DEU NO X

RODRIGO CONSTANTINO

CESSAR FOGO OU ELIMINAR O HAMAS?

“Qualquer morte de civis é uma tragédia. E não deveríamos ter nenhuma, porque estamos fazendo tudo o que podemos para tirá-los do perigo, enquanto o Hamas está fazendo tudo para mantê-los em perigo”, disse o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu.

O premiê afirmou que Tel Aviv tem lançado panfletos no território palestino alertando a civis para que deixem a área e feito os mesmo alertas por telefone. “Outra coisa que posso dizer é que tentaremos concluir esse trabalho com o mínimo de vítimas civis. É isso que estamos tentando fazer: o mínimo de vítimas civis. Mas, infelizmente, não estamos tendo sucesso”, afirmou.

Em dado momento da entrevista ao vivo, Netanyahu quis fazer um paralelo com algo relacionado à Alemanha, mas não teve tempo de detalhar e foi interrompido pelo entrevistador da CBS, que fez uma pergunta sobre a segurança pós-guerra em Gaza.

O militante, digo, entrevistador da CBS deveria ter permitido a analogia, pois ela é válida, e porque o entrevistado tem direito de emitir sua visão. Eu mesmo já fiz esta analogia aqui. Imaginem se, durante o avanço nazista de Hitler, a maior preocupação ocidental fosse com o número de civis alemães mortos, e não com vencer a guerra. Talvez o Terceiro Reich estivesse ainda no poder…

Cada morte de palestino tem um único culpado: o Hamas. Não dá para acreditar nas estatísticas oficiais do grupo terrorista, mas claro que muita gente morre numa guerra dessas, em local tão populoso e com o Hamas utilizando o próprio povo como escudo humano. O que nenhum “pacifista” faz é apresentar uma solução concreta: qual a alternativa? Israel “cessar fogo” e ir embora, deixando o Hamas em “paz” para planejar novos ataques?

As Forças de Defesa de Israel (FDI) comunicaram nesta sexta-feira (17) a identificação de membros do Hamas dentro de uma escola no norte de Gaza. Segundo anunciou o Exército, os terroristas foram localizados no interior da instituição e eliminados em confronto. Diversas armas e outros equipamentos militares foram apreendidos com eles. O mesmo já aconteceu em hospitais.

O Hamas utiliza escolas e hospitais como quartel e base terrorista. O que fazer? Repito: a turma do “cessar fogo” nunca apresenta uma alternativa concreta, pois no fundo quer apenas demonizar Israel e proteger o Hamas. É o caso de Lula, que faz uma abjeta equivalência moral entre os dois lados, como fez na guerra da Rússia contra a Ucrânia também. Foi o tema do editorial da Gazeta do Povo hoje, publicado aqui no JBF:

No fundo, Lula valida a estratégia do monstro, que, ao forçar a permanência das crianças em um local onde há um alvo militar camuflado sob uma estrutura civil, tornaria esse lugar intocável aos israelenses, que teriam de simplesmente se abster de qualquer ação.

Os “pacifistas” feito Lula, se não fossem tão hipócritas e cínicos, deveriam vir a público falar o que realmente estão defendendo: “deixem os terroristas selvagens do Hamas em paz, eles são intocáveis e não importa que tenham estuprado meninas, mutilado idosos, torturado crianças e matado 1500 civis inocentes”. Não fazem isso pois soaria menos “humanitário” do que o slogan “salvem as crianças palestinas”.

Toda guerra é uma tragédia. Mas nem por isso toda guerra é inútil ou injusta. Quem, em sã consciência, defenderia o apaziguamento com Hitler depois de seu avanço contra outras nações? Israel vai se defender e vai eliminar o Hamas, a única alternativa concreta para se proteger de novos ataques. Todo humanista que chora cada vida inocente perdida deveria se revoltar com o Hamas, único responsável por essas mortes.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

NACINHA – CUIABÁ-MT

Gente amada do meu Brasil varonil!!!

