GOIANO BRAGA HORTA - ARCO, TARCO E VERVA

Eu era uma pessoa completamente crente no Lula.

Acompanhei toda a sua trajetória política, procurei saber da sua vida desde a infância no Nordeste, passando pelos empregos como metalúrgico em São Paulo, sua atuação sindical, a criação do PT – Partido dos Trabalhadores, as tentativas frustradas de ser eleito presidente da república, sua eleição como deputado federal.

Finalmente, o elegemos presidente da república, em 2003.

Muitos ficaram frustrados: Lula não fez exatamente o governo que anunciava nas campanhas, não fez o que quem acompanhava suas ideias esperava dele.

Não era, ao contrário dos que muitos pensavam, inclinado ao comunismo, mas era de se esperar que acabasse com os lucros exagerados dos bancos, que estatizasse mais, que levasse os juros a zero, que virasse um pouco as costas aos Estados Unidos para alinhar-se economicamente e filosoficamente mais a países de esquerda, comunistas ou não, do que aos de direita (entendendo-se que as esquerdas são os que voltam seu interesse mais para o povo, para as causas populares, para a vanguarda social), do que a direita (entendida como a política que se volta objetiva e concretamente para o sucesso do capital e o resto vem por acréscimo, ou não vem).

Esses, que esperavam essa ideologização do Lula, saíram xingando, sentiram-se logrados. Conheci muitos que passaram mesmo a odiá-lo.

Para mim, deu-se que eu compreendi o momento, considerei que sua orientação estava correta e alegrei-me vendo o País prosperar, favorecendo o florescimento do capitalismo mas aplicando uma política social de grandeza humana, de amparo aos pobres, aos mais fracos.

Grande parte do seu eleitorado permaneceu fiel e partimos para o segundo mandato: Lula continuava sua política de estadista, aquela que fez desaparecer das ruas as crianças miseráveis e infratoras, os pobres sem lar, as pessoas implorando esmolas; o Lula que conseguiu estabelecer uma economia vigorosa e de justiça social bastante difícil de vigorar dentro do capitalismo.

Nunca se ouviu dizer, desde as origens de Lula, e durante seus governos de 2003 a 2010, que Lula tivesse praticado qualquer ato desonesto, que houvesse se envolvido em algum tipo de corrupção.

Ia ele tão bem que pôde garantir a permanência no poder por mais dois mandatos, elegendo com a força e garantia do seu nome o seu sucessor, digo, a sucessora, que procurou dar continuidade à mesma política.

Desse período não falaremos agora, para não nos desviarmos do foco, que é o Lula. As crises no segundo governo da Dilma Roussef, que acrescentaram mais pretextos e oportunidades para a tomada do poder por outros grupos políticos, que culminaram na direita desequilibrada e desmiolada que hoje desgoverna a Nação, não virão ao caso na presente exposição.

Lula, mal deixou o poder, tornou-se alvo de acusações de corrupção, que culminaram em condenações que o afastaram das disputas políticas.

Eis onde quero chegar: acompanhei, do mesmo modo que muitos de seus apoiadores, as acusações e os processos contra ele. Li o que a imprensa oferecia dos autos, assisti aos vídeos dos depoimentos, li o noticiário a respeito dos aspectos gerais dos fatos e dos envolvidos, também li sentenças e as críticas populares e de juristas a seu respeito.

Fiquei convencido de que Lula é inocente e foi julgado culpado sob a influência de conceitos prévios, algo compreendido de certa forma como viés político, não propriamente desonesto, mas equivocado, envolvendo tantas circunstâncias, que vou me livrar de estender, mas que incluem o espírito de justiçamento e o uso desviado de certas propostas doutrinárias do direito, como é o caso particularmente grave da teoria do domínio do fato – de tal modo que configurou-se o chamado “lawfare”, compreendido, livremente, como o mau uso do Direito para obter finalidades previamente definidas.

Se todas as acusações contra Lula pudessem ter, ou parecer ter, algum fundamento, uma coisa sempre me confirmava a certeza de sua inocência, tomada pelo acompanhamento dos processos (e, é claro, a situação dos processos no momento político, social e histórico).

Essa coisa é o dinheiro: – Onde está a fortuna que Lula teria obtidos com a sua participação, como figura principal, nos atos de corrupção que teria cometido?

Esse dinheiro não aparecia.

Enquanto os que seriam seus companheiros no crime, e até subordinados, surgiam com centenas de milhões de reais envolvidos, Lula, a despeito de todas as investigações realizadas, não parecia ter em seu patrimônio comprovado, um décimo do que os corruptos confessos (coisa que Lula jamais foi) mostraram ter.

A fortuna de Lula, a que foi revelada no inventário de D. Marisa Letícia, sua esposa, não passava de uns onze milhões de reais e qualquer coisa, sete dos quais obtidos por realização de palestras, comprovadas, legalmente corretas, e mais alguma modesta poupança, dois veículos, três imóveis de classe média – tudo com origem legal e comprovada.

Eis, então, que subitamente, a casa cai, por mais R$ 256.000.000,00 no patrimônio do Lula!

O juiz Carlos Henrique André Lisboa, responsável pelo inventário da ex-primeira-dama, pediu esclarecimentos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre aplicações da esposa, morta em 2017.

Segundo ele, aparece nos autos que foi feito um investimento total de R$ 256,6 milhões.

Logo espalhou-se pelas redes sociais a notícia, gente da família Bolsonaro postou e até a recém-empossada no governo, a atriz Regina Duarte, namoradinha do Brasil, compartilhou a notícia dos duzentos e cinquenta e seis milhões e fumaça de reais no patrimônio do Lula.

Quase caí da cadeira. Anos e anos defendendo o Lula e agora essa grana toda para me provar que nosso ídolo e herói é um grande safado mesmo.

Ah, mas tu não gostas! Vamos ver se é verdade mesmo, porque ainda que tenha surgido da pena de um juiz em um processo judicial… não pode ser!

O equívoco nem esquentou a cadeira e eu não cheguei perto de cair dela. Tudo não passava de um erro e a fortuna de duzentos e cinquenta e seis milhões de reais de Dona Marisa (e do Lula!) era, constatado o engano, de vinte e seis mil reais – R$ 26.000,00.

Em lugar de dar adeus ao Lula, verifico que nem mesmo persiste uma ameaça a sua integridade que viria de uma fonte suficientemente abaladora.

Com frequência leio nas redes sociais a afirmação repetida por muitos de que Lula é o maior ladrão da história, mas sem o dinheiro do roubo Lula teria de ser um corrupto que não tirou qualquer vantagem dos seus crimes, o que deveria pôr uma pulga atrás da orelha dos juízes.

Vivemos, no momento, esse impasse: podemos perceber que a mesma direita que, em última instância, conseguiu afastar Lula das disputas à presidência da república, é a mesma direita que tomou o poder, na pessoa de Jair Messias Bolsonaro, o que deve nos levar à conclusão de que as condenações de Lula são fruto da burrice desvairada, o que só se poderá corrigir se o Supremo Tribunal Federal finalmente puser fim a essa loucura.

Caso contrário, adeus, Lula.

87 pensou em “ADEUS, LULA

    • Não sou fútil, Goiano.
      Sou trabalhador, correto e intelectualmente honesto.
      Fúteis são vocês petralhas imundos.
      Eu apenas usei ironia. Você sabe o que é ironia? É o que deixei de usar nesta resposta, pois pessoas ridículas como você me irritam.
      Vocês desgraçaram nosso país. E pelo que me consta, você faz parte dessa corja teclando a partir de Paris, não é isso?
      A propósito, você e os esquerdistas franceses estão satisfeitos com a invasão muçulmana? Podem andar a vontade pelas belas avenidas parisienses sem ser incomodados (ou assaltados, ou assassinados) por essa gente? Estão felizes com a invasão islâmica? Devem estar muito satisfeitos com toda essa gente disposta a implodir milênios de civilização ocidental, não é mesmo?
      Você e toda a sua canalha esquerdista imunda são patéticos.

