COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem PELO TAMANHO DA MERDA QUE FEZ, É UM AUTÊNTICO PETISTA

Arthur Tavares:

Tive uma vida profissional eclética, passando por mais de 10 empresas ao longo dos meus 45 anos de trabalho, com carteira assinada de 1970 até 2012, até minha aposentadoria em 2015.

Considerando os 5 sindicatos pelos quais passei, além da cobrança compulsória de anuidade, nunca vi algum trabalho ou serviço prestado por nenhum deles que valesse a perda de tempo para o trabalho APENAS burocrático de homologação final.

A única vez que tive de brigar com uma empresa foi por minha conta e risco, e o sindicato simplesmente se omitiu, não querendo entrar em briga com poucas chances de “Ganhar” a sua comissão.

Toda vez que vi a participação do sindicato em reuniões nas empresas, era sempre tentando atrapalhar o andamento da mesma, com posições quase criminosas de chantagens barata em torno da paralisações do trabalho.

Empresa que precisava mandar gente embora, teve de dar um “golpe” nos funcionários pois o sindicato não ajudou e não queria entender a situação de ineficiência da empresa. Preparou uma operação de guerra, e em um final de semana desmontou a fábrica, retirou estoques e equipamentos e quando os funcionários chegaram na segunda feira não existia nada. Alguns estão até hoje buscando seus direitos, mas sem nenhuma ajuda do sindicato

Em frente ao condomínio que moro, vi uma empresa que estava em dificuldades, “quebrar” em função da quantidade de greves, liderada pelo sindicato, só que com todos os funcionários pelas calçadas querendo trabalhar e não podendo, por causa dos piquetes criminosos.

Na minha experiência, que deve ser a da maioria, sindicato tá cagando e andando para os trabalhadores.

Se tivesse alguma utilidade, ou algum trabalho real, será que a sua eliminação (através do corte das mensalidades compulsórias) não teria um protesto dos trabalhadores.

Tirando a diretoria e seus cúmplices, nunca vi um sindicalizado respeitar seu sindicato, ao menos não considero que uns “….todos são uns filhos da puta….”, possa ser considerado elogio.

Veja o caso de Lulla e o seu …….. tá auto explicado

1 pensou em “A SERVENTIA DO SINDICATO

  1. Essa é uma questão basica: a inoperância dos sindicatos. Fui bancário, o sindicato pressionava pra fazer greve. Eu nunca fiz porque trabalhava na administração e como negociava com clientes, achava que essa negociação pudesse ser direta. Só quem se beneficia é a diretoria, que não pode ser demitida. O resto….

Deixe uma resposta