Nos últimos 4 anos a grande mídia atribuiu a Jair Bolsonaro qualquer queimada nos planetas do sistema solar.

Em 2023, com o Pantanal em chamas, a culpa é do Lula Nero.

Imagem

DEU NO JORNAL

PASSAGENS, DIÁRIAS E REUNIÕES: ESQUERDA RECEBE INTEGRANTE DE FACÇÃO E VOCÊ PAGA A CONTA

Nikolas Ferreira

Luciane Barbosa Farias, esposa do líder do Comando Vermelho do Amazonas, tratou de melhorias para criminosos no sistema penitenciário duante agendas no ministério da Justiça e dos Direitos Humanos.

Luciane Barbosa Farias, esposa do líder do Comando Vermelho do Amazonas, tratou de melhorias para criminosos no sistema penitenciário duante agendas no ministério da Justiça e dos Direitos Humanos

Como se não bastassem a queda brusca na apreensão de drogas como maconha e cocaína, o crescimento de 14,9% no número de estupros e de 2,6% de feminicídios, a semana começou com a notícia de que o Ministério da Justiça recebeu uma integrante do Comando Vermelho para reuniões. Ao tentar explicar sua entrada em uma área dominada pelo tráfico, o ministro Flávio Dino disse que seria esdrúxulo associar a visita a um encontro com criminosos. Qual seria a desculpa para o ministério liderado por ele recepcionar uma integrante de facção criminosa?

Conhecida como “dama do tráfico amazonense”, Luciane Barbosa Farias foi condenada por lavagem de dinheiro, associação para o tráfico e organização criminosa. É casada há 11 anos com Clemilson dos Santos Farias, o “Tio Patinhas’’, que foi preso em 2022 e cumpre 31 anos no presídio de Tefé (AM). Clemilson já chegou a figurar no topo da lista dos mais procurados da polícia do Amazonas.

Além do encontro com assessores de Dino, Luciane tem registros com os deputados de esquerda Guilherme Boulos,  André Janones e Daiana Santos, e foi recebida por Érica Meireles de Oliveira na sede do Ministério dos Direitos Humanos. Érica é coordenadora da Coordenação do Gabinete da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos na pasta liderada por Silvio Almeida. As passagens e diárias de Luciane foram inclusive bancadas pelo próprio ministério. Veremos qual será o malabarismo e a fala mansa para tentar justificar isso.

Segundo noticiado, a integrante do “CV” representa a Associação Liberdade do Amazonas, criada no mesmo ano em que seu marido foi preso, e que atua em prol dos detentos da facção. Pasmem, a ONG que afirma atuar em favor dos presidiários também seria financiada com dinheiro do tráfico e mesmo assim teve solicitações atendidas por quem na verdade deveria combater tudo isso. Se em sua defesa um ministério recebe alguém com esse currículo e diz não saber quem era, é fato que a incompetência é maior do que imaginávamos.

Como oposição, estamos protocolando o pedido de impeachment de Flávio Dino. Além disso, também oficiei o Departamento de Polícia Legislativa da Câmara para fornecer imagens que esclareçam quais gabinetes foram visitados por Luciane, visando esclarecer quais interesses foram tratados nesses encontros.

Situações vexatórias como essa deixaram de ser incomuns. Em janeiro, Lula disse a seus ministros que ‘’quem errar será convidado a deixar o governo’’. A realidade é totalmente oposta. Mesmo com os escândalos envolvendo as pastas de Flávio Dino, Silvio Almeida, Juscelino Filho, Nísia Trindade, Marina Silva e Anielle Franco, por exemplo, não houve nenhuma ação condizente por parte do petista. Lula não foi sequer capaz de exonerar a tesoureira do seu partido que mesmo após proferir falas antissemitas, segue com o seu cargo de conselheira na Itaipu.

