A PALAVRA DO EDITOR

Circula mais um texto que defende as maluquices da direita conservadora e psicótica, utilizando-se, para isso, de um trabalho do psicólogo Albert Biderman, que teria estudado táticas chinesas para tortura e doutrinação comunista conhecidas como DDD – Debility, Dependence, Dread – (Debilidade, Dependência, Pavor), expostas no trabalho de psicologia de I.E. Farber, “Lavagem Cerebral, Condicionamento e DDD” .

Adaptado à realidade brasileira, pretendem os disseminadores desse texto contaminar as pessoas com as ideias malucas de que estão, alguém está, usando tática sub-reptícia para nos capturar a mente, mediante o uso de procedimentos desse « método DDD », com a finalidade de instalar no Brasil o comunismo.

Para isso são usados alguns passos de :

MANIPULAÇÃO DA POPULAÇÃO

1º, isolamento da vítima, que és tu. Adaptado a nós aqui, eles estão fazendo isso usando a quarentena, o isolamento social, o lockdown, o fique em casa.

2º, controle da percepção da vítima (que somos todos nós os boboca) sobre a realidade, usando a televisão para criar o terror noticiando sem parar os danos e mortes de Covid 19, e de alguma maneira isso vai te tornar dócil como um cordeirinho.

3º, te levar, cara vítima, à exaustão física e mental, mediante longos períodos de confinamento combinados com ócio forçado e cenários apocalípticos iminentes, te tirando do sério.

4º, alimentar o teu estresse, bovina vítima, com ameaças, pelo medo que a mídia, de novo ela, te impõe, falando dos perigos que tu e teus familiares sofrem com a ameaça do vírus, do desemprego, com essa picaretagem de fechar a economia só para derrubar o presidente da república.

5º, Algumas concessões ocasionais podem ser firmadas para premiar-te, querida vítima, e motivar-te a cooperar com os desmandos do torturador. O exemplo que estão dando para o que está sendo feito contigo, cara ovelha, é que “se usar máscara, passar álcool gel toda hora, não chegar perto de ninguém, medir a temperatura antes de entrar nos lugares, ficar de pé esperando exatamente onde está delimitado no chão que podes ficar, sair de casa só para o que for extremamente necessário, voltar direto para casa correndo e cumprir mais 1001 exigências desnecessárias, “nós” te deixaremos ir até a esquina comprar pão.

6º é o dominador exibir manifestações de onipotência, mandando te prender se fores à praia.

7º é o dominador fomentar a tua degradação, mandando te arrastar pelos cabelos se estiveres no meio de uma festa tranquilamente bebendo e dançando. De forma que sentes o poder do dominador, acabes aceitando o destino imposto pelas autoridades pois isso lhe causa menos danos que resistir – “resistir é inútil” – reduz o indivíduo à condição de um animal enjaulado, onde o “tratador” lhe trará o que for necessário para sua sobrevivência.

8º informa que será feito contra ti o reforço de demandas triviais, para justificar que ao mínimo deslize as permissões que lhe foram dadas e a liberdade podem ser tiradas a qualquer momento, bastando que se crie um pretexto qualquer.

Será esse papo-furado mais uma das teorias da conspiração que inundam a tua mente boboca ?

O termo Teoria da Conspiração compreende que uma verdade está sendo escondida para enganar o povo, sendo que, no entanto, essa realidade que estaria sendo escondida não existe.

Um exemplo bem atual, pelo menos no nível de difusão, é a Teoria da Terra Plana.

Em princípio, dir-se-ia que adotar essa teoria seria apenas filiar-se a uma possibilidade ou teoria científica, o que não constitui, em si, Teoria da Conspiração.

Mas, sim, ela se torna Teoria da Conspiração a partir do momento que se alia à tese a hipótese de que a Terra é plana e isso está sendo escondido para que a população não saiba o que não deve saber, uma vez que sendo a Terra plana consequências científicas e religiosas que adviriam do conhecimento de que a Terra é plana prejudicariam a hegemonia de determinados grupos poderosos.

Se o mundo está vivendo durante séculos uma farsa, é porque há alguém acobertando isso. Em outras palavras, há toda uma conspiração – seja dos tais de iluminati, dos reptlianos ou de grupos de pessoas poderosas detentoras do dinheiro – para fazê-lo acreditar que estamos em uma esfera.

