DEU NO TWITTER

* * *

Acreditem:

É isto mesmo que vocês leram aí em cima.

A “jornalista” Mônica Babaca Bergamo cagou este tolôte midiático-banânico na Folha de Verdevaldo.

Uma “análise de especialistas” sobre como a esposa do Ministro Sérgio Moro arruma a mesa para o jantar do casal.

Repito: não é invenção, nem feiquiniu.

Mônica Babaca Bergamo se ocupou mesmo deste assunto.

É nestas horas que a gente sente uma alegria e um prazer enormes de não sermos lulo-zisquerdóides.

E temos a certeza de que estamos no caminho certo quando vemos este tipo de vigarice idiotal lulosa.

Mônica Babaca Bergamo, não custa nada lembrar, é aquela tabacuda que entrevistou na prisão um prisioneiro, um bandido condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, aguardando transferência para o Presídio de Tremembé.

Um corrupto que, muito acertadamente, a chamou de “minha jornalista“.

Os dois formam uma parelha tão perfeita quando nojenta.

Deixe uma resposta