Considerando não só isso como os recordes liberados em emendas e as exonerações de Ana Moser, Rita Serrano e Daniela Carneiro, é fácil perceber que o centrão (que Lula tanto atacava na campanha) parece ter mais autoridade sobre o ‘’descondenado’’ do que suas próprias palavras. Mas claro, já estamos acostumados a não dar credibilidade aos discursos e às famosas ‘’gafes’’ que vêm de lá.

BERNARDO - AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PEDRO MALTA - REPENTES, MOTES E GLOSAS

DOIS TALENTOSOS POETAS (II)

Marcílio Pá Seca Siqueira e Jesus de Ritinha de Miúdo, colunista do JBF

* * *

O poeta Marcílio Pá Seca, pernambucano de Tabira, escreveu a seguinte sextilha:

Chorando me debrucei
Na tela da imensidade
Não foi de dor que chorei
Com tamanha intensidade
Foram lágrimas salgadas
Com soluços de saudade

Jesus de Ritinha de Miúdo, acariense do Seridó Potiguar, em cima da bucha respondeu-lhe:

Tais soluços na verdade
Quebrantaram o peito meu
Senti no rosto um riacho
Que do meu olhar desceu
Aguando os meus desejos
De me afogar nos seus beijos
E morrer num abraço seu.

* * *

Mote:

Sou poeta, sou mais um nordestino
Que defende demais nossa cultura.

Sou vaqueiro, gibão, sou vaquejada
Sou viola, Poeta e cantoria
Sou bancada, caneta e poesia
Sou beiju, tapioca e farinhada
Eu sou junta de boi,sou terra arada
Sou engenho de cana e rapadura
Sertanejo pintado na moldura
Meu chapéu e de couro de caprino
Sou poeta, sou mais um nordestino
Que defende demais nossa cultura.

Marcílio Pá Seca Siqueira

Sou caatinga na seca acinzentada
Sou o vento soprando a poeira
Sou tramela, mourão, eu sou porteira
Sou babugem no chão, pós invernada.
Sou mugido, balido e sou risada
Do Sertão quando vê que tem fartura
Sou vaqueiro aboiando com candura
No ofício real de tangerino
Sou poeta, sou mais um nordestino
Que defende demais nossa cultura.

Jesus de Ritinha de Miúdo

* * *

Um soneto de Marcilio Pá Seca Siqueira:

EU… PALHAÇO

Quando quero chorar choro sozinho
Pra fugir do olhar que me censura
Minha lágrima sensível no caminho
Com a tinta da face se mistura

Meu sorriso se perde em desalinho
Nos momentos medonhos de amargura
Meus segredos são pontas de espinho
Que exploram meu ego, fere e fura

Sou artista do palco do universo
Sou Poeta, componho, faço verso
Estou preso ao meu eu por forte laço

Sou ator desse bloco da ilusão
Sou as grades cruéis da solidão
Eu sou eu, sou você, eu sou palhaço.

Um soneto de Jesus de Ritinha de Miúdo:

SONETO DE OLHOS E DE LÁBIOS

O marrom dos teus olhos me encantaram
Prenderam-me a ti, me deixando louco
Mas esses teus olhos, não achando pouco
Olhando nos meus, logo se abalaram.

Então os meus lábios não se aguentaram
Sorriram para ti, sem nenhum apouco
E os teus lábios, lindos, assim tampouco,
De sorrir pros meus, também, não se negaram.

Senti teus lábios só chamando os meus
Percebi teu olhar me dando avisos
Recebidos por mim, um escravo fiel

Adentrando contigo no mais lindo céu,
Instante que meus lábios deitaram nos teus
E o meu sorrir beijou os teus sorrisos.

