JOSÉ RAMOS - ENXUGANDOGELO

Greta Thunberg – a “pirralha pirracenta”

O assunto virou mote. Sem valor nenhum, o assunto virou mote para a grande maioria de desocupados que deviam estar catando folhas secas, capinando o mato, banhando cachorros, ou lavando calçadas. É uma absurda falta do que fazer.

Sim, por que as viúvas do Kid Nove Dedos, que acabou de ficar sem a moradia oficial e como não tem mais o tríplex ou o sitio de Atibaia, vive vagando e provavelmente dormindo pelas calçadas da vida, ao tempo que aproveita para falar merda e pregar violência, pegaram o Jair Messias Bolsonaro para Cristo e fizeram e continuarão fazendo uma tempestade com apenas um copo d´água.

Pois, em vez de cuidar da própria vida, a pixoxotinha, kid, mirim, pequena, miúda, e outros tantos adjetivos que o nosso regionalismo brasileiro conhece e fala para designar uma criança, Greta Thunberg ficou ofendida por ter sido rotulada de “pirralha” pelo já reeleito Presidente da República Federativa do Brasil.

E, a partir daí, os “do contra” que divulgam e fazem estardalhaços até por conta de um peido fedorento que B-17 deixe sair pelo furico, estão mandando brasa, propondo cassação por falta de decoro, por desrespeito à sua eminente pirralha Gretinha. Absoluta falta do que fazer.

Entre os “do contra”, muitos precisam ir ao Aurélio. Se forem, lá, com certeza encontrarão:

“Pirralha – S. f. Bras. E prov. Lus. 1. Menina pequena; criança, guri. 2. Indivíduo de baixa estatura.”

Os fatos da semana mostram apenas que, o maior e provavelmente único problema do Brasil, é o brasileiro. Mau, praticando males. Seja contra quem for, que ele não simpatize. Não quer nada com “política”, mas politiza tudo. Tudo tem que ser politicamente correto.

Desemprego? Não existe. Existe, isso sim, quem não queira trabalhar ou não tenha qualificação para isso.

Deixe uma resposta