ALTAMIR PINHEIRO - SEGUNDA SEM LEI

A bela atriz Betty Joan Perske, o nome real de Lauren Bacall que morreu em 2014 aos 89 anos de idade, casou-se quando tinha apenas 19 anos com o ator Humprey Bogart que já estava com 43. O casamento durou 12 anos até a morte de Bogart que faleceu em 1957 com 57 anos de idade. Juntos tiveram dois filhos. O casal era amigo de Frank Sinatra, Marilyn Monroe, Judy Garland, Peter Lorre e David Niven. O grupinho se reunia em casa pras fofocas regadas a muita bebida e cigarros. Bogart era bom de copo como seus personagens. E como os heróis de “Relíquia macabra” e “Casablanca”, em que contracenou com Ingrid Bergman, pois não tinha muita sorte com as mulheres. Ao menos até 1944. O astro vivia com Mayo Methot, atriz alcoólatra e violenta, depois de dois casamentos infelizes, quando se envolveu com Lauren Bacall, 25 anos mais jovem que ele, durante as filmagens de Uma aventura na Martinica.

Consta no livro biográfico de Lauren Bacall que Bogart se portava muito mal com a bebida. Não existia beber socialmente para ele. Seus problemas começavam na quarta dose de whisky, quando, usualmente começavam as brigas. Ele era um bêbado chato, e se divertia empurrando os convidados na piscina. Após a morte de Bogart, Lauren se aproximou mais de Frank Sinatra e os dois chegaram a namorar. Mas o romance terminou pouco depois que a imprensa soube do caso. Bogart e Bacall trabalharam juntos em quatro filmes. Em 1956 ele adoeceu, sendo diagnosticado com câncer de esôfago. Faleceu um ano depois, deixando uma jovem Bacall e dois filhos pequenos. Em 1961 casou-se com o ator Jason Robards, com quem teve um filho. Os dois se divorciaram em 1969 e não mais voltou a casar-se.

Conhecida por sua voz rouca e aparência sensual, ela tornou-se modelo para a mulher moderna. Hoje ela é considerada uma atriz lendária, em parte devido a sua longevidade como atriz por 70 anos. Em que pese ter mantido sempre uma atitude bastante reservada na glamorosa Hollywood, seu estilo marcou toda uma geração, pois era magra e possuía lábios grossos e com um olhar embriagante, sua imagem permaneceu continuamente na memória, fazendo escola entre outras atrizes. Seu romance e posterior casamento com o tipo mais durão na tela, Humphrey Bogart, foi considerado uma das histórias mais românticas de uma indústria acostumada aos amores passageiros. Um amor trágico que lhe partiu o coração quando o câncer levou seu primeiro marido. Demorou muito tempo para sair da sombra de Bogart, o que fez graças a seu trabalho teatral, mesmo casando 4 anos depois de ficar viúva com o ator Jason Robarts.

Aos 19 anos, Lauren Bacall conseguiu o papel de protagonista no filme Uma aventura na Martinica, ao lado de Humphrey Bogart e Walter Brennan. O desempenho de Lauren foi considerado sublime. Sua beleza e elegância, a voz profunda e o olhar penetrante hipnotizaram o público. Era o início de uma carreira de sucesso. Nos anos seguintes, Bacall atuou em filmes que se tornariam clássicos, como À beira do abismo, Prisioneiro do passado e Paixões em fuga. Durante sua carreira, a atriz conquistou inúmeros prêmios, destacando-se o Cecil B. DeMille do Globo de Ouro, em 1993, pelo conjunto da obra, e, em 2000, o Prêmio do Festival de Cinema de Estocolmo, também por sua extensa e variada filmografia.

A bonita atriz que teve uma vida longa no cinema, teatro e televisão, surpreendentemente, indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante em 1997, por sua atuação em O ESPELHO TEM DUAS FACES, Bacall não ganhou o prêmio, derrotada pelo desempenho de Juliette Binoche em O paciente inglês. A injustiça, contudo, foi corrigida em novembro de 2009, quando Bacall, aos 85 anos de idade, recebeu um Oscar honorífico por sua carreira dos seus 29 filmes, como uma das mais legendárias e lembradas intérpretes da Hollywood da época de ouro. Ela foi escolhida pela Empire Magazine a 6ª personalidade mais sexy da história do cinema. Hoje, possui uma estrela na Calçada da Fama, localizada na 1724 Vine Street. Como curiosidade em sua vida pessoal, Betty Joan Perske conhecida como Lauren Bacall detestava ser chamada de viúva de Humphrey Bogart…

Deixe uma resposta