      • Señor Teixeira,

        Seja muito bem vindo neste espaço destinado a gladiadores (agora você exagerou, Sancho), que defendem, com toda finesse (o Maurino e o Adônis não me deixam mentir), suas posições ideológicas, ou não, sobre o destino deste gigantesco Brasil.

        ” Que o teu trabalho seja perfeito para que, mesmo depois da tua morte, ele permaneça.” Leonardo da Vinci

        • Sancho, meu caro, és mestre preciso no uso das palavras!
          Finesse é o que define com exatidão não só o nosso presidente Jair Messias Bolsonaro como todos os seus apoiadores de fé.

      • Henrique, deixaste de ser sutil para ser mais grosso que Mato Grosso, Ponta Grossa e o grosso modo.
        1) Petralhas não são imundos,só os que não cultivam o hábito do banho.
        2) A ironia é a arma dos zombeteiros.
        3) Quem se irrita não deve descer para o play.
        4) No momento não estou, mas apreciaria estar, em Paris.
        5) Viver em Paris não é pecado, nem antidemocrático, é, apenas,legal às pampas.
        6) Há alguma lenda em torno da invasão muçulmana na França. Consta que a população já conta na França cerca de 10% de muçulmanos, o que daria o total de mais de seis milhões e quinhentos mil terroristas explodindo bombas no território francês todos os dias, entendes?
        7) Sim, deixei a França em novembro do ano passado,2019, e até então podia andar à vontade pelas ruas, a qualquer hora do dia ou da noite, sem ser assaltado nem assassinado, tanto que andei por toda parte e estou aqui, vivinho da silva.
        7.a) Como em qualquer parte do mundo moderno, é preciso saber por onde se anda. Em geral, não corres grandes riscos em Paris e nas outras cidades do país, o que há lá são muitos golpistas, e eles são de todas as religiões, até católicos e protestantes. Vivem de dar pequenos golpes: o golpe do casaco; o golpe da jóia achada na rua, o golpe da lista dos surdo-mudos nas redondezas do Louvre, o golpe da pulseirinha em Montmartre, o golpe do que há por baixo das três canequinhas muito frequente também em Montmartre, o golpe da ajuda para comprar tíquetes nas máquinas do metrô, o golpe das duas belas mocinhas que te abordam nos Champs Elysées perguntando se do you speak English, e… cuidado, os pickpockets no metrô! Estes, batedores de carteiras, agem com uma mão leve inacreditável.
        7.b) Vais dar sopa no Queens? Em qualquer parte do Rio de Janeiro? Por esse mundo afora? Claro que não e não é por causa dos muçulmanos que, acredite, são gente como a gente, salvo os fanáticos que, como os torcedores de futebol, odeiam o resto dos outros times.
        8) A civilização ocidental, meu caro Henrique, veio do Oriente! Com as Cruzadas. Os Europeus viviam limitados ao horizonte, cuja linha o povão praticamente não ultrapassava – ir de cidade a cidade já era uma aventura, imagina ir a outro país. As pessoas viviam até os trinta anos de idade, na pobreza, aprisionadas pelos senhores, reis, nobres e clero, e quando saíram para combater os infiéis tomaram conhecimento do luxo, da riqueza, do esplendor – vinho, mulheres e música! E foi daí que nós chegamos aqui.
        9) Hoje, disputamos o patetismo com os bolsonaristas e Jair Messias Bolsonaro está ganhando de lavada.
        10) Os Médecins Sans Frontières estão pedindo desesperadamente doações para salvar vidas, sejam de islamitas ou católicas, espíritas ou evangélicos – http://www.msf.org.br

  1. Goiano, os recursos usados por Lula eram usufruto de roubos. Ele não queria dinheiro na conta dele pra continuar sendo “honesto”, mas um sítio, um apartamento, uma fortuna em palestras, pagas em agradecimento de favores contratuais.
    No passado disse, na minha coluna, que Lula é um cadáver insepulto. Quincas Berro D’água de Jorge Amado. Vai de palanque em palanque atendendo aqueles que defendem sua inocência.
    Importante lembrar que houve condenação na primeira instância, na turma da segunda, no plenário da segunda, chegou no STF e ninguém questionou provas. Reduziram a pena.
    Agora, o TRF 4 mantém condenação. Incrível como as pessoas colocadas por Lula ou Dilma nós tribunais federais fazem essa perseguição desenfreada do benfeitor, apenas pra atender os anseios da direita.

    • Maurício, entendo perfeitamente a dificuldade de compreender por que temos convicção de que as acusações e os julgamentos do Lula foram irregulares, realizados em ambiente contaminado, com resultados distorcidos, e quais as razões que levaram as instâncias a confirmarem sentenças aparentemente regulares, a despeito de inexistirem, quanto a ele, as chamadas provas concretas, ou cabais, de inspirarem-se na teoria do domínio do fato, de julgarem como definitivo o dever ser, à falta de fatos, de não corresponder uma fortuna existente aos fatos delituosos alegados, uma infinidade de fragilidades que tenho comentado e que coincidentemente muitas pessoas, milhões, corroboram, e até, como sabes, juristas de capacidade reconhecida.
      O senso comum se apoia, também, em fragilidades.
      Veja só apenas um exemplo: as palestras.
      Além de ser comum os ex-presidentes de repúblicas que se destacam, como Lula é exemplo, darem palestras, recebendo boa remuneração, passagens, hospedagem de primeira etc., embora algumas empreiteiras envolvidas em atos de corrupção também tenham contratado palestras suas, a grande maioria das palestras foi feita para entidades nacionais e estrangeiras que nada tiveram a ver com nada daquilo.
      Esse fato por si já devia impedir que mencionasses as palestras como propina.
      Mas, há mais.
      Muitas vezes observei que atos tomados como contrapartida a Lula por favorecimento desonesto a ele não eram mais do que a política das empresas de bajularem políticos importantes, como a construção da torre de telefonia perto do chamado Sítio de Atibaia, as melhorias no apartamento triplex do Guarujá que pretendiam que Lula ficasse com ele do outro cuja cota o casal Lula adquirira, as reformas no referido sítio.
      Pois bem: a contratação de palestras a ex-presidentes por vezes deve envolver também esse caráter bajulatório, ainda que eles efetivamente tenham o que dizer de interessante.
      Possivelmente a Odebrecht não contrataria palestras a Lula se não fosse para ficar bem na fita com personalidade tão influente capaz de manter o Partido dos Trabalhadores no poder, ainda que o nome na presidência não fosse o dele.
      Também não se pode garantir que algum banco do México, ou uma grande empresa dos Estados Unidos, não tivesse esse elemento como um dos fatores para convidar Lula a palestrar.
      De modo que a contrapartida por corrupção fica evidentemente afastada.
      Mas tu, e tantos outros, insistem em que, mesmo contra as evidências, elas foram pagamento disfarçado por corrupção havida.
      De 2011 a 2015 Lula deu 72 palestras remuneradas a empresas de vários países do mundo. Dessas 72, para as empreiteiras citadas na Lava-Jato foram dadas 17 palestras.
      52 palestras foram dadas para empresas como, por exemplo, a Nestlé.
      Pergunto, essas 52 empresas, como a Nestlé, a Microsoft e a Pneus Pirelli também estavam pagando corrupção a Lula, ou estavam enchendo a bola do ex-presidente?
      A resposta tu sabes, mas preferes não saber, porque fere tuas convicções estabelecidas.
      Mesmo que se acredite, apesar da demonstração feita, que a OAS, a Odebrecht, a Andrade Gutierrez e a Queiroz Galvão estavam dando propina a Lula, ao valor médio de R$ 250.000,00 por palestra, cada uma dessas construtoras não teria dado a Lula mais do que R$ 1.500.000,00 como “contrapartida”, o que, mesmo juntado aos favores da Odebrecht e OAS no sítio e no apartamento, constituem, me permita o termo, uma “merreca”, em relação às fabulosas contrapartidas reais, verificadas e confessadas pelos corruptos reais, que seriam inferiores a Lula na hierarquia da corrupção.
      Eu não pretendia estender-me tanto, mas, veja, só, o quanto há a dizer sobre apenas um dos aspectos que servem a tua convicção de que Lula é corrupto.
      Vou concluir com uma observação que já fiz antes: o próprio Lula já deixou implícito que pode ter incorrido em desvio ético, por perceber coisas que andavam a sua volta a título de favorecimentos relativos a seu destaque político, mesmo não estando mais ocupando a presidência, e fez vista grossa, e nisso eu acredito – mas isso não constitui crime.
      Porém, esse foi o calcanhar de Aquiles que permitiu que ele fosse defenestrado.

