DEU NO JORNAL

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli falou sobre sistemas políticos nesta terça-feira, 16, e analisou o Brasil.

“Nós já temos um semipresidencialismo com um controle de poder moderador que hoje é exercido pelo STF”, disse, durante o 9º Fórum Jurídico de Lisboa, em Portugal.

“Basta verificar todo esse período da pandemia”, acrescentou o juiz.

Segundo Toffoli, a atuação do STF, ao lado do Congresso Nacional, foi fundamental para atenuar os impactos do novo coronavírus no país.

“Governar não é fácil no Brasil”, observou Toffoli.

“O sistema presidencial tem muita força, mas o parlamento é a centralidade, na medida em que, é no parlamento que se formam os consensos das elites regionais, sendo a Justiça sua fiadora.”

Juiz do STF disse que 'governar o Brasil não é fácil'

* * *

Falou um togado de notável saber jurídico e reputação ilibada.

Um togado que foi aprovado em todos os concursos para juiz de primeira instância que prestou na sua brilhante carreira jurídica.

Vamos repetir:

“Nós já temos um semipresidencialismo com um controle de poder moderador que hoje é exercido pelo STF”.

O STF é um Poder Moderador.

Isto mesmo.

Nosso douto ministro deve estar aproveitando muito a legendária gastronomia portuguesa. 

Bom apetite, Incelência!!!

8 pensou em “A FALA DO DOTÔ LÁ NO ALÉM MAR

  1. “Nós já temos um semipresidencialismo com um controle de poder moderador que hoje é exercido pelo STF”.

    Que se pergunte ao ilustre ministro, cujos irmãos (um é padre em Marília) têm um Resort 5 estrelas (Tayaya) no interior do PR:

    – Qual o art da CF que estabelece o semipresidencialismo e o poder moderador do STF?

  2. Vossa Incelência , o Ministro Toffoli , confundiu-se com as siglas . Na verdade , ele quis dizer que é o JBF o grande poder moderador desta nação . É la , que as verdadeiras elites intelectuais do país traduzem a realidade para seus cidadãos !

  3. Eu topo agora mesmo! Em 2022, eleições diretas para todos os cargos executivos e todos do judiciário. Com voto distrital puro e proporcionalidade para os cargos parlamentares. 1 cidadão, 1 voto. Começo a campanha imediatamente. Em 2022, votamos pela democracia, votamos voto distrital e proporcional, em todos os estados do Brasil. O Senado federal será composto por 27 vice-governadores eleitos pelo voto direto. Os 27 ministros do Supremo Tribunal Federal, eleitos diretamente serão desembargadores presidentes dos tribunais estaduais. Ocupados apenas de assuntos constitucionais, como deve ser, ora bolas. O Superior Tribunal de Justiça será igualmente eleito junto com os governadores de estado. Tantos quantos foram necessários, pô! E estamos conversados. Tem todo meu apoio e militância.

  4. Nesta era pós-PT que estamos vivendo, tornou-se o tempo ideal para florescerem cavalgaduras do jaez desta besta que excretou verbalmente semelhante imbecilidade.

    O nojo que a população está deles faz com que tenham de se reunir em Portugal, a fim de não serem forçados a encarar a ira da população que já está absolutamente emputiferada com a ousadia dos onze canalhas.

    No caso de nos encontrarmos pessoalmente, gostaria imensamente de dizer a este pústula que “Semi-Presidencialismo” é o apelido da cabeça da minha pica, e que ele deverá exercer o “Poder Moderador” nela com a própria boca.

    Isto, minutos antes de ser devidamente guilhotinado, é claro!

  5. Pingback: LEITOR DEFINE O JBF | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe uma resposta