* * *

Marcílio Pá Seca Siqueira fez uma décima glosando mote da poetisa Paloma Brito, de Livramento da Paraíba:

Sou a alma matuta da campina
O aboio sonoro do vaqueiro
Sou a flor da caatinga, sou o cheiro
Da cacimba de água cristalina
Sou o som da seresta matutina
Da orquestra de vozes do sertão
Sou as vozes da seca e o trovão
Sou a própria quentura da poeira
Sou matuto no pé d’uma porteira
Sou poeira que veste esse meu chão.

Jesus de Ritinha de Miúdo lhe respondeu:

Sou gemido do eixo da carroça
Transportando comida para o gado
Sou a força do boi puxando o arado
Sou zoada da chuva quando engrossa.
Sou a lama depois que a água empossa
Sou a sombra da tarde, num oitão,
Sou a áurea divina do gibão
Eu sou pau de miolo da aroeira
Sou matuto no pé d’uma porteira
Sou poeira que veste esse meu chão.

* * * 

Duas glosas de Marcílio Pá Seca Siqueira:

Perco o sono, já Alta madrugada
Boto o rosto no quadro da janela
Para ver se encontro as feições dela
Mas no rasgo da noite não tem nada
Só se eu encontrasse uma fada
Pra fazer uma mágica com vareta
E mostrar com seu truque a silueta
Ou a face do amor que já foi meu
Tô chorando por ela igual Romeu
Que chorava querendo Julieta

* *

Um poeta não serve de semente
Nem é grão de semente que renova
Nem a lágrima surgiu pra regar cova
Quando cai na poeira do chão quente
Mas se morre um Poeta do repente
Desce inerte a matéria para o chão
E nas tábuas molhadas do caixão
Vão as lágrimas regando o trovador
Quando morre um poeta cantador
Nasce um pé de saudade no sertão

Duas glosas de Jesus de Ritinha de Miúdo:

Minha sombra não vem da obstrução
De uma luz que esteja à minha frente
Não rasteja na terra me seguindo
Sem missão, sem valor, inconsciente
Minha sombra é meu anjo da guarda
Bem armado e que nunca se acovarda
Mas que luta por mim diariamente.

Esse ser, esse espectro valente
É reflexo do bem e em mim produz
Alegria e paz, mais segurança
Me ajudando a andar sempre na luz
Eu não sei sua forma, aparência,
Mas, eu sei qu’essa sombra em sua essência
Me aconselha, me guia e me conduz.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE

Prezado Papa,

convide o pessoal para bater um papo hoje a noite no Cabaré do Berto.

Vamos buscar retomar nossos encontros para falar da vida dos outros, na qualidade de fuxicagem de primeira grandeza que só cabra desavergonhado sabe fazer.

Para participar, basta clicar aqui.

A partir das 19h30, o Cabaré estará de portas abertas e aguardando os amigos (os inimigos podem ser achegar também).

R. Ótimo.

Excelente notícia.

Vamos retomar o gostoso bate-papo. A tradicional fuxicaria das sextas-feiras.

Às sete e meia da noite a gente se vê por lá.

Todos os membros da comunidade fubânica estão convocados.

Até mais tarde!

BERNARDO - AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DEU NO X

COMENTÁRIO DO LEITOR

ÓDIO OU RABO PRESO?

Comentário sobre a postagem ACREDITE: SEMPRE PODE PIORAR SUPREMAMENTE

Luci Oliva:

Esse STF está mais para hospício que para Corte Suprema e está colocando o povo pirado também.

Para eles é um crime passível de inegibilidade se reunir com embaixadores, mas é uma bobagem se reunir com uma traficante da pesada e condenada por tráfico junto com o marido.

O que ocasiona essas atitudes:

Ódio a Bolsonaro ou o rabo preso com o cana-afetivo?

* * *

Nota do Editor:

Em busca da normalidade institucional, Lula chega ao STF para conversar com ministros – Política – CartaCapital

Conforme se vê nesta foto, a leitora Luci errou. Não tem nenhum rabo preso com o cana-afetivo: estão todos de rabo solto nas supremas cadeiras