CÍCERO TAVARES - CRÔNICA E COMENTÁRIOS

Para Arlete Silva, cuja beleza vai além dessas notas taquigráficas

Todas as vezes que ela passa no Largo da Encruzilhada balançando as ancas protuberantes, sensuais, cobertas por um short de helanca listado, transparente, colado à bunda hígida, um admirador lhe observa com olhar de pidão e sentimento de posse, imaginando-a toda nua nos seus braços fazendo amor com ela sob a luz da lamparina.

Ela é uma deusa de folhas de ouro ou de outro metal precioso que, na Roma antiga, era oferecida às grandes atrizes de beleza ímpar, in natura, como reconhecimento e celebração de seus atributos corporais.

– “Meu Deus! Quanta beleza, formosura, rebolado, gingado nos quadris daquela morena de bunda e pele banhada de morenidade – sem protetor solar!” – observa, sempre, o sessentão do outro lado da praça, sentado no tamborete do bar “O Apreciador”, degustando-a de desejos com a libido a flor da pele e o órgão genital intumescido dentro da cueca!

Certo dia, ela de passagem pela Praça da Encruzilhada, de repente um vento macho levanta-lhe a saia que ela tenta segurar com as mãos delicadas aquilo que o observador, à distância, já havia notado em suas andanças no lago, o que havia intimamente escondido dentro do vestido de helanca: Uma calcinha cor de rosa protegendo a sensualidade que enlouqueceu o apreciador.

Daquele dia em diante nunca mais ele conseguiu desvencilhar-se dela. A Deusa da Encruzilhada, fez morada na sua lascívia e o transformou num vassalo, escravo daquela beleza que só a Natureza é capaz de produzir nas fêmeas para os machos. Ela não precisou fazer mais nada para conquistar o coração do observador, apenas utilizar seus artifícios sensuais enigmáticos tal qual Capitu de Machado de Assis para Bentinho, com o olhar.

Ela sabe da existência dele. Sabe o quanto ele a tem como paradigma de beleza e sensualidade. Sua cor, sua pele, seu corpo trigueiro, seus olhos negros penetrantes e sexuados fazem com ele a considere a mina dos seus olhos e dos seus desejos, mas falta ela saber a falta que ela faz a ele.

Será que um dia ela vai perceber a emoção que ele sente por ela quando a ver, o coração batendo acelerado? Ou será que ela já sabe e disfarça que não para manter o segredo como idolatria?

Enquanto ela não descobre essa obsessão dele por ela ele vai vivendo de sonho porque sonhar é realizar os desejos da vontade e senti-los verdadeiros.

32 pensou em “A DEUSA DO LARGO DA ENCRUZILHADA

  1. Ah , pelo que sei é a segunda vez que colocas a foto dela aqui. mas agora deste o nome.Será que daqui a alguns meses saberemos o telefone talvez ?.
    Traz ela para o jornal Cícero !. A gente se comporta ! .

    • Em tempo : E a morena da saia vermelha ? , coloca pela terceira vez!. E não se preocupe , nós estamos na idade de comer com os olhos e lamber com a testa.

      • A Morena da saia vermelha é ela mesma, só que em outra praia, calcinha por dentro coberta por um vestido de chita transparente para o sol
        não bronzear demais e as marcas ficarem muito salientes.

        Goiano disse que já passou dessa fase (“idade de comer com os olhos e lamber com a testa.”) O sonho dele é a Torre Eiffel desnuda e uma garrafa de Pitu ao lado.

          • Sancho Panza, nenhum homem resite a uma coisa fofa dessa, resite? A não um Jean Charles da vida que é peroba até o rego.

            Á beleza está em todas mulheres morenas brasileiras. Eu já disse isso a minha grande amiga Aninha!

    • Caríssimo comentarista do coração Joaquimfrancisco:

      Eu a coloquei novamente, simbolizando uma nova musa, porque ela é múltipla, de corpo farto e admirável.

      (A juventude é linda!)

      Quando eu viajar à Praia dos Sonhos e a encontrar com indumentária diferente, mas tão sensual quanto, convido-a para ir até à redação do JBF, para expô-la à admiração e curiosidade de todos da Confraria!

      Valeu, amigo!

      • A confraternização anual do JBF, se o Coronga deixar e o Berto mandar , poderia ser nessa tal Praia dos Sonhos, quando Cícero nos apresentaria a Deusa da Encruzilhada. Arlete, Arlete, existe nome mais lindo?

    • Caríssimo comentarista do coração Joaquimfrancisco:

      O nome dela eu não sei. Primeiro ela apareceu nos sonhos do coronel Bitônio Coelho, e depois outros marmanjos sonharam os mesmos desejos, em sonho.

      Ela possui uma beleza escultural rara que só existe em terra brasilis. Se houver em outros países, foi importada.

      O telefone dela? Bem, vou consultar Maria Bago Mole, a cafetina do Puteiro mais frequentado de Carpina-PE.

    • Nada disso, Adônis Oliveira, “Mulher Nova Bonita e Carinhosa Faz o Homem Gemer Sem Sentir Dor.” E igual a essa em?

  2. Aff Maria!!! É só o que consigo dizer … Sacanagem arretada publicar essa foto da Deusa. Devia, mesmo, é publicar todas as fotos que tens dela, seu Cícero. Meus olhos aguardam. Minha testa, também.

  3. Caro Cícero
    Por obséquio, onde fica esse Lago da Encruzilhada? ´É na praia do sonho?
    Sonho meu! Ah sonho meu par onde me leva!?

  4. Caro Cícero.

    Isso que tu fazes é pura sacanagem com um corôa de 85 anos.
    Já é a terceira vez que publicas essas fotos, sem nenhuma
    consideração com os véinhos.

    Dá um tempo. vice . O xente !!!

  5. Tenho a primeira foto que ele colocou dela e o título era Morena dos sonhos do Coronel Bitônio , semelhante a MBM. Está no arquivo de captura de tela. As cores estavam mais vivas. Mas ainda não achei a coroa de vermelho.

    • Alguém poderia dar mais detalhes sobre a “coroa de vermelho”? Sancho ficou curioso… nunca é demais uma sessão colírio…

          • Agradecido, vou procurar a belezura. Gente é apenas matéria científica, sem nenhum interesse “mundano” a pesquisa de Sancho.

            Impossível não recorrerr ao bardo: “A beleza provoca o ladrão mais do que o ouro.” William Shakespeare

  6. Cícero: afffmaria, isso é que é fêmea! Arre égua e arre égua! Com alguém desse tipo aí dentro de uma rede, ninguém tem tempo para coçar frieira. Ah se eu pego uma dessas aí, ia levar prumode rebolar milho pras galinhas no quintal da Vovó!

      • Sancho foi lá conferir e concorda… As curvas perigosas da vida.

        A morena do José de Oliveira Ramos é para a gente correr a procurar o babador. Misericredu, que belezura!!!!!!

  7. Sonhar não custa nada… Cícero deveria acertar com Berto uma outra coluna, que poderia chamar-se “Sessão Colírio” sobre moças “cuja beleza vai além dessas notas taquigráficas”.

    Sucesso garantido, que certamente alegraria nossos velhos corações…

  8. Caro Cicero, vc nos apresenta dois fatos sensacionais. A deusa da Encruzilhada emoldurada por esta maravilhosa crônica. Fantásticos.

Deixe uma resposta