ARISTEU BEZERRA - CULTURA POPULAR

Na matéria acha guarida
E no espírito acha repouso
Bole com os sentimentos
Mata o sistema nervoso
E só entra no coração
O lugar mais perigoso.

Ivanildo Vila Nova

Saudade é sol luminoso
Que nasce atrás do além
É doce como bombom
Na boca de algum neném
E a saudade dos meus pais
É a mais doce que tem.

Rogério Meneses

Saudade tem cinco fios
Puxados à eletricidade,
Um na alma, outro no peito,
Um amor, outro amizade,
O derradeiro, a lembrança
Dos dias da mocidade.

Antonio Pereira (1891 -1982)

Guardo um baú de saudade
No cofre do coração
O cabelo mais parece
Um capucho de algodão
Que o vento arrancou do galho
Fez um tapete no chão.

João Paraibano (1952 – 2014)

Saudade é irresponsável
Entra e sai sem hora certa
Não pratica tiro ao alvo
Quando atira sempre acerta
A saudade não tem mão
Mas tem hora que aperta.

Rubens do Valle

Deixe uma resposta