      • O “ambiente” contaminado é formado por pessoas colocadas por ele ou Dilma nós tribunais superiores. Eu entendo a tua dificuldade em entender isso. Falastes no texto. Teu crédito vem do ouro de tolo.

        • Não, Maurício Assuero, ainda não pegaste o espírito da coisa. O ambiente contaminado não diz respeito à indicação pelos governantes do Partido dos Trabalhadores de desembargadores e ministros do poder judiciário – e isso que argumentas, portanto, não faz o menor sentido.

          Vou lhe explicar com uma parábola o que é ambiente contaminado:

          – Uma mulher foi violentada e morta e determinadas circunstâncias, como o fato de o sujeito ter sido visto nas proximidades da casa da da vítima, levaram a crer que certa pessoa era o assassino. Preso o acusado, o povo saiu às ruas para tentar linchá-lo, mas a polícia conseguiu evitar o linchamento e os jornais pediam que a justiça não tardasse. As evidências, embora não constituíssem provas concretas, foram levadas ao júri popular e ele foi condenado a muitos anos de prisão. O povo, aglomerado em frente ao tribunal, gritou vivas e soltou fogos de artifício, e a imprensa enalteceu o procedimento que levou à condenação do culpado. Ao sair do tribunal, o marido da vítima, tomado de desejo de vingança, conseguiu vencer a segurança policial e descarregou a arma no condenado, que morreu na hora, e evadiu-se. Poucas horas depois o verdadeiro estuprador e assassino da mulher foi descoberto.

          No exemplo dado, o inocente não chegou a ser levado às instâncias superiores, porque foi morto.

          Provavelmente, se não tivesse acontecido a vingança errada e prematura, os tribunais superiores, envolvidos pelo clamor popular,pela pressão da mídia, pelo ambiente contaminado, enfim, talvez tivessem considerado suficientes as provas obtidas por ilações, deduções e suspeitas, e mantivessem a condenação.

          A justiça precisa ser feita e por vezes com tanta ânsia que se transforma em justiçamento, meu tolinho.

  2. Valdeir, também não me lembro de nos termos encontrado antes aqui pelos comentários, mas achei que não precisas gritar tanto para mandar Lula para os quintos dos infernos. Só vai servir para te deixar rouco.

  3. Sempre que eu leio alguém dizendo que Lula é inocente, que foi julgado politicamente, que a intenção era tirá-lo do processo eleitoral, eu pergunto ao meu interlocutor: você leu a íntegra do processo em que ele foi condenado, ou apenas a versão resumida do que a imprensa, tanto a amiga, quanto a inimiga divulgaram? Então eu recomendo… vá ler o processo todo. deixe de preguiça e não faça pré-julgamentos antes de chegar à pagina final.
    E, assim acabo me lembrando das minhas aulas no Curso de Direito – fui professor de linguagem forense e argumentação técnica nesse curso por quatro anos aqui na UFMS -. Sempre dizia aos meus alunos: leia a peça toda antes de emitir qualquer juízo de valor. E, mais importante… leia com muito cuidado as provas. E depois leia mais uma vez. Durma uma noite, volte ao processo e leia mais uma vez as provas. Bata nelas, esprema-as, observe nos mínimos detalhes as provas. isto porque no nosso Direito Positivo ninguém é condenado a partir de uma única prova.
    No nosso ordenamento jurídico existem três tipos de provas: a material, a testemunhal e a pericial. E dessas, a testemunhal é a menos confiável, porque o ser humano não mantém um relato fiel do que viu, ou ouviu em uma determinada data.
    Pegue uma pessoa que testemunhou um determinado fato. Em até dois dias o seu relato vai se manter fiel ao que viu. Após 15 dias esse relato muda sutilmente. após um mês mais distorções vão ocorrendo, até se chegar a um relato quase que fantasioso. É assim que funciona com os mitos e com as lendas. É parte do ser humano. É por isso, que no sistema judiciário brasileiro, a prova testemunhal é a menos confiável.
    E outra. A condenação no Brasil se dá pela confluência de duas dessas três provas: pericial, testemunhal e material. Considerando a pouca confiança na testemunhal, ao menos a material e a pericial têm que apontar para uma mesma direção, ou “in dubio, pro reu”, ou seja, havendo uma dúvida de base, sentencia-se a favor do réu, a fim de se evitar injustiças.
    Digo isso porque, essa coisa de dizer que Lula é inocente, mesmo havendo toneladas de provas contra ele, me exaspera. Tive a paciência de ler. sim, ler todo o processo e também o documento condenatório. Noves fora aquela linguagem rebuscada e pedante, qualquer juiz com uma mínima formação jurídica decente, mesmo aquele formado em uma universidade Tabajara da vida, não teriam outra pronúncia, se não Culpado.
    Quanto a ter feito um governo bom. Isso é fato. negar isso não é ser oposição, é ser pilantra. Não digo burro, porque tenho muito respeito aos asininos e muares. Foi bom, mas também deixou a deseja por um motivo simples. Aquele mesmo motivo que levava um general romano, em desfile de glória pela urbe, levar ao seu lado o general, ou o líder derrotado, nesse desfile, sussurrando ao seu ouvido o tempo todo: Lembra-te de que és homem, e não Deus!

    • Como insisto sempre, todo o conhecimento jurídico que possuo resume-se ao que Michaela Pratt me ensinou em How to Get Away with Murder, mas (bendito mas), creio que o señor Nunes conseguiu dar nó em pingo d’água (efeito Leidenfrost) e que o señor Goiano deve estar entrando em depressão profunda, pois como será possível desatar tal nó e defender seu amado e idolatrado nine diante de toda a comunidade fubânica, hoje estimada (para alegria do Berto) em 3 bilhões de viciados no JBF? Conseguirá o Braga Horta retrucar com maestria?

      • Sancho Pança, como podemos nós os esquerdistas imundos e patéticos sofrermos de depressão ante à autodestruição da direita que se implode com direito a cheiro de peido no elevador, espantando mesmo os adeptos mais ferrenhos?

