O MAU CARATISMO ESCANCARADO NUMA CAPA DE REVISTA

A grande imprensa brasileira, que passou a formar um partido oposicionista desde as eleições de outubro passado, não se cansa de fazer merda. 

Quando a gente pensa que estes monstrengos chegaram ao extremo, eles conseguem superar a sua espantosa babaquice a cada dia que passa.

Os mamadores das redações não se conformem de modo algum com o secamento dos peitos fartos de verbas públicas para publicidades inúteis.

Acabou-se a boquinha.

E muito menos aceitam a surra que o poste de Lula levou na última eleição, por obra e graça da esmagadora maioria do povo brasileiro, que tocou fogo e extinguiu da floresta política brasileira a quadrilha zisquerdal petralhífera.

Vejam só a idiotice que é a capa da revista IstoÉ que circula neste final de semana:

Uma pica de 17 polegadas no olho do furico do sujeito que imaginou, imprimiu e botou nas bancas uma cafajestice desse porte ainda é muito pouco.

Tinha que ser um caralho bem maior e mais grosso pra não deixar uma única prega inteira.

Aí eu pergunto: dá pra levar a sério esta grande mídia babaca banânica?

Tocaram fogo na própria vergonha, chutaram o pudor e escancaram de vez sua falta de isenção e a posição oposicionista que assumiram após a derrota do lobisomem Haddad.

Informação séria e honesta nos grandes jornais e revistas não existe mais.

Já era.

Ainda bem que temos a internet e as chamadas redes sociais, que tudo mostram, vigiam tudo e não deixam passar nada.

Encerro a postagem recomendando a todos vocês que leiam o excelente artigo de Alexandre Garcia, que está logo aí embaixo.

E, antes que eu esqueça:

Vai te fuder, seu capista descerebrado da revista IstoÉ!!!

Deixe uma resposta