:

    “NATAL É TODO DIA

    Vamos somar esforços
    Estender sempre a mão
    Atitude solidária
    Ver no outro um irmão
    Ser um disseminador
    Para dividir o amor
    Que brota do coração.”

    Que o espírito natalino e a solidariedade humana estejam sempre presentes entre nós, em todos os dias do ano!

    Um grande abraço e votos de um Feliz Natal e um Venturoso Ano Novo!

    Violante Pimentel Natal RN

  4. Violante,

    Agradeço ao seu comentário com palavras incentivadoras. A poesia torna a vida mais amena. Gosto do desafio de poder sintetizar em versos rimados ou livres um tema que para idealizar levaria muito tempo. Não tenho pretensões literárias, entretanto um elogio sincero me deixa satisfeito. Você escreve muito bem e suas observações me estimulam bastante. Gentileza gera gentileza, então compartilho um poema com a prezada amiga:

    ESQUECER

    Esquecer o mal e pensar no bem,
    Esquecer a ofensa e pensar no perdão.
    Esquecer a tristeza e pensar na alegria,
    Esquecer a divergência e pensar na união.
    Esquecer o caos e pensar na harmonia,
    Esquecer o problema e pensar na solução.
    Esquecer a adversidade e pensar no desafio.
    Esquecer a dor e pensar na libertação.

    Saudações fraternas,

    Aristeu

  5. Aristeu;
    Parabéns pelo teu artigo sobre o Natal.
    Que possamos renascer sempre a Luz Divina em nossos corações em atitudes de amor e caridade, a cada irmão de caminhada. Não esquecendo nosso aniversariante que é Jesus, nosso Mestre e Guia!
    Com a tua permissão deixo um poema de nosso Irmão de Luz; Chico Xavier.

    NATAL:
    Natal!… O mundo é todo um lar festivo!…
    Natal!… O mundo é todo um lar festivo!…
    Claros guisos no ar vibram em bando…
    E Jesus continua procurando
    A humildade manjedoura do amor vivo.

    Natal! Eis a Divina Redenção!…
    Regozija-te e canta renovação,
    Mas não negues ao Mestre desprezado
    A estalagem do próprio coração.

    Chico Xavier

    Feliz e Abençoado Natal.
    Carmen.

  6. Carmen,

    Grato por seu valioso comentário. O poema de Chico Xavier é belíssimo. Infelizmente, uma data tão significante está provocando um consumo exagerado e desvirtuando do seu sentido cultural e religioso. O mundo tem progredido, porém não está evoluindo. Somos, ainda, muito apegados aos bens materiais. Vemos guerra no século atual quando já deveríamos entendermos sem precisar de atitudes bélicas., mas sejamos otimistas e educamos os nossos filhos e netos para termos um mundo melhor. Compartilho um poema de Cora Coralina (1889-1985) com a prezada leitora fubânica:

    POESIA DE NATAL

    Enfeite a árvore de sua vida
    com guirlandas de gratidão!
    Coloque no coração laços de cetim rosa,
    amarelo, azul, carmim,
    Decore seu olhar com luzes brilhantes
    estendendo as cores em seu semblante.

    Em sua lista de presentes
    em cada caixinha embrulhe
    um pedacinho de amor,
    carinho,
    ternura,
    reconciliação,
    perdão!

    Tem presente de montão
    no estoque do nosso coração
    e não custa um tostão!
    A hora é agora!
    Enfeite seu interior!
    Sejas diferente!
    Sejas reluzente!

    Saudações fraternas,

    Aristeu

    PS.:Feliz Natal com paz, saúde, serenidade e alegria!

  7. Todos bons, destaque para natal todos os dias.
    Assim como o natal devemos fazer de nossos dias uma constância, sempre ajudando e com pensamentos positivos.
    Muitas vezes não somos reconhecidos, mas o que importa, devemos fazer o de melhor sem esperar nada em troca.

  8. Marcos Ribeiro,

    Muito obrigado por seu ótimo comentário com observações que me ajudam no prazeroso trabalho de pesquisar a cultura popular. O artigo dessa semana tive o atrevimento de mostrar alguns poemas curtos, porém com conteúdo para refletir. Quanto ao poem referido por você, quis demonstrar que o espírito natalino deveria ser uma constante em todos os dias do ano. O comércio explora o Natal levando as pessoas a consumirem não só em presentes, mas também com comidas caras para a ceia natalina. O maior presente que devemos dar ao próximo é a atenção. As pessoas sofrem muito com a solidão, então conversar com quem está sozinho é ajudar a elevar a autoestima do solitário.
    Aproveito o espaço democrático do Jornal da Besta Fubana para compartilhar um poem em versos livres do meu baú de versos:

    E POR FALAR EM SONHOS

    A vida é feita de sonhos.
    Sonhos que não nos levem
    Para o passado nem nos
    Arremessem para o futuro,
    Mas nos joguem no presente.

    O jogo do presente foi sonhado,
    Ouvindo a voz do coração
    Determinar a tática correta.

    Cada dia é um jogo,
    Cada jogo é um sonho.
    É do seu sonho
    Que se faz a sua realidade.

    Saudações fraternas,

    Aristeu

Deixe uma resposta