      • Sancho.
        Graças ao meu bom Deus minha formação jurídica é de bancos universitários e não fantasiosos como essa série que você citou e que passa longe do direito positivo brasileiro. Lembre-se que aquela série está no substrato do Direito Consuetudinário, isto é, o direito baseado nos costumes daquele povo e não na letra da Lei. Existe lá a lei escrita? Sim. Porém essa lei é fruto das relações de costumes, e o nosso não. Nosso Direito baseia-se em dois códigos legais: O Código Justiniano e o Código Napoleônico, em que a letra da lei antecede aos costumes.
        Dizer que dei nó em pingo de água é só um clichê preguiçoso para se desviar da necessidade da leitura do processo. Negar que Lula fez um bom governo, apesar das roubalheiras, do bucaneirismo, das ladroíces dele e de sua malta, também é coisa de pilantra. A César o que é de César. Houve avanços sim em todas as áreas. Poderia ter havido mais, contudo a pirataria institucionalizada e com o aval do chefe não permitiu.
        Menosprezar a leitura do processo para ficar apenas ruminando com a porção final do intestino grosso é coisa que não vale a pena. Vamos sair dessa taba caeté e buscar as luzes do conhecimento.

  4. Eu não gostaria de dizer adeus para v., meu caro Goiano.

    Tenho sentido sua falta na área de comentários das colunas.

    Sei que não dá para falar para v.esquecer o lula por causa da doença, porém ele já é irrelevante, é passado.

    Hoje a esquerda é representada por Dória, Maia, FHC, Ciro, o PSOL, aquele senador do DPVAT. Marina é de 4 em 4 anos.

    Até os debates em suas colunas estão repetitivos, mais do mesmo.

    • João Francisco, estamos sempre girando em torno de um tema que nos leva ao mais do mesmo, repetitivamente mas com o mais.
      Tua ideia de esquerda, capitaneada por Dória, Maia e FHC, é hilária.
      Salva-se o Ciro, que, se Lula e ele acordassem para a funcionalidade, unir-se-iam e dariam de lavagem.

      • Goiano, direita conservadora é só JB, que o é somente depois que viu o caminho apontado pelo Olavo e se elegeu.

        Hilário é pensar que FHC, cujo avô conspirou contra o imperador é de direita; Maia, cujo pai foi exilado e Dória, cujo pai era do partido comunista. Todos tem história na esquerda.

        Sério que v. acha eles de direita?

    • Hoje a esquerda é, em minha pouco abalizada opinião, PESSIMAMENTE representada por Dória, Maia, FHC, Ciro, etc, etc. Na esquerda brasileira gosto do Dino, que é o único que se confessa COMUNISTA, o que o torna autêntico. Gosto de pessoas que assumem o que são. Eu, por exemplo, sou de DIREITA e continuarei votando no señor JAIR, da social democracia, que montou uma equipe ministerial de primeiro mundo (Alô, alô Paulo Guedes, aquele abraço!!!). Não voto em político de direita PORQUE, infelizmente, não encontrei nenhum aqui no Brasil. Alguém saberia o nome de um político REALMENTE de direita aqui no Brasil? Alô, alô Marion Anne Perrine Le Pen, aquele beijo em sua boca francesa!!!!!

      • Sancho, Dória é do PSDB, que é um partido de esquerda, sem a menor dúvida. FHC idem. Já o Maia, é quase comunista, uma vez que é filiado ao DEM. Os etc. etc. devem ser os esquerdistas do PSL, do PSC. da Aliança pelo Brasil…
        Para completar o samba do afrodescendente acometido de enfermidade psiquiátrica, diremos que Lula e Ciro Gomes são uns direitistas safados, já que os partidos de direita incluem conservadores, democratas-cristãos, liberais e nacionalistas, e os da extrema direita incluem nacional-socialistas e fascistas, o que é a cara escarrada e cuspida do PT, do PDT e de ambos, pois não?
        Acho que o Brasil pirou de vez mesmo, ninguém se entende.

        • Goiano.

          Apesar de nossas diferenças ideológicas, essa tirada politicamente correta ” samba do afrodescendente acometido de enfermidade psiquiátrica” fechou a minha sexta-feira com chave de ouro. Os entendidos entenderão a ironia, mas como o sancho diz que ele é de direita e que o “Capitão Caverna” está fazendo um governo socialdemocrata, acredito que o sancho não sabe o que é ser de direito, de esquerda, muito menos socialdemocrata. Mas vou deixar uma impressão minha aqui. No Brasil não existe essa coisa de direita, esquerda, centro, centro-direita, centro-esquerda, ultradireita, ou ultraesquerda. Cheguei à conclusão que o que existe, de fato, é uma malta de gatunos que se unem para nos espoliar até só deixar o osso do brasileiro, seco e quebradiço no meio do nada.

          • Garanto-te, Roque, que pelas realizações em seus dois mandatos de presidente da república, Lula está fora da malta, e tem ideologia “de esquerda” – o olhar voltado para os pobres e desamparados.
            Está bem, teve a corrupção. Está tendo agora. Vai continuar havendo. Vamos lutar contra ela.
            Mas se Lula estivesse no governo, o Brasil não estaria sendo ridicularizado no mundo todo hoje, e estaríamos combatendo a epidemia sem burrice e maluquice.
            Quem botou esse doido no poder deve estar se arrepiando todos os dias e batendo a cabeça na parede.
            Ou é burro e doido igual.

  5. Sr. Goiano, fato é que seus textos defendendo sua opinião fazem falta no Jornal.

    A disputa dos “Istas” para que seus ídolos continuem no altar é no mínimo divertida.

    Desejo muita Paz e Saúde para toda família Braga Horta

    • Senhora Sônia Regina, agradeço pela boa acolhida e retribuo os desejos de Paz e Saúde para toda a sua família.
      A disputa entre os istas atualmente está limitada aos bolsistas e aos naristas, que não se entendem entre sis.

