DEU NO JORNAL

Ministros do Supremo Tribunal Federal criticaram, a integrantes do governo Bolsonaro, a indicação pelo PSL do nome da deputada Bia Kicis (DF) para a presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.

Na avaliação dos ministros, a indicação, se confirmada, “desmoralizaria” os trabalhos da comissão que cuida justamente da legalidade de propostas, como emendas constitucionais.

Esses ministros afirmam que a interlocução da CCJ com o Judiciário ficaria inviabilizada caso Bia Kicis venha a comandar a comissão.

* * *

Em sendo a deputada Bia Kicis uma figura séria, competente, honrada, ficha limpa, honesta, proba e com um currículo brilhante, não poderia mesmo ser aceita pelo STF, um antro podre, imundo, infecto, fedorento.

Não custa nada ressaltar que o STF nada tem a ver com este assunto e não deveria se intrometer nas atribuições de outro poder.

Bote pra arrombar, Doutora Bia!!!!

Arroche mesmo.

Só de ver  a lista de vagabundos que está contra a senhora, a gente tem certeza que foi uma excelente indicação.

Sucesso!!!

39 pensou em “A CANALHADA BANÂNICA ESTÁ FURIOSA

  1. Eu li um comentário de Janaína Paschoal sobre isso e ela tocou num ponto importante: a deputada foi eleita com o voto democrático da população, então, unicamente e exclusivamente, pelo fato de ser uma pessoa com pensamento contrário a esquerdopatia ela se torna incompetente? Aqui eu vejo outro ponto importante: o que diabos tem o STF com isso? Os caras vivem se metendo onde não são chamados, acreditam ser o sol brilhante, os únicos representantes do Deus vivo. Vão para puta que o pariu!!!!

  2. “Ministros do Supremo Tribunal Federal criticaram…”. Interessante, não são capazes nem de aparecer publicamente para externar suas queixas. Muito corajosos.

    Mas não é nem necessário dizer quem são. Só vou dar as iniciais do Cabeça: GM.

  3. Deputado federal preso no regime semiaberto trabalha no recesso parlamentar
    Rádio Itatiaia – A Rádio de Minas
    4-5 minutos
    Foto: Agência Brasil
    Agência Brasil

    Enquanto a maioria dos parlamentares aproveita o recesso para ficar longe de Brasília, o deputado Celso Jacob (PMDB-RJ) quer trabalhar normalmente nas férias. Preso no regime semiaberto no Complexo Penitenciário da Papuda, o peemedebista ganhou na Justiça o direito de voltar a exercer o mandato na Câmara e nessa quinta, após nova autorização da Justiça, pode continuar frequentando o Congresso no período de folga.

    Jacob foi indicado pelo PMDB para fazer parte da comissão representativa do Congresso durante o recesso. O grupo, de 17 deputados, é responsável por resolver questões de caráter urgente que possam vir a surgir no Parlamento. “Como ele já iria estar mesmo em Brasília, a bancada decidiu indicá-lo”, disse o advogado do deputado preso, Thiago Machado.Desde terça-feira, primeiro dia do recesso, Jacob aguardava na Papuda a autorização para poder passar os dias do recesso na Câmara e não no presídio.

    O juiz responsável autorizou o benefício ao peemedebista e nesta sexta-feira, 21, ele já poderá frequentar a Câmara entre 9 e 19 horas.

    Na véspera do recesso, só 16 dos 513 deputados estiveram na Casa. Jacob foi um deles e chegou a ocupar uma das cadeiras da Mesa Diretora, ao lado de JHC (PSB-AL) e Mariana Carvalho (PSDB-RO).

    O deputado foi preso em 6 de junho, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele foi condenado a 7 anos e 2 meses em regime semiaberto por falsificação de documento público e dispensa de licitação para a construção de uma creche quando era prefeito de Três Rios, no Rio.

    Em 27 de junho, o juiz Valter André Bueno Araújo, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, autorizou o deputado a deixar o presídio durante o dia e voltar a exercer o mandato na Câmara. Desde o dia 30, Jacob frequenta normalmente o Congresso, participa de votações no plenário e das reuniões das comissões temáticas da Casa.

    Para evitar polêmicas, o deputado dispensou o uso do carro oficial e faz o trajeto de 17 km que separa a Papuda do Congresso de Uber. O contrato foi fechado com um único motorista e pago com dinheiro próprio. Jacob continua recebendo o salário de quase R$ 34 mil.

    Em seu gabinete, no Anexo III da Câmara, mantém uma agenda quase rotineira de parlamentar, recebendo prefeitos, vereadores e autoridades estaduais. Já recebeu a visita de seu filho em horário de expediente.” A Câmara é a casa do povo, qualquer pessoa pode ter acesso”, minimizou o advogado.

    Solidariedade

    Deputados costumam prestar solidariedade a ele. Em 5 de julho, logo depois de ter recebido a permissão para voltar à atividade legislativa, ocupou por um período a presidência da Comissão de Educação.

    Antes de passar o comando do colegiado, o titular, Caio Nárcio (PSDB-MG), manifestou apoio ao colega. Jacob foi aplaudido pelos parlamentares. “Na verdade acho que estão usando Vossa Excelência como bode expiatório pra achincalhar esta Casa”, disse Sóstenes Cavalcanti (DEM-RJ), deputado ligado ao pastor Silas Malafaia. “A única Justiça que não falha é a de Deus.”

  4. noticiasaominuto.com.br
    Senador preso em regime semiaberto fiscaliza eleição no Senado
    Notícias Ao Minuto
    1-2 minutos

    O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) participa da caótica votação para a presidência do Senado, neste sábado (2), como fiscal de apuração ao lado da Mesa Diretora da Casa.

    O curioso é que ele, segundo o jornal “O Globo”, foi condenado pelo STF a quatro anos e seis meses de prisão, em fevereiro do ano passado, por crimes contra o sistema financeiro. Ele cumpre a pena em regime semiaberto no Centro de Detenção Provisória do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

    Em setembro do ano passado, o ministro Alexandre de Moraes autorizou que Acir deixasse a prisão para trabalhar. O senador pode deixar a cadeia todos os dias úteis para ir ao Senado, mas só durante o dia. Nos casos em que a sessão do Congresso se estender pela noite, caberá ao Senado comprovar as atividades do parlamentar.

  5. A chamada tripartição do poder no Brasil vem elencada no artigo 2º da Constituição Federal de 1988 (in verbis), onde expressamente aludi que deve os poderes funcionar de forma Harmônica e independente entre si. Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.
    Me digam aí, onde esta escrito que é competencia do STF em “indicar” alguem para dirigir a CCJ? Vão se lascar bando de abutres!!!

    • Pois é …..

      Por acaso estes canalhas do STF respeitam a constituição …????

      Veja o caso do jornalista Eustáquio ……

      O colegiado votou com 10 x 1 para “tentar legalizar” a “perseguição” ao jornalista que investigava esposas de alguns elementos do STF ……….

      É impressionante que não tem um “processo legal” contra ele, composto normalmente de acusação indicando o indicio de crime elencado no código penal, denuncia pela promotoria, investigação pelas autoridades policiais, advogado de defesa com acesso ao “procedimento ilegal”, direito a mais ampla defesa, e um finalmente um juiz de primeira instância para julgar o “caso”

      Na sequência, provavelmente após uns bons 10 anos, percorrendo as diversas instâncias de nosso sistema jurídico e “eventualmente” com uma sentença transitada em julgado poderia cumprir uma sentença.

      Como não sabemos qual o crime cometeu, a sentença poderia ser até o pagamrnto de 2 cestas básicas ou mais provavelmente em um País um pouco mais corajoso, teria seu carrasco atual condenado por abuso de autoridade …….

      É simplesmente inacreditável o que está acontecendo com este jornalista, principalmente sabendo que a Policia Federal, agora, em jan/2021 não encontrou nada nas suas investigações que permitisse sequer uma abertura de inquérito contra ele, Eustáquio…..

      Em compensação Lulla, já condenado em três instâncias continua por aí, escondido, mas solto, e cagando pela boca, suas imbecilidades contra primeiro mandatário da nação…………..

      Inacreditável que NÓIS, o executivo, o Legislativo, principalmente o SENADO FEDERAL, permita que isto ainda esteja acontecendo ……..

      É de ter vergonha de sermos brasileiros ……., cagões de esquerda e de direita …..

  6. Ah, não gostaram não? Caramba, só por isso eu a indicaria para a vaga de Marco Aurélio.
    Tem reputação ilibada, elevado e reconhecido conhecimento jurídico, é brasileira e tem a idade requerida. Que tal?

    • A guerra travada por Bia Kicis inclui:
      Em 9 de janeiro de 2019, foi entrevistada no CB.Poder, e durante a entrevista passou algumas informações sobre Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula. Uma checagem de fatos divulgada no Correio Braziliense, mostrou que a deputada passou algumas informações falsas sobre Fábio Luís Lula da Silva. Algumas delas já eram conhecidas na internet.
      Em outubro de 2019, compartilhou o vídeo que o presidente Jair Bolsonaro postou em suas redes sociais. Nele, três homens, que seriam das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), associam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à organização criminosa. Mais tarde, a deputada apagou a mensagem e disse ser notícia falsa. Em junho de 2020, uma reportagem da Agência Pública disse que as redes sociais de Bia Kicis estão sobre controle de empresas próximas ao governo Bolsonaro.
      Segundo o levantamento do Aos Fatos de dezembro de 2020, Bia Kicis foi uma das personalidades políticas que mais divulgaram desinformação sobre a pandemia de COVID-19.
      Em janeiro de 2021, a deputada foi apontada pela reportagem da Agência Pública como uma incentivadora da  invasão do Capitólio dos Estados Unidos.
      Possível expulsão do PSL
      Em dezembro de 2019, o então presidente do PSL, Luciano Bivar, decidiu expulsar a deputada da coligação por grave infração ética e infidelidade partidária . Apesar disso ela ainda permaneceu na legenda.
      Uma nova ameaça de expulsão de Bia Kicis do PSL aconteceu em julho de 2020, após uma votação na Câmara em relação à PEC do Fundeb, na qual ela e mais cinco deputados do mesmo partido votaram contra o projeto. Dessa forma uma representaçaõ contra ela foi enviada ao conselho de ética do partido. Bia Kicis também perdeu a vice-liderança do governo na Câmara após seu voto.
      Acusação de racismo
      Em 27 de novembro de 2019: A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) publicou, em suas redes sociais, uma montagem com os rostos dos ex-ministros Sérgio Moro (Justiça) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde) pintados de negro, sugerindo que ambos poderão buscar vagas de emprego na rede Magazine Luiza, em referência ao programa de trainee apenas para negros anunciado pela empresa. A montagem, de tom agressivo, mostra o rosto de Moro pintado, com uma peruca e a mensagem: “Desempregado, blogueiro Sérgio Moro faz mudança no visual para tentar emprego no Magazine Luiza”. Ao lado, traz o rosto de Mandetta, também com peruca e a mensagem: “Sem emprego e cansado de errar o pico. O ex-ministro Mandetta acusou a postagem de racista e chula.
      Ataque a ministro do STF
      Em maio de 2020, Bia Kicis aditimiu usar a imunidade parlamentare e xingou o ministro Celso de Mello. Dentre as ofensas proferidas, o chamou de “juiz de merda”

      • Pois é …

        Juiz de merda no STF é coisa corriqueira ……

        Qual não é …… ???

        10 x 1 para “Tentar legalizar” uma “perseguição” ilegal contra um cidadão brasileiro…….

        Porra Goiano …… Você não é tão estúpido assim, isso chega a ser má fé…….

        Errar é humano …. permanecer no erro é imbecilidade …….

      • Pois é ……

        É por causa de gente como você que o País está nesta merda de ilegalidades……..

        Eustáquio está preso sem um processo legal …….
        Lulla tá solto depois de condenado em três instâncias …….

        Agora querem usar gravações obtidas de maneira ilegal como prova válida. para tentar invalidar uma sentença que já passou por duas instâncias superiores

        Então a conversa do Condenado e da Anta sobre o “Bessias” é válida também ……..

        Ou aceita ou não aceita sua porra de “ciência” do direito …… PQP …!!!!

        Na maioria das vezes só tenho pena de você e seus cúmplices mas
        (B)aralho ….. as vezes você consegue me irritar….
        ….

        • Arthur, tu insistes em teus elevados conhecimentos jurídicos para afirmar que Oswaldo Eustáquio está preso sem um devido processo legal, apesar de já ter sido demonstrado a ti às pamparras que a ciência do direito mostra o contrário: ele foi preso porque, sendo investigado em inquérito regularmente constituído, salvo eventual futura decisão em contrário, desrespeitou reiteradamente medidas preventivas a que fora submetido, parece que desrespeitou todas as medeidas, deixou a cidade, foi a uma repartição pública onde não poderia, publicou quando não poderia publicar e só faltou cuspir na calçada e jogar pedra no STF.
          Lula está solto, apesar do que dizes, porque o trânsito em julgado não ocorreu: o que se aplica a ele é o mesmo que se aplica a todos os réus, até que, também, em decisão futura, isso mude e os caras possam ser presos antes.
          A conversa de Dilma e Lula quanto ao envio do documento pelo Bessias pode até esconder alguma coisa, o que nunca foi provado e que foi contestado pelos envolvidos Dilma e Lula, mas a divulgação por Moro foi irregular, ele levou um piuxão de orelha do STF e agora, se não estás te recusando a ler o noticiário, a coisa está como está.
          Tu te irritas porque os fatos te contrariam, podes ficar calmo porque isso é normal.
          Quanto a estar o País como está por gente como eu, acho que te esqueces que o Paísd está como está por causa de gente como tu. Eu não elegi Jair Messias Bolsonaro.

          Quanto às provas obtidas por meio ilegal eu tenho duas obcservações:
          1) Digamos que as provas são ilegais mas são verdadeiras; face a isso deves acreditar que o processo foi irregular?
          2) Se as provas são ilegais o poder judiciário certamente não permitirá que sejam usadas nos processos. Entretanto… há circunstâncias que, ao que parece (isso deves pesquisar) deram valor legal às provas; e há ainda o problema de certas manifestações sobre as gravações servirem de revelações que valem como provas.

          Arthur, o mundo não é o que se passa dentro da tua cabeça.

          • Pois é ….

            Mentira na base

            ” …….sendo investigado em inquérito regularmente constituído……”

            O resto é perda de tempo

            ” ….. Arthur, o mundo não é o que se passa dentro da tua cabeça…. “.

            e com certeza cristalina, nem dentro da sua ……

          • Desculpe prezado editor….mas nao da pra argumentar com o Goiâno quando ele resolve defender seus amiguinhos urubus do STF por causa do corporativismo que todo advogado tem
            Só usando as siglas VTNODCG

          • Por favor, derrame sua luz sobre nós. Onde afinal está a lei que pune “atos anti-democráticos”? Tirando a cachola do Al Moraes, onde está?

      • Goiano, você apresentou fatos que maculam a imagem da Bia Kicis, todas relacionadas com a rede, divulgações, compartilhamento de fatos duvidosos, até a famosa frase de Saulo Ramos. Marco Aurélio Mello vê Bia Kicis ‘àcida’ e ‘extremada’, foi o primeiro a vir a público com esta pérola(Globo). Analisando seus argumentos e a conduta dos eminentes ministros do Supremo, você perdeu de lavada! O Ministro Marco Aurélio Mello, aquele que ligou para todos os Desembargadores do RJ, agradecendo a boa acolhida da sua filhota quando em campanha para uma vaga de desembargadora, logo após ela foi escolhida, em 2017, concedeu HC para a Quadrilha dos pipocas, um grupo armado que faz pequenos assaltos a cidades do Nordeste. A justificativa para o relaxamento da prisão dos suspeitos: além do excesso de prazo da custódia preventiva, a mais de dois anos, sem data estabelecida para o julgamento do bando, a quantidade de armas e munições apreendidas são insuficientes para respaldar o argumento alusivo à preservação da ordem pública. Só faltou mandar devolver as armas.

      • Diz Goiano:

        “Em 27 de novembro de 2019: A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) publicou, em suas redes sociais, uma montagem com os rostos dos ex-ministros Sérgio Moro (Justiça) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde) pintados de negro,…”

        Eu só vou dizer uma coisa: em 27/11/2019 Moro e Mandetta eram ministros do Governo Bolsonaro e não poderiam estar procurando emprego..

        Aí vem a pergunta: Quem inventou o quê?

        Goiano, inventa outra.

      • Diz Goiano:

        “Em janeiro de 2021, a deputada foi apontada pela reportagem da Agência Pública como uma incentivadora da invasão do Capitólio dos Estados Unidos.”

        Primeiro lugar, Que agência é essa? Segundo, Seria por isso que o FBI veio buscá-la para colocá-la em Guantânamo?

        Pô Goiano, desta vez foi erva estragada que v. fumou.

      • Goiano eu discordo da divulgação de mentiras ou comentá-las como se verdade fosse. Agora, chamar Celso de Mello de juiz de merda, eu também chamo. Está no livro de Saulo Ramos.

  7. Ainda para ti, Arthur: A doutrina e a jurisprudência entendem que uma prova obtida de forma ilícita pode ser usada para provar a inocência de alguém (pro reu).
    Se queres reclamar dessa posição da doutrina e da jurisprudência, podes fazê-lo, mas convém estudar as motivações dentro do Direito para que se tenha chegado a essa interpretação, de modo que poderás debater com base.

    • Elza, se gostas dela e da indicação para a Comissão de Constituição e Justiça, que seja, os bolsonaristas têm mais é que se apoiar mesmo, pois desejam que a direita, que colocaram no poder, nele permaneça. Está certo.
      Esperemos que ela faça um trabalho correto lá; o medo da gente é porque as pessoas que são muito ideologicamente extremistas tendem a deturpar as coisas a favor de suas crenças e valores, sendo que a Comissão de Constituição e Justiça é o gargalo inicial mais fino das propostas legislativas, de modo que se passar por ali o que não convém o perigo de termos leis esdrúxulas é grande, mas, felizmente, há outros filtros após ela, o próprio Plenário, o Senado, o Presidente da República e por fim o Supremo Tribunal Federal.
      Vamos que vamos e sejas feliz com tuas escolhas.

  8. Caro Goiano,

    Quer dizer que “as pessoas que são muito ideologicamente extremistas tendem a deturpar as coisas a favor de suas crenças e valores” ?

    Não acredito!

    Tens certeza ?

    Nunca havia percebido isto. Obrigado pela dica.

Deixe uma resposta