DEU NO JORNAL

DEU NO X

DEU NO X

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

TECENDO A MANHÃ – João Cabral de Melo Neto

Um galo sozinho não tece uma manhã:
ele precisará sempre de outros galos.
De um que apanhe esse grito que ele
e o lance a outro; de um outro galo
que apanhe o grito de um galo antes
e o lance a outro; e de outros galos
que com muitos outros galos se cruzem
os fios de sol de seus gritos de galo,
para que a manhã, desde uma teia tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos.

E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendo para todos, no toldo
(a manhã) que plana livre de armação.
A manhã, toldo de um tecido tão aéreo
que, tecido, se eleva por si: luz balão.

João Cabral de Melo Neto, Recife-PE (1920-1999)

DEU NO JORNAL

E O XUXU?

* * *

A notícia diz que o Descondenado sugeriu Esbanjanja para substituí-lo.

Na verdade, ele não sugeriu nada: foi ela quem determinou que fosse assim.

E ele simplesmente vai obedecer.

Pelo que o JBF apurou, o vice Xuxu ficou com ímpetos de meter o dedo no furico e rasgar.

Mas vai ter que obedecer.

COMENTÁRIO DO LEITOR

DEU NO X

RODRIGO CONSTANTINO

POR QUE MUDOU DE IDEIA, RANDOLFE?

“A utilização desenfreada de aviões da FAB por autoridades é um escárnio! Não importa se é o presidente, se é ministro, se é presidente do Senado ou Câmara. O dinheiro público deve ser respeitado e não basta restringir p/ alguns, tem que cortar p/ TODOS!”

Esse foi o tweet do senador Randolfe Rodrigues no dia 6 de março de 2020, ao compartilhar uma coluna do ultraesquerdista Leonardo Sakamoto sobre a decisão de Bolsonaro, então presidente, de limitar o uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira.

Esta semana, porém, após a péssima repercussão do vídeo da ministra Anielle Franco deslumbrada num avião da FAB a caminho do jogo de futebol, eis o que o mesmo senador escreveu: “Fiz o L para isso mesmo… Pra que a notícia seja a de que uma ministra de Estado utilizou avião da FAB para trabalhar, e não para transportar substâncias ilícitas”.

Por que o senador mudou de ideia tão rapidamente? Bastou mudar o presidente que passou a ser louvável o uso dos aviões da FAB para “trabalho”? O que aconteceu com o tal respeito ao dinheiro público? Com a demanda de que TODOS – em letras garrafais! – deveriam ser restringidos de tal privilégio?

O caso expõe apenas mais um exemplo da infinita hipocrisia da esquerda radical. Para essa turma sem princípios, o que vale é quem fez ou falou, nunca o que foi feito ou falado. Esquerda é sinônimo de oportunismo frio e calculista, de olho num único objetivo: o poder. Faltam valores morais a essa gente.

Tanto que o mesmo senador saiu em defesa de André Janones, que parecia sob efeito de substâncias ilícitas ao atacar parlamentares bolsonaristas. Eis o que Randolfe escreveu sobre seu colega petista: “Querido Andre Janones, sua coragem na luta contra o ódio é exemplo para todos nós. O desespero daqueles que já mereciam estar na prisão, como você bem falou, é a demonstração de que estamos no caminho certo. Você não esta só, continuemos firmes e fortes na defesa da democracia”.

Luta contra o ódio? O deputado que mais espalha ódio pelas redes sociais? Defesa da democracia? Ao lado de ditadores como Maduro na Venezuela e Ortega na Nicarágua? O esquerdismo é mesmo uma falha moral, um desvio de caráter, não dá para negar. Esses cínicos acusam os adversários do que são e do que fazem, mudam de discurso ao sabor do vento, sem qualquer compromisso com a realidade. Como pode alguém ainda cair na ladainha esquerdista?!

DEU NO X

COMENTÁRIO DO LEITOR

JÁ É DITADURA

Comentário sobre a postagem PRESSIONADO POR CAUSA DOS CARGOS QUE O GOVERNO PROMETEU E NÃO ENTREGOU

Nonato:

Um lado tem chancela, imunidade e perdão para fazer o que quiser.

O outro, se piscar, vai preso, tem os bens bloqueados, vendidos…

Não tenho dúvidas: já é ditadura por aqui.