  6. Roque, eu não tive o processo em mãos, mas li tudo o que a imprensa ofereceu, li e reli, e vi os vídeos das audiências disponibilizados.
    Sou advogado, aposentado. Trabalhei por muitos anos como assessor jurídico, estou acostumado a ler processos e a produzir pareceres, mesmo que não assinados por mim. Fui membro e presidente de comissões de inquérito administrativo, conheço pessoalmente a avaliação de provas. Leio nas linhas e nas entrelinhas.
    Digo isso não para me gabar, mas para asseverar que possuo alguma capacidade de avaliação técnica dos elementos dos processos do Lula.
    Estou certo de que as condenações se deram por provas indiciárias que, embora não o fossem, foram julgadas suficientes.
    As provas testemunhais, tanto quanto percebi, jamais indicaram a prática de atos de corrupção por Lula, isto é, nenhuma das testemunhas disse, clara e inequivocamente: – Lula fez isso assim e assado como contrapartida por determinado bem, serviço ou dinheiro.
    As provas chamadas materiais, deveríamos começar pelo dinheiro, muito dinheiro. Os corruptos confessos devolveram dezenas de milhões de reais, mais de cem milhões, o que deve indicar que em anos e anos de prática de corrupção cem milhões de reais, que foi menos do que alguns deles devolveram individualmente, cada um obteve ganhos de centenas de milhões. E Lula? Some aí, a diferença de preço de um apartamento para outro, as reformas no apartamento e no sítio e ponto final, é o que se tem “como certo”. Nem poderias incluir as palestras, mas para se ter uma ideia, inclua as dezessete, mais ou menos isso, feitas para as construtoras, a duzentos e cinquenta mil, digamos, cada uma. O que tens? Vamos chutar alto: R$ 4.250.000,00 de 17 palestras = R$ 4.250.000,00. Diferença de um apartamento para o outro e suas reformas R$ 2.250.000,00. Sítio de Atibaia, vamos exagerar ainda para R$ 2.500.000,00. Para chegar a dez milhões, vamos pôr mais um milhão de qualquer coisa aí. Pois é, acredite que o terreno do instituto é dele, põe aí mais uns doze milhões. Inclua mais o apartamento vizinho, por mais dois milhões. Acredite que o Lula recebeu a torre de telefonia celular por mais dois milhões. Pense que o Lula ganhou todos os bens dele, que, fora as palestras, que já foram computadas, são umas poupanças, dois automóveis, um outro sítio, dois apartamentos, por quatro milhões, e acredite que ele ganhou mais sumas coisas, sei lá o que, digamos o aluguel do depósito, mesmo que tenha sido Lula inocentado quanto a isso, como foi, por mais dois milhões, ufa! Chutamos e chutamos, inventamos mentiras e conseguimos chegar em vinte milhões, de modo que tudo o que Lula tem e não tem atinge vinte milhões de reais. Nem assim, com todo esse esforço, chega perto das centenas de milhões dos corruptos confessos que seriam hierarquicamente inferior ao Lula. Desse modo, a inexistência dessa prova material, o dinheiro, e a relativamente pouca monta dos bens que teriam sido obtidos com a corrupção, nada influíram no convencimento dos juízes.
    As provas materiais também podem incluir um documento que, pela fé de ofício, foi encontrado na casa do Lula, atribuindo a ele a propriedade do triplex. Trata-se de um documento sem assinatura de qualquer das partes, de modo que se se tratasse, forçando a barra, de uma intenção de negócio, ainda assim não comprovaria a transferência por corrupção, seria necessário existir as circunstâncias de um negócio que se faria sem o pagamento das diferenças e que essa vantagem a favor do Lula decorria de uma contraprestação por determinado favorecimento ilegal ao vendedor do imóvel, o que nunca ficou demonstrado, apenas suspeitado.
    No caso do documento sem assinatura, e creio que só no caso dele, a prova pericial que existiu foi a que verificou que a rasura do número do apartamento, existente na cópia obtida na residência do Lula, também existia no original em poder da incorporadora. Ora, a rasura, então, foi feita pela incorporadora, não por Lula e seus familiares, o que não indica a participação de Lula na intenção de trocar um apartamento pelo outro (volto a referir-me a particularidades que analisei no comentário anterior que fiz em resposta a Maurício Assuero.
    O fato é que, em um clima político como o existente a partir, notadamente, das crises no segundo governo petista de Dilma Roussef, as condições para o afastamento do Partido dos Trabalhadores do poder surgiram e possibilitaram a contaminação, consciente ou inconsciente, de todos os que quiseram aproveitar-se do momento para, também consciente ou inconscientemente, tirar do caminho o principal obstáculo, que era Lula. E isso foi obtido, até pela formação de um certo inconsciente coletivo construído à custa de uma maciça propaganda.
    Hoje, os que tomaram o poder não têm mais como assegurá-lo, salvo se mantiverem minimamente alguns dos benefícios sociais alcançados nos governos petistas.
    Como esse minimamente não tem sido suficiente, dadas as loucuras do novo chefe do executivo e seus auxiliares e seguidores, recorre-se a fantasmas – o comunismo, o País a caminho de tornar-se uma nova Cuba, ou uma nova Venezuela, e o pior é que os incautos e ingênuos acreditam em todas essas bobagens.
    Concluindo, Roque:
    Nossas crenças a respeito da inocência de Lula vão além das provas no processo, ligam-se, também, às irregularidades demonstradas pelas mensagens reveladas entre juízes e a parte acusadora, que mostram a existência de interesses e que no mínimo levariam à anulação dos feitos.
    E o mínimo que esperamos, por isso, é que na medida das possibilidades da, por assim dizer, instância, o Supremo Tribunal Federal mele tudo e Lula concorra às próximas eleições.

    • Como insisto sempre, todo o conhecimento jurídico que possuo resume-se ao que Michaela Pratt (eita mulher linda!!!!!) me ensinou em How to Get Away with Murder.
      Bonito texto, señor Braga Horta, mas (maldito mas), o señor confessa não ter lido a peça toda, o que me leva ao señor Roque, que sempre dizia aos seus alunos: leia a peça toda antes de emitir qualquer juízo de valor. E, mais importante… leia com muito cuidado as provas. E depois leia mais uma vez. Durma uma noite, volte ao processo e leia mais uma vez as provas. Bata nelas, esprema-as, observe nos mínimos detalhes as provas.Bata nelas, esprema-as, observe nos mínimos detalhes as provas.Bata nelas, esprema-as, observe nos mínimos detalhes as provas.Bata nelas, esprema-as, observe nos mínimos detalhes as provas…

      • Sancho Pança, quem está habituado a compulsar processos judiciais sabe que a leitura deles é seletiva, vai-se direto ao que interessa. Creio que li o que interessa e assisti aos vídeos com o principal dos depoimentos, tanto que meus comentários indicam que tenho conhecimento dos elementos importantes que se contêm nos processos do Lula.
        Evidentemente, minhas avaliações podem e devem ser debatidas, assim como as de Sérgio Moro e de Hardt também. Esse debate se dá aqui, para fins de posicionamento político, e no tribunais, para efeito de distribuição da Justiça.
        Aqui não cabe recurso, apenas esperneio.
        Lá, cabem recursos e jus sperniandis.
        Quanto às provas, devo entender, então, que os juízes que cuidaram dos processos do Lula não leram cuidadosamente, não bateram nem espremeram.

  7. interesante…na cidade onde moro, mesmo no tempo do lula ,tinha criança miseraveis e imfratoras nas ruas,pobres sem lar e desemprego. será que voce está falando que o lula governou a suiça,só pode ser isto,porque aqui no brasil está tudo igual desde a proclamação da republica.

    • Francisco Pereira, falo de Brasília, do Rio de Janeiro e de Petrópolis, onde a diferença de meninos de rua, mendigos, sem teto, artistas de semáforo, bandidagem era flagrante – redução evidente.
      Na tua cidade, talvez onde havia 2 casos passou a haver 0,94, porque houve estudos que concluíram que nos go vernos petistas a pobreza foi reduzida em 50,6%, ou seja, mais da metade.
      Não podemos livrar a cara, completamente, dos governos petistas, a crise do desemprego a partir de meados de 2015 foi no primeiro ano do segundo governo da Dilma, mas certas variáveis que determinaram o problema não foram resolvidos com a sua retirada do campo a partir de maio de 2016, o que deve indicar que existem motivações de difícil solução a determinar o fenômeno (economia mundial, petróleo, clima, impactos da lava-jato, política…).

  8. Antigamente eu discutia, batia boca, argumentava, tentava explicar.
    Hoje não me dou mais ao trabalho. Vejo uma postagem dessas e digo apenas: – Nojento!
    Fiz um esforço danado para postar isso agora. Nojento!
    O cara entra aqui, toma esculacho de todo mundo, é apelidado de ceguinho teimoso e continua feito aqueles moleques de rua que tomam esculacho de todos sem moral e sem vergonha.

    • Marcos, o Ceguinho Teimoso aqui cantou as pedras, aguentou os esculachos e está dando o que está dando e até os mais tapados estão vendo cair a ficha.

      • Cantou a pedra do que? De que Bolsonaro é grosseirão, que ele até não tem muita habilidade gerencial? Que ele fala o que pensa de forma muito direta e isso ofende algumas pessoas?
        Porque é só disso que ele pode ser acusado.
        Já o papai de 9 dedos era acusado de mensalão, petrolão, morte de Celso Daniel, formação de quadrilha, roubo e mais roubo de tudo o que é jeito, desvio de dinheiro publico para vários propósitos, aparelhamento de estado.
        Pode espernear e fazer textão. Anda não dá para chamar o Bolsonaro de ladrão.

