MARCELO BERTOLUCI - DANDO PITACOS

Segundo informações, um avião A330 da FAB transportou 18.000 litros de água mineral de Manaus para Brasília, onde a carga foi transferida para um KC-390 que a levou para Porto Alegre.

Em um avião, cada kg de carga aumenta o consumo. Em um vôo de pouco mais de duas horas, como neste caso, um aumento de 18 toneladas acarreta um aumento de consumo de aproximadamente 1200 kg de combustível. No vôo Brasília-Porto Alegre, a situação é parecida.

Em outras palavras, ao transportar esses 18.000 litros de água, foram gastos a mais aproximadamente 2400 kg de querosene de aviação, que custam aproximadamente 15.000 reais. Isso significa que se a FAB tivesse deixado essa água em Manaus, a economia de combustível daria para comprar mais do que isso em algum lugar próximo ao destino.

Nas redes sociais que noticiaram isso, muitas pessoas estão xingando quem fez essas contas de “insensíveis” e “sem empatia” e dizendo que em um momento como esse despesas não importam, o que importa é ajudar.

Deve ser a nova versão do “A economia a gente vê depois”.

3 pensou em “ÁGUA MINERAL

  1. Caro Marcelo, já existe o ditado popularmente conhecido que ao atirar com a pólvora dos outros, o tiro é pra lascar o cano, culatra, e como vivemos em um momento de que quanto mais exposições, alguém pensa em faturar os doces olhares dos otários, que não veem e pensam.

    • Pois é, Luiz, e o mais triste é constatar a enorme quantidade de gente que não consegue enxergar isso.

      Na postagem do Facebook de onde eu tirei a informação, havia um comentário dizendo que essa despesa não significa nada, porque “as forças armadas pensam na missão, não no custo”. Alguém argumentou que mesmo uma missão importante deve levar em conta a relação custo-benefício, e o sujeito respondeu: “o povo precisa entender que forças armadas gastam muito mesmo.”

  2. Triste tudo isso Marcelo, pagamos um custo muito alto pela incompetência e espírito de pavão de um grupo de personalidade que pensa que o país pertence a eles e como tal, querem empurrar de goela abaixo, gostemos ou não. Deus tenha piedade de nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *