UMA HISTÓRICA CANALHICE MIDIÁTICA

A postagem que está imediatamente abaixo desta, na seção Deu no Jornal, é um texto assinado pelo jornalista Rodrigo Constantino.

O que me chamou a atenção foi o título:

A CHAMADA MAIS CANALHA DA HISTÓRIA DA IMPRENSA

Não foi a chamada “mais canalha” do dia, da semana ou do mês.

Foi a chamada “mais canalha da história da imprensa”.

De toda a história da imprensa!!!

E isto foi escrito e assinado embaixo por um grande jornalista, um profissional consciente, calejado no assunto e que conhece tudo sobre o seu ofício.

Quando a gente pensava que o jornaleco zisquerdóide lulo-petista Folha de Verdevaldo tinha chegado ao fundo do poço, ele consegue ultrapassar este limite e vai muito além do fundo do poço, chegando ao extremo da fossa entupida de bosta.

Com uma imprensa oposicionista deste nível, Messias Bolsonaro só tem que comemorar.

Ser esculachado por uma merda feito este pasquim vagabundo, é motivo de honra e de orgulho pro Presidente da República.

4 pensou em “UMA HISTÓRICA CANALHICE MIDIÁTICA

  1. Si te engañan una vez, la culpa es del otro. La segunda al 50% (porque hay gente buena). A partir de la tercera la culpa es del que se deja engañar.

Deixe uma resposta