    • Vamos ver quantos restarão e quantos chuparão, Mauro.
      Não é praga, mas constatação de que tem de ser muito tosco para continuar colado no burrão, para usar o adjetivo mais suave..

  9. Nine Finger não ganhou nada com palestras. Não se esqueça que as palestrar, quase todas, pagas pela honestíssima Odebrecht. Palestras em países governados por pilantras como ele. Palestras combinadas e com palestras não dá para acumular 11 milhões de reais e nem juntando o salário de presidente. O triplex foi mutreta, o sítio foi mutreta, tudo provado no processo. E temos que investigar também o Ronaldinho dele, aquele que era catador de bosta de elefante no zoológico e virou empresário milionário, depois que o Nine Finger fez uma mutreta para ajudar a Oi e o Ronaldinho dele receber apenas, 5 milhões de ajuda para montar uma arapuca, da qual se desfez recentemente, talvez com medo do que vem pela frente. Nem tem jeito Goiano, seu ídolo está mais sujo do que pau de galinheiro. Tão desesperado que já está até se aliando a ‘capitalistas’, como o lobista João Dória. Chupa, Goiano!

    • Mauro:

      a) A Odebrecht pagou sete das setenta e duas palestras.

      b) Me surpreende que as pessoas não se preparem para pensar, apenas pensem envolvidos em seus próprios pensamentos. Os paìses governados por pilantras onde o Brasil deu palestras foram
      5 nos Estados Unidos
      5 no México
      4 na Espanha
      4 na Argentina
      3 em Portugal
      3 na Inglaterra
      2 na Colômbia
      2 em Angola
      e uma em cada um dos seguintes países:
      Panamá
      Itália
      Bahamas
      Alemanha
      Bolívia
      África do Sul
      Índia
      Cuba
      Uruguai
      Catar
      Venezuela
      Guiné
      Chile
      República Dominicana
      GAna
      Peru
      Nigéria
      Equador
      Moçambique
      Costa Rica
      El Salvador

      c) As 72 palestras feitas pela empresa do Lula, a LILS, renderam 27 milhões de reais. Lula teve a retirada de 7 milhões de reais, que fizeram parte do inventário de D. Mariza Letícia, somando por volta de 11 milhões de reais (bens do casal).

      d) Aliados são aliados, João Dória e Witzel já foram aliados de Jair Messias Bolsonaro. Sérgio Moro idem. Mandetta, Caiado… Entendo que os que foram aliados de Jair Messias Bolsonaro foram, por consequência, aliados de Mauro Moreira.

      e)
      Vossos filhos não são vossos filhos.
      São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
      Vêm através de vós, mas não de vós.
      E embora vivam convosco, não vos pertencem.
      Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,
      Porque eles têm seus próprios pensamentos.
      Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
      Pois suas almas moram na mansão do amanhã,
      Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.
      Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,
      Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.
      Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.
      O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força
      Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.
      Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:
      Pois assim como ele ama a flecha que voa,
      Ama também o arco que permanece estável.
      (Khalil Gibran)

      • Todas palestras fajutas. Combinadas com os amigos, todos pilantras. Afinal, pilantras canhotos existem em todo o mundo. Basta ver o partido Democrata americano. Lá também tem canhotos corruptos e traidores da pátria, como Bernie Sanders e Obama, o muçulmano falso americano. E como essas contas foi você que fez e têm origens em informações do PT, não confio. Jamais confiarei em quaisquer informações ou estatísticas petralhas.
        Só acredito nas falcatruas do PT e do Lula e nas condenações do seu líder, em todas as instâncias.
        Só acredito no assassinato do Celso Daniel e do Toninho do PT. Também na tentativa de assassinato do Jair Bolsonaro. O PT é uma quadrilha. Aliás, um petista sozinho já é uma quadrilha.
        Quanto ao item D, confissão de hipocrisia, característica da conduta dos petralhas.
        Por favor, não mencione Khalil Gibran, ele não merece que você sequer o leia.
        Fique na sua praia: Lênin, Trotsky, Mao, Che, Fidel, Xi Jinping, Stalin, Pol Pot, Marx. Chupa, Goiano!

  10. Meus prezados,
    Diante da imensa panóplia de ismos atualmente se digladiando em nossa arena política, dos quais a maioria absoluta não tem a mínima ideia do que diabos a ideologia esposada realmente significa. Ou, se tem alguma ideia, não está nem aí e quer mais e simplesmente que todos os demais se lasquem, meramente porque são “OS OUTROS”. São ELES!!!!
    Assim, venho muito humildemente propor aos nossos milhares de confrades que encerremos com essas discussões idiotas e fundemos uma FRENTE ÚNICA ADONISTA.
    O Adonista aí, se ainda não perceberam, significa que serão seguidores fanáticos e desvairados das ideias do grande luminar da filosofia no século XXI, ADÔNIS OLIVEIRA.
    Ou seja: euzinho! Primeiro e único, que nem o Rei Momo.
    O primeiro passo será me eleger para Presidente Plenipotenciário da República em 2022, com plenos poderes para reformar toda a constituição ao meu bel prazer.
    Logo depois de eleito, extinguir o STF, STJ, TST, e o escambau a quatro. Por medida de economia, eu agruparei o executivo ao legislativo. Só não extinguirei o judiciário também porque tenho o maior nojo de ver o sangue espirrando nas execuções que deverão ter edições diárias.
    Vamos tentar???

  11. Goiano que texto bem escrito. Concatenado nos leva sutilmente até o desfecho que, se era esperado, ficou surpreendente ante a habilidade do escriba. Parabéns.
    ***
    Isso dito, relembro que nunca acreditei que Lula tenha sido condenado por crimes, mas sim para ser retirado da disputa política.
    O demagogo é fogo!
    Mesmo preso, conseguiu a façanha de ir para o segundo turno.
    Ele só tem o problema de narcisismo atroz e “acha feio o que não é espelho”.
    As proezas do velho mandatário dizem mais a respeito do povo brasileiro do que sobre ele, político fescenino e encantador de multidões.
    Assim como o populista JB que vai levando a toada e a boiada na maior tranquilidade, via factoides.
    São tantos que deve ter algum roteirista muito bom por trás deles.
    O cumprimento ao Maia, hoje, foi o suprassumo da pilantragem política e deixou o filho do ex-rei do factoide até desconcertado.
    Como dizia uma tia velha e querida “chega correu uma lágrima de despeito no canto dos olhos”.
    ***
    Ambos e mais uma multidão de maiores de 50 anos tem o grave defeito de não conhecerem, nem se prepararem e, assim, não receberem o Sânias.
    Benção quem vem dos Rishis que escreveram os Vedas.
    ***
    Como saniasin. já providenciei tudo que podia para minha possível morte por covid-19.
    As instruções estão dadas no sentido do bem estar daqueles que ainda estão sob minha responsabilidade, ao mesmo tempo em que procurarei deixar o mínimo de bens para os corruptos do governo dilapidarem com taxas e emolumentos.
    O Sânias permite essa tranquilidade diante da inevitável futuro.
    Pelos meus cálculos eu deveria aguentar até os 70 anos, mas essa pandemia não está para brincadeira e gente muito mais nova do que eu já foi.
    Sânias é isso a prévia aceitação de que estou aqui de passagem, só tenho este sublime momento e tudo me foi dado por empréstimo.
    Namastê.

      • Saniasin, antes de responder ao teu comentário, vou me deter no termo fescenino, que fiquei conhecendo com o cartão de visitas que o nosso querido amigo, colega, companheiro, gozador e colocador de rabos e esporas nos outros, Raimundo Floriano de Albuquerque e Silva, produziu e que foi comentado no parlatório das duas Casas do Congresso e na imprensa do Brasil e do mundo:

        RAIMUNDO FLORIANO se apresenta como
        “Amanuense,
        Cinesíforo,
        Alectoromaquista,
        Melômano,
        Banjoísta,
        Propedeuta,
        Íncubo,
        Rapsodo,
        Diascevasta,
        Partenomante,
        Cruciverbista,
        Parafrasta,
        Pessarista,
        Calemburista,
        Fescenino e
        Decifrador”,
        além de “Compadre de Dona Carmem”.

