A FÚRIA DEMISSIONÁRIA DA GRANDE MÍDIA BOSTÍFERO-BANÂNICA

Sergio Moro é alvo de notícias de demissão desde a posse, num misto de torcida e desinformação.

Já em fevereiro, Bebianno caiu por haver trombado com a família Bolsonaro, mas a imprensa imaginou que, “constrangido”, ele pediria para sair.

Veio a exoneração de Ilona Szabó, que Moro havia nomeado, por isso, irritado, “estava de saída”.

Jornais cravaram depois sua demissão com o Pacote Anticrime, por “colecionar derrotas e recuos”. Moro até disse haver entrado no governo “para ficar e não para sair”, mas foi inútil: a fantasia sempre vencia a realidade.

Para mostrar que era tudo “fake news”, Bolsonaro levou Moro a eventos oficiais, a jogos de futebol etc. Tudo inútil: a torcida continuou.

Um dos maiores portais do Brasil garantiu em 21 de março que Moro estava “sem forças”, e acertara sua demissão para os dias seguintes.

Colunista de rádio paulista cravou a demissão de Moro, em 13 de maio, por ter sido “indicado ao STF”. Nem foi demitido, nem foi indicado.

Em agosto e setembro, revistas anunciavam “desgaste” entre Moro e Bolsonaro após operação da PF.

Há até livro sobre a relação dos dois.

* * *

Resumindo: em 1 ano, a imprensa “demitiu” Moro mais de 10 vezes.

Daqui pro final deste ano de 2020, ele deverá ter atingido um total de 20 “demissões” por parte da extrema imprensa bostífero-banânica

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!.

Moro vai continuar, firme e forte, botando no furico da criminalidade e dos corruptos.

Para grande desgosto da canalha zisquerdóide.

9 pensou em “A FÚRIA DEMISSIONÁRIA DA GRANDE MÍDIA BOSTÍFERO-BANÂNICA

  1. Moro não precisa suportar o constrangimento a que tem sido submetido pela burrice e maluquice do seu chefe presidente da república Jair Messias Bolsonaro: na hora em que decidir acabar com isso, recuperar a dignidade e dar o fora, será disputado pelos mais poderosos escritórios de advocacia, com rendimentos milionários.
    Creio que ele só não sai porque tem em vista duas possibilidades, ainda, com as quais pode sonhar: o STF e as eleições presidenciais.

    • Saindo do governo , o que o impediria de sair candidato a presidência ?
      Se saísse , com o Bolsonaro recriando o Ministério da Segurança Publica e o entregando a um deputado que tem problemas com a justiça , quem você acha que ficaria mais popular ?

    • Kkkkk, agora você vê a dignidade que o Moro perdeu ao aceitar ser Ministro, portanto, antes de aceitar ser Ministro ele era digno. Que bela coerência com todas as suas postagens anteriores sobre o juiz Moro.

  2. Moro é o próximo candidato à PR em 2022, com apoio de JB, que vai lhe entregar um país bombando economicamente e com metade do caminho andado na área de segurança, educacional e cultural.

    Fazendo isso terá seu lugar na história como o melhor PR de todos os tempos, aquele que colocou o BR entre os 5 melhores do mundo.

    JB não é apegado ao cargo, seu compromisso é com o Brasil. Tem uma linda mulher, uma casa na Barra da Tijuca e uma filha pequena para cuidar.

    A extrema imprensa, a esquerda, os Centrões e os isentolefts vislumbram esta possibilidade e têm calafrios.

    Vale tudo para botar um contra o outro. Tremei Mecanismo.

  3. Pô, não dá para entender algumas pessoas. As vezes, o Moro é um safado, perseguidor do omi mais onesto do praneta e agora se pedir para sair do cargo de ministro vai recuperar a dignidade! Um cara digno que perfseguia o omi mais onesto do praneta?

    • Também estou tentando entender .
      E o cara que diz que o omi mais honesta foi perseguido , esquece que este mesmo omi foi ao STF pedidindo para os processos dele subir para a justiça federal e que o MPE não tinha competência para os casos , e que esse mesmo omi conhecia o Emílio Odebrechet muito antes de pensar em sair candidato a presidência .

  4. O Bolsonaro está aprendendo como desviar a atenção da mídia, principalmente, a do quanto pior melhor, enquanto ele e seus Ministros principais Moro, Guedes, e Tarciso governam e colocam o Brasil no trilho, sem grandes perturbações. Ótimo marketing!

  5. A mídia força a barra , sim força , mas não só o do Moro , o da Educação foi ” demitido ” no final do ano e o ministro Onix assumiu o seu posto .
    Agora , se o Bolsonaro insistisse na burrice de dividir o Ministério do Moro , coisa que só não fez porque o POVO encheu as suas redes sociais com criticas a mudança , Moro sairia , já que teria perdido o COAF , pacote anti-crime , ganho um “juiz de garantias ” de presente do PSOL .

  6. Algumas pessoas só raciocinam em termos poder e dinheiro; medem os outros por sua própria régua.

    Não sei quais as pretenções do ministro Moro, mas é possível que ele não queira ser candidato ou advogado famosos e caro. Pode ser que ele queira apenas combater a criminalidade e deixar um legado ao país.

    Acho que esta possibilidade é o que mais incomoda e desespera corruptos de todos os tipos.

Deixe uma resposta