Enfim, para que a proposta de conhecimento se configure como Teoria da Conspiração não basta que ela seja de vanguarda, revolucionária e contrarie outras verdades científicas : é preciso que a teoria revele que a verdadeira verdade esteja sendo escondida com o objetivo de enganar o povo para obter determinados resultados escusos.

No caso do material que estamos comentando, a caracterização como Teoria da Conspiração já se manifesta no próprio título :

MANIPULAÇÃO DA POPULAÇÃO

O texto explica que tudo o que está sendo feito sob a máscara de « medidas de controle » quanto à pandemia do Covid 19 não tem por fim lutar contra o vírus e eliminá-lo, mas, sim, dominar o povo, torná-lo uma vítima, mediante a utilização de um determinado método que impõe tortura, dominação, ansiedade, estresse, ameaças e tudo o que ali está descrito cientificamente : isolamento social, uso de álcool para higienização ou lavagem programada das mãos, uso de máscara, multa, prisão de infratores, noticiário terrorista da mídia etc. etc. etc. – tudo meticulosamente programado, como no método DDD – Debility, Dependence and Dread, Debilidade, Dependência e Pavor – com a finalidade de submeter o povo.

A finalidade disso, de impor essa dependência e obediência mediante todo esse processo de tortura é, ao ver do autor do texto, submeter o povo a uma espécie de escravização voluntária.

Para quê ?

Bem, me digam.

Provavelmente para chegar ao desfecho final : implantar o comunismo no mundo (O psicólogo Albert Biderman estudou táticas chinesas para tortura e doutrinação comunista conhecidas como DDD, expostas no trabalho de psicologia de I.E. Farber, “Lavagem Cerebral, Condicionamento e DDD”).

Ou fazer qualquer coisa que queiram.

Uma vez tomadas as mentes das pessoas, os donos desse poder poderão fazer qualquer coisa que queiram.

PORÉM

Esse « ajuste » do método DDD para tais finalidades, feito pelo autor do texto, não corresponde à realidade dos fatos.

A criação e divulgação desse texto tem seus objetivos : convencer o povo de que está sendo enganado e que deve rebelar-se e não fazer nada disso que os governos estão impondo, porque essas medidas são falsas, não servem para lutar contra o vírus, pois são impostas apenas para dominar suas mentes.

Como as medidas são, na verdade, o contrário disso e servem mesmo é para evitar a propagação do vírus, o contágio e a morte, esse texto, forçando essa barra, não passa de uma bobajada.

E A FOME?

Aí alguém diz que a fome causada pelo isolamento social mata mais que o vírus.

Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa : pode-se ser contra as medidas de isolamento social mediante o raciocínio de que, se o Covid 19 mata, a fome causada pelo isolamento social também mata.

Não sabemos qual mata mais, sendo verdadeiro que quem tem o dinheiro do salário na conta, independente da epidemia, não morrerá de fome, o que atingirá os mais pobres.

Mas esse tipo de argumentação, neste momento em que falamos do texto do tal DDD, seria uma forma de diversionismo, porque o que se discute não é a hipótese de uma coisa matar mais ou menos e a outra menos ou mais, mas, sim, a crença de que as medidas de contenção da doença que estão sendo tomadas não visam à saúde pública, mas sim à dominação do povo, mediante tortura e outras formas de impingir sofrimento, para obter resultado semelhante ao da Síndrome de Estocolmo.

Subjacente estão crenças tais como (a) a de que se trata de uma ação visando à implantação do comunismo no Planeta ; (b) estratégia chinesa de dominação para conquistar o mundo ; (b) sei lá, uma outra doideira qualquer.

CONCLUSÃO :

1) O texto espalha mais uma tdeoria da conspiração para manter o povo crente de que o vírus foi produzido pelos chineses para, depois de espalhá-lo, aplicar técnicas de dominação com o fim de implantar o comunismo no Brasil e no mundo.

2) Defender a ideia de que o isolamento social não funciona e que a fome decorrente dele mata mais do que o vírus é uma coisa, que pode ser um raciocínio errado mas pode ser argumentado e eventualmente comprovado por dados estatísticos.

3) Defender a ideia de que o isolamento e demais medidas restritivas estão sendo feitos para submeter o povo é uma bobajada.

4) Me levar a escrever um texto quase tão grande como os do colaborador deste Jornal que se assina Sancho Pança foi uma das consequências pavorosas da bobajada.

5) Se Jair Messias Bolsonaro não der um jeito de parar de fazer besteira, o Arthur Lira, que já acionou o sinal amarelo, pode apertar o vermelho e o roxo e liberar alguns processos de « impeachment ».

4 pensou em “A MAIS RECENTE BOBAJADA E O SINAL AMARELO

  1. Grande Goiano!

    Citarei o asqueroso comunista, esquerdalha, vil e petralha Adam Smith:
    “Onde há grande propriedade, há grande desigualdade. Para um muito rico, há no mínimo quinhentos pobres, e a riqueza de poucos presume da indigência de muitos. … Nenhuma nação pode florescer e ser feliz enquanto grande parte de seus membros for formada de pobres e miseráveis”.

    Ao dizer que a existência do latifúndio é a causa da miséria, ou esse tal de Adam demonstra que sofreu lavagem cerebral ou mostra que tem bom senso e faz observação imparcial da realidade? (pergunta retórica)

    Observar a realidade, mesmo que local, e pensar por si mesmo, fora de cânones, preconceitos e doutrinas, é habilidade que incomoda os poderosos.

    ***
    Goiano.
    Não o condeno de forma alguma por defender suas ideias, faria o mesmo se fosse você, posso estar errado, porém, observando o meu entorno posso asseverar que, na minha área nunca houve lokidau, mesmo decretado várias vezes.
    O povo cagou e andou para essas imposições.
    Como consequência houve aumento absurdo de casos e de óbitos.
    O sistema de saúde está quase colapsando e, o que realmente importa aos poderosos, a atividade econômica está caindo.
    E muito.
    Devido a isso, e apenas a esse aspecto econômico, trama-se a queda de Jair.
    Fique feliz, a elite, os donos do PIB, publicaram uma carta de platitudes e obviedades, menos a do Adam (que citei acima), que significa que ele perdeu o apoio dos caras.
    Lulinha, o menino bom (para eles), talvez seja até a alternativa, enquanto eles procuram alguém melhor para o papel de cuidador dos mesquinhos interesses do capital.

    ***

    Como um Saniasin moderno que sou, observo do meu retiro espiritual e fico tranquilo.
    A coisa não é tão feia como pintam, porém, como já disse antes, nosso povo, junto aos demais que habitam esse globo, está sendo submetido à prova de evolução intelectual e moral.
    A maneira como sairmos dela determinará o futuro da humanidade que, face ao avanço tecnológico e científico alcançado, já não comporta apenas espíritos endividados e ignorantes, podendo abrigar aqueles, como nós, só queremos viver uma vida boa, longa e feliz.
    Em paz conosco e com nossos semelhantes.
    Trabalhando com harmonia, bondade e justiça.

    ***

  2. Grande Saniasin!
    Segundo cientistas, como Miguel Nicolelis, o lockdown não só precisa ser feito como “não basta saber pronunciá-lo”, é preciso saber fazê-lo. Ao que indica o comportamento dos renitentes, aprenderemos pela dor…

  3. Goianovsky!!! Só uma pergunta: Faz tempo que você não coloca seu fucinho lá no Cabaré, nas reuniões. Faça isso não!!! Sua presença é importante lá!!! Se assunte, seu cabra de pêia!!!
    Um abraço!!!

    • Maurino, uma das coisas que mais têm me aborrecido ultimamente é não ter podido comparecer às três reuniões passadas, inclusive a do Carlito Lima, que não queria perder de jeito nenhum, mas, infelizmente, também deixei de assistir. A mudança para quartas-feiras me pôs em conflito de horário com compromissos antes assumidos e estou tentando dar um jeito de ajustar. Vi que tem uma gravada e que vou assistir no Youtube. Obrigado pela atenção, caro amigo! Pretendo na próxima quarta estar lá com os queridos companheiros do Jornal da Besta Fubana. Abraço!

Deixe uma resposta para maurinojunior Cancelar resposta