        Com nossa vasta cultura, dispensamos o uso do dicionário para saber que “fescenino” significa:
        Obsceno
        Licencioso e
        Lascivo

    • Meu caro Sanianin, agradeço, humildemente, por suas sábias palavras a respeito do meu bem escrito texto.
      Ah, desculpe! o “sábias palavras” ficou fora do lugar: cabe bem é aqui, quando te referes a questões políticas e ao desapego das coisas terrenas, desde que já estejamos longe delas rsrsrs.
      Como sabes, sou Espírita, mas nem por isso desgarrado desta materialidade no Paraíso que é a Terra.
      Sim, com suas dificuldades, sim, mas Paraíso – quanto céu, quanto mar, quanta terra, quanta floresta, quantos rios, quantas cascatas, quantas cachoeiras, quantos pássaros, quantas cores, quantas flores, quantas frutas, quantas praias, quantos bichos, quanta gente, quantos homens, quantas mulheres, e nuvens, e estrelas, o Sol e a luz, a lua, os astros e as estrelas, e as crianças, os meninos e as meninas, e os sons, os cheiros e os sabores – não dá vontade de sair daqui.
      Vou pedir uma pizza.

      • Nobre confrade, há muito deixei de ser espírita e tornei-me espírito, materializado e fescenino, digo-o sem pejo.
        Só não sou mais hedonista por não ter tantos recursos quantos o meu hedonismo requereria.
        A sutil diferença entre querer fazer e ter que fazer escancara-se com a morte.
        Não sei se irei agora, mas se for já organizei a coisa toda. Até o seguro funeral.
        Quando chegar o dia, tornar-me-ei o que já sou, espírito, talvez um pouco menos fescenino, mas, com certeza, desmaterializado.
        Como todo bom hedonista vou continuar me extasiando com as maravilhas e os prazeres da vida e, a Deus querer, num corpo mais bem constituído do que este que eu mereci nesta minha passagem.
        Ah! Como é maravilhoso o Universo e o Universal!

  12. Pessoal, vamos encher o saco do Goiano para ele continuar a escrever textão. A gente finge que lê. A gente não lê e não concorda. Chupa, Goiano!

      • De engolir textículo você entende.Tenho certeza que se o Lula aparecesse na sua frente, você iria acariciar os texticulos dele Afinal, Lula não deixa passar batido, lembra do “Menino do MEP, que Lula tentou traçar na cadeia? Cesar Benjamim é fonte fidedigna.
        O PT e seus seguidores e toda a turma da canhota adoram uma orgia. O progressismo é isso, canhoto, orgia. Exemplos não faltam. O Google não deixa mentir. Enfiar crucifixo no rabo, encenação de peça teatral com vários sujeitos enfiando o dedo no furico do outro, criança acariciando homem nú em peça em peça teatral, com a mãe petista assistindo. Isso é o que vocês gostam, orgia. Disso vocês entendem. Em encenação teatral em uma universidade fluminense, chegaram até a costurar a vagina de uma jovem em cena. Vocês são capazes de tudo. Vocês não têm limites. Não acredita, assista “Putaria em Ato com Lula no Youtube” (https://www.youtube.com/watch?v=W-O5l6Lq5Bw). Uma imagem vale por mil palavras. Ide foder-vos, Goiano. Chupa, Goiano!
        E vamos continuar a encher o seu saco murcho,

        • Queridíssimo Mauro, quem gosta de enfiar ratos e baratas em vaginas não são os petistas, quem adora enfiar velas nos cus das pessoas e dar choques nos culhões não são os petralhas, quem abusou das mulheres presas e as estuprou não fomos nós, quem torturou e matou foram aqueles que aprecias. Uma coisa são essas encenações e aberrações teatrais, outra coisa é a vida real, quando se defende a tortura para o cara abrir o bico, além de outras monstruosidades.

          • Carlos Lamarca e Carlos Marighella não justiçaram ninguém. Lamarca simplesmente matou a coronhadas, várias coronhadas, um companheiro.
            Oscar Wilde: “A vida imita a arte mais do que a arte imita a vida.”
            Eu lhe dei fatos. O caráter de Lula. Um escroque. Não houve desmentido,nem do agressor e nem do agredido. Fatos. Cesar Benjamim, uma das maiores inteligências da esquerda. Quanto à tortura, ela aconteceu em ambos os lados. E quanto aos atentados?

            “O guarda-civil Sebastião Thomaz de Aquino feriu-se no rosto e nas pernas, o que resultou, alguns meses mais tarde, na amputação de sua perna direita, deformando grande parte do lado direito do seu corpo. O general Sylvio Ferreira da Silva teve fratura exposta, estourou um tímpano e perdeu quatro dedos da mão esquerda.”

            “Orlando Lovecchio Filho (Santos, 31 de janeiro de 1946) foi uma vítima brasileira de um atentado à bomba perpetrado pela Vanguarda Popular Revolucionária, organização armada de esquerda, ocorrido na madrugada de 19 de março de 1968 defronte do então consulado estadunidense na cidade de São Paulo, à época localizado no Conjunto Nacional, na avenida Paulista. Tinha na época 22 anos de idade. Em consequência, teve a perna esquerda amputada.”

            Muitos daqueles que pegaram em armas para implantar uma ditadura comunista no Brasil, hoje são regiamente remunerados, além da indenização, pensão vitalícia. Até escrotos como Ziraldo, que sequer deu um tiro ou foi molestado, alegando ter sido perseguido e impedido de trabalhar e ter amargado algum dias de xilindró. Carlos Heitor Cony, escritor milionário, recebeu gorda indenização e gorda pensão vitalícia, que hoje sua viúva desfruta. Tudo isso, meu caro, à nossa custa, graças aos atos insanos, criminosos dos comunistas que hoje vivem muito bem no país que não conseguiram tomar. Os petistas, muito mais do que os outros. Vide Lula, milionário. Zé Dirceu, flanando livre e solto em spas, casas com piscinas, hotéis de luxo.
            Só para não esquecer. Chupa,Goiano.

  13. “A direita TOMOU o poder….” eleita por 57 k mil eleitores. Democracia de petistas é isso. Jamais aceitam a derrota. Esperneiem a vontade. Quatro anos de choro livre, depois mais quatro.

    • Carlos, a gente está aceitando a derrota, 57 milhões de votos não é brincadeira, foi muito burro votando, mas democracia é isso.
      Mas, por termos aceitado a derrota não quer dizer que devamos deixar de fazer oposição ao governo quando ele está fazendo merda, democracia é isso, também.
      Vou fazer uma profecia: Bolsonaro não aguenta mais um mês.
      Aí vamos ter de engolir um mourão, digo o Mourão.
      Táoquei, ainda é democrático, o Jair Messias Bolsonaro sai, desiste, pede o boné, declina, renuncia, cai fora, e assume o seu vice, que também foi eleito com esse porrilhão de votos.
      Na certa não poderá ser pior do que o fujão.

      • Então não minta, seu porra ! A direita não tomou o poder. Foi eleita pela maioria votante do povo deste país, seu estrume de jegue. Seja homem, seu bosta.

  14. Já que por tabela estamos falando de Jair Messias Bolsonaro, acaba de sair, quentinha, a notícia de que o jornal Estado de S.Paulo decidiu requerer, em juízo, que a Fiocruz informe se a amostra do “paciente 05” é mesmo do presidente Jair Messias Bolsonaro, uma vez que a única identificação que consta do resultado do exame é o “nome de fantasia”.
    Para complicar ainda mais, estão dizendo que o exame não é do tipo sorológico, isto é, o resultado não diz se o presidente não foi infectado, diz somente se o presidente está infectado: são dois exames diferentes, para conclusões diferentes.
    Afora isso, os que desconfiam em tudo por tudo de Jair Messias Bolsonaro ainda acham que se der negativo pode ser falso negativo, porque ele tem de ter tido a doença, mesmo que tenha sido apenas uma gripezinha ou resfriadinho no hercúleo corpo de atleta do nosso paraquedista.

    • Nísia, a “presidentra” da Fiocruz, é Dilmista “juramentada e sacramentada”, como dizia o Odorico Paraguaçu, personagem do nosso saudoso Paulo Gracindo. Também feminazi, É socióloga e preside uma instituição que deveria ser presidida ou por um doutor imunologista ou virologista. A Fiocruz, desde há muito tempo, não passa de um antro de comunistas. Bata consultar o Google e se verificará os inúmeros seminários, palestras e cursos para propaganda de ideologias de esquerda. O ídolo da Fiocruz, ex-presidente do antro, Sergio Arouca, foi um dos mais ferrenhos comunistas do Bananão e ajudou para que a Fiocruz deixasse de ser uma das mais respeitáveis instituições de pesquisa para se transformar me um antro de comunistas, o Google está cheio de fotos de Nísia com bandeira de propaganda para Dilma Louca. É também defensora do MST. Sua tese de doutorado foi sobre Jeca Tatu.
      Quem a colocou lá foi Michel Temer, escolhendo-a em uma lista tríplice. É isso, a escolha não é pelo perfil profissional ou competência, é em lista dos funcionários, todos canhotos.
      Não acredita que aquilo é um antro de proselitismo político? Então veja:

      “Lançamento da Coleção Memória Viva | ICICT – primeiro título reeditado. O Massacre de Manguinhos

      Lançamento do Documentário sobre a reintegração
      dos cassados

      Roda de Conversa Ciência e Democracia

      Nísia Trindade, presidente da Fiocruz
      Renato Cordeiro, pesquisador do Instituto Oswaldo Cruz
      Roberto Lent, pesquisador do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ
      Rodrigo Murtinho, diretor do Icict e Editor da Coleção Memória Viva
      Wanda Hamilton, pesquisadora da Casa de Oswaldo Cruz

      28 de maio de 2019
      Local: Auditório do Museu da Vida

      Data do vídeo:
      28/05/2019 – 12:21
      Canal do vídeo:
      VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz”

      Isso é só um exemplo, há vários. Tudo isso, todo esse proselitismo político-ideológico acontece com o nosso dinheiro, enquanto a instituição relega a segundo plano a função para a qual foi criada e que um dia nos encheu de orgulhol: pesquisa científica na área biológica, da saúde. Chupa, Goiano!

      • Mauro,
        Um dos pensamentos mais ingênuos em termos de política, hoje, é fixar suas premissas em bobagens como uma pretensa ameaça comunista.
        Assim, certos políticos seguram as massas:
        – Cuidado, estávamos caminhando para nos tornarmos uma nova Venezuela!
        – Se não tivéssemos interferido hoje seríamos uma nova Cuba!
        Ser petista ou ser admirador do comunismo podem ser tendências escrotas, mas nem por isso quer dizer que esses caras são burros, incompetentes ou sanguinários. Tem muito petista e também comunistas que, embora safados e com o diabo no corpo, possuem inteligência e capacidade – e produzem!
        Caso não saibas, lá pelo último ano do governo do Lula, agosto de 2006… tcham, tcham, tcham, tcham
        A FIOCRUZ FOI ESCOLHIDA A MELHOR DO MUNDO EM SAÚDE PÚBLICA.
        Hoje, garante-se que na Fiocruz são executados mais de mil projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, que produzem conhecimentos para o controle de doenças como Aids, malária, Chagas, tuberculose, hanseníase, sarampo, rubéola, esquistossomose, meningites e hepatites, e agora Covid 19, além de outros temas ligados à saúde coletiva, entre os quais a violência e as mudanças climáticas, e à história da ciência.
        Esses comunistas comedores de criancinha e esses petistas salafrários invadiram e comandam a principal instituição não-universitária de formação e qualificação de recursos humanos para o SUS e para a área de ciência e tecnologia no Brasil.
        Esse negócio de comunismo, do fantasma do comunismo, da ameaça comunista, que vem sendo usado como mantra desde 2003, ou seja, há mais de quinze anos, é apenas um recurso usado para encher a cabeça de tolinhos e fazerem eles votarem em bolsonaros.

  15. Coisa de louco isso.
    Três exames suspeitíssimos apresentam resultado negativo para o covid-19. E querem que acreditem que os exames são do maluco, embora nenhum deles tenha sido feito, se é que foram, com o nome do maluco.
    Ou seja, os nomes são de outros mas o maluco quer que acreditemos que são dele.
    Já o sítio e o tríplex famosos não estão registrados no nome do Lula, e Lula sustenta que não são dele mesmo. Apesar disso, decidiu-se que são dele e pronto.
    Assunto encerrado e não se fala mais nisso.
    Pode isso, Arnaldo?

    • O pior dos exames suspeitos, Jairo, são dois: um, o Paciente 05 não teve sequer a cachimônia de trazer o CPF e a CI, ou pelo menos um dos dois do Jair Messias Bolsonaro, no resultado; e, dois, os exames não são sorológicos, e por isso não informam se o cabra safado já teve a doença (os exames que ele “fez” só indicam se o examinado está com o vírus naquele momento do exame no corpo de atleta).

  16. Quem é do meu tempo ( 85 anos ) sabe muito bem que este pandemônio atual
    é igualzim àquele acontecido nos tempos do mal fadado GV. Nada de diferente
    pois o acusador Carlos Lacerda fazia furor nas manchetes acusando e denunciando
    as sacanagens e patifarias getulianas. Igualzim. igualzim ao dia der hoje e estou certo em predizer que essa balburdia, sacanagem, burrice, desmando e incompetência, atual vai
    acabar em TRAGÉDIA. Isto mesmo, esperem para vêr. A história sempre se
    repete e os homens nunca aprendem.
    Não quero nem saber, que se phodam , só peço para não esquecerem
    do meu chá com torradas.
    Amém.

    PS. Não vai demorar muito, no máximo 30 dias. Se tanto.

    • Será tragédia, meu caro d. matt, o Mourão assumir?!
      Nem sei.
      E só peço duas coisas:
      – Não se esqueçam de me pôr no Sol.
      E de tirar.

  17. O presidente, em quem votei com confiança e orgulho, traiu milhões ao escolher não liderar o Brasil, para ser elemento de cizânia e conflito. Chega presidente, não lhe quero mal, mas o senhor deixou de ser o caminho para a melhora e passou a ser o atalho para o abismo.O Brasil só começará a ter alguma chance de mudar quando o último lulista fora enforcado nas tripas do último bolsonarista.

    • Não tenho a menor intenção de agradar ninguém, muito menos um petista. Aliás, aqui no RS, conheço uma meia dúzia de “Goiano”, que vivem dando nó em pingo d’água para justificar suas divindades. São irmão siameses. Cada lado, ao seu modo, contribui para não deixar o Brasil mudar. Acho que vocês se merecem.

  18. Tenha certeza disso! E você também está. A diferença é que eu admito, enquanto você prega a paz no mundo e a fraternidade entre os homens.